Problemas com o Amor Seguir historia

nyuxiee Nyuxiee Manami

Sasuke sempre esteve habituado a ser rodeado pelas suas 'gatinhas'. E honestamente ele gostava de receber toda aquela atenção. Quando Sasuke conheceu Sakura, apaixonou-se no momento que a viu. Mas ela não compartilhava o mesmo interesse por ele, na verdade, odiava-o com todas as suas forças.


Fanfiction No para niños menores de 13.

#Naruto #Sasuke #Sakura #SasuSaku #Charasuke
Cuento corto
8
6971 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo Único

Problemas com o Amor

Fanfic de: ~Nyuxiee

Capítulo Único


Era sempre assim, Sakura tentava de algum modo chamar a atenção de Menma. E quando era rejeitada como todas as outras, ele tentava a sua sorte.


— Não te preocupes, gatinha. Eu sou teu. — Falou esperançoso piscando o olho e entregando-lhe uma rosa.

— Como se eu quisesse alguém como tu. — Respondeu-lhe deixando a rosa cair no chão para depois esmagá-la com a bota, e só quando a flor estava totalmente despedaçada, é que ela saiu dali, basicamente fugindo dele.

— Alguém como eu ... — Murmurou triste com o cenho franzido. Já conseguia sentir a dor habitual no seu peito quando aquilo acontecia.


Sim, ele tinha o mesmo destino dela. Rejeitado.

Mas Sasuke sempre tentava mais uma e outra vez. Sempre com esperança que talvez ela um dia aceitasse as suas investidas.

Algumas das suas gatinhas atrevidas e até amigos perguntavam porquê tanta insistência da parte dele. Ele ignorava. Menma que conhecia os sentimentos verdadeiros dele, perguntou-lhe um dia como ele se tinha apaixonado por ela. Ele não lhe respondeu. Mas pensou naquela pergunta por um bom tempo. Sempre considerou que havia se apaixonado quando a viu pela primeira vez a treinar nos bosques. Sasuke havia ficado admirado com o esforço dela. E quando este aproximou-se dela para se apresentar e talvez fazer assim com que ela se tornasse numa das suas muitas gatinhas, surpreendeu-se com o olhar gélido e odioso que ela lhe deu. A partir daquele dia, ele sempre se mostrava atento ao que ela fazia. Adorou vê-la evoluír ao longo do tempo. E ficava orgulhoso com cada nova conquista dela. Mas ela nunca teve qualquer interesse por ele. E quando Sasuke percebeu que ela tinha se apaixonado pelo seu rival, não só no campo de batalha, mas depois daquilo, também no amor, ficou furioso.

Afinal, o que ele tinha demais?

Sasuke sempre se tentou distrair com encontros de preferência com garotas bonitas, mas acabava sempre por desejar ver Sakura jantando com ele olhando-o com carinho e amor.

Naquela semana, ele esteve um pouco ocupado e por isso não teve a oportunidade de se encontrar ou esbarrar com Sakura pela vila. E por isso quando a viu caminhando distraídamente e sozinha pela rua, aproveitou logo para se juntar a ela causando-lhe um pequeno susto por ter sido pegada de surpresa.


— Onde é que vais? — Perguntou curioso.

— Não me assustes dessa maneira. — Repreendeu-o um pouco irritada.

— Tanto faz. Queres jantar comigo? — Convidou-a.

— Tu nunca aprendes, não é? — Murmurou baixo para si mesma para depois lhe responder. — Não, obrigada.

— Mas porquê?

— Eu vou estar ocupada hoje.

— Com o quê?

— Deixa de ser intrometido, Charasuke. — E lá estava aquela odiosa alcunha.

— Se não pode ser hoje, talvez amanhã? — Perguntou-lhe com esperança.

— Já disse que não. Além de que nem estou interessada em passar tempo contigo. Já te disse uma vez para perseguires outra pessoa. — Disse-lhe virando-se para ir embora.


Desta vez, Sasuke seria mais insistente.


— E eu respondi-te que só te quero a ti. — Falou se aproximando puxando-a pelo braço gentilmente fazendo com que ela se virasse para si.


Os olhos de Sasuke arregalaram-se ao ver as bochechas coradas e algumas lágrimas nos cantos dos olhos que Sakura definitivamente não as deixaria cair em público. A rosada olhava-o magoada e com o momento de distração dele, aproveitou para fazer com que ele largasse o seu braço para ela emfim sair dali correndo.

Sasuke ficou especado na rua observando ela ir-se embora mais uma vez.



Apesar de serem rivais em quase tudo, Sasuke sempre procurava saber os conselhos do amigo. E por isso reuniam-se em casa dele. Bebiam chá sentados no sofá enquanto que Sasuke contava o que lhe perturbava no momento. Após contar tudo o que se passou se surpreendeu com as palavras de Menma.


— Tu és burro, Sasuke?

— O quê? — Perguntou um pouco ofendido e também um pouco surpreso.

— Vou ser totalmente honesto contigo.

— Está bem.

— Se a Sakura, gostar de ti, o que é uma probabilidade, achas que ela ia ficar feliz ao ver o amado a ter encontros todas as semanas, quer dizer, todos os dias.

— Não exageres também.

— Não é exagero nenhum. Como queres que ela goste de ti com esse tipo de atitudes?

— O que devo fazer?

— Vira homem, já é tempo. E deixa esse estúpido fã-clube. Ou irás perdê-la, se é que já não a perdeste. — E pela primeira vez Sasuke seguiu o conselho do rival. Segundos depois ele já corria em direção à casa da companheira.


Quando finalmente chegou à casa dela, apressou-se a bater à porta. Era de noite, e também era indecente ele bater-lhe á porta naquelas horas. Mas ele precisava falar com ela urgentemente. Após mais uns minutos de espera sem resposta, Sasuke virou-se para ir embora, mas parou quando viu Sakura parada à sua frente com os olhos um pouco arregalados demonstrando surpresa. Segundos depois a indeferença já lhe preenchia o rosto.


— O que fazes aqui, Charasuke?

— É o que eu vou fazer que importa. — Respondeu surpreedendo-a mais uma vez. — Eu juro que a partir de hoje, eu não vou flirtar com garotas ou ter encontros com ela, vou até ignorá-las se for preciso. Eu vou acabar com aquele fã-clube, e acho que vou ter que concordar pela primeira vez com o Menma, porque ele é estúpido. Assim como todas as garotas que estão nele se pensam que eu algum dia vou ter olhos para mais alguém além de ti. Então, por favor, Sakura, e não me batas por isto, se gostares de mim como eu penso que gostas, espera só um pouco, eu vou dar o meu melhor. E prometo-te que vou-te fazer feliz.

— Obrigada, Sasuke-kun. — Falou com as bochechas coradas.

E com isto ela beijou-o. Beijo que foi retribuído rapidamente por ele que não perdeu tempo ao envolver a sua cintura com um dos braços. Sentiu-a sorrir entre o beijo, para depois separarem-se.

— Obrigado eu Sakura.

26 de Febrero de 2018 a las 22:58 0 Reporte Insertar 4
Fin

Conoce al autor

Nyuxiee Manami Olá ♥ E sejam bem-vindos ao meu perfil. Sou uma leitora, devoradora e escritora de fanfics SasuSaku :3 Se tiveres uma fic com o meu OTP, podes divulgá-la porque provavelmente estarei no tédio, já que sou uma viciada ashasuahsahs. Dá uma vista de olhos pelas minhas fics, talvez até gostes de uma c: Beijoos >3<

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~