Our Love - SNS Seguir historia

uzwkmaki Pietra

Apesar do meu jeito tosco e infantil, você sempre me amou. Eu sentia isso, Sasuke. Ah, como eu queria ter sido mais esperto pelo o menos uma vez na minha vida... Eu não quero te perder, você já se tornou tudo para mim. Por favor, não desista do nosso amor.


Fanfiction Sólo para mayores de 18. © Todos os direitos reservados.

#boyxboy #yaoi #narusasu #sasunaru #UchihaSasuke #uzumakinaruto #naruto
7
7.0mil VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Todos los lunes
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo 1

- Acorda, loiro! 


Escuto alguém gritando perto do meu ouvido e com isso acabo me levantando de uma vez, o que me causa uma leve tontura e escurecimento da visão. Quando volto ao normal, encaro uma figura de cabelos loiros bagunçados, me olhando desesperada com um relógio nas mãos.

- Olha as horas, Naruto! A gente vai se atrasar pra faculdade. - Ino diz já se levantando e se arrumando. Seu semblante não estava o melhor de todos.

- Calma lá, garota. Tenho que me arrumar primeiro. Dá licença agora que eu vou para o banheiro. - Falo e pego minhas roupas no armário e vou em direção ao banheiro. Ao entrar em contato com a água quente, dou um leve suspiro. Aquilo era muito prazeroso. Me pego pensando na situação em que fui dormir ontem.

Ino é a minha mais querida e única amiga. Como eu moro sozinho em um apartamento relativamente grande, as vezes eu não gosto de ficar sozinho, por isso muitas vezes chamo ela para dormir aqui. Ontem inventamos de assistir vários filmes românticos e acabou que nós dois ficamos morrendo de chorar até sabe lá que horas. O que resultou em uma tremenda dor de cabeça em mim.

Ao sair do banheiro já devidamente arrumado, vou em direção a cozinha sentindo o cheiro de café. Era a única coisa que Ino sabia fazer, mas eu não reclamava, já que eu também não sou tão habilidoso assim na cozinha. Comemos um bolo de alguns dias já rapidamente, considerando que estávamos quase atrasados. Quando estava quase pronto para sair, Ino grita:

- Naruto, seu idiota! Tá se esquecendo dos papéis para por no mural da faculdade. - Corro rápido até meu quarto e pego os papéis em cima da mesa, passo correndo pelos corredores desligando todas as luzes e aparelhos que haviam ficado ligados ontem. Suspiro, passando as mãos no cabelo. A conta não sairia barata no fim do mês.

Quando tudo estava pronto nós dois saímos do apartamento e entramos no carro da Ino. Geralmente pego carona com ela, ou então vou de ônibus e alguns casos pego um táxi. Infelizmente é longe demais para ir a pé.

A respeito dos papéis, bem, infelizmente tive que tomar medidas drásticas. Meus pais me deram o apartamento, que acabou sendo grande demais para uma pessoa só. De qualquer forma, eu que teria que pagar todo o resto, compras, e todas as contas. Apesar de eu trabalhar em uma cafeteria que o salário até que não é tão ruim, as coisas ficaram apertadas para mim. Muitas das vezes não consigo fazer horas extras por ter que estudar ou estar cansado. Estou no terceiro ano da faculdade de Direito, assim como Ino. Meus pais não me ajudam com mais nada, e eu sou grato por tudo que já fizeram por mim. Eu sei que preciso tomar jeito na minha vida.

De qualquer forma tive a ideia de alugar um quarto no meu apartamento. Sei que não tenho a melhor fama, mas o lugar é ótimo, então não é possível que uma pessoa não se interesse. Coloco no mural de avisos o papel com várias tiras contendo o meu telefone. Saio de lá na esperança que alguém pegue pelo o menos uma das cinco que coloquei lá.

As aulas passaram rápido e logo eu e Ino vamos em direção ao mural, vendo que havia uma tira faltando. Abraço ela por causa da emoção do momento e nós dois ficamos lá festejando por um tempo. Mas logo a insegurança bate, só espero que não seja algum estranho tarado ou coisa do tipo... Nem que seja mais bagunçado e descuidado do que eu, porque aí não funciona.

Me despeço da loira assim que ela me deixa na porta de casa e entro no apartamento. Apenas fico de bobeira já que adiantei meus estudos então até o final da tarde posso descansar e a noite volto aos estudos. Fico o dia inteiro esperando a ligação até que ela veio.

-​ Alô, quem fala?

​- Aqui é Sasuke Uchiha, você é Naruto Uzumaki?

​- Sim, eu sou.

- Bom, eu liguei por estar interessado na sua oferta, queria saber se posso visitar o lugar primeiro.

​- A-ah, sim... Claro que pode. Quando fica melhor pra você?

- Pode ser amanhã a noite?

- Pode sim, até lá.

​Desligo o telefone em choque. Sasuke Uchiha? Parece até piada. Ele também está no mesmo ano que eu, mas nunca conversamos, apenas trocamos alguns olhares. Mas nunca cheguei a pensar que ele se interessaria em morar comigo. Todos falam do seu jeito frio e calculista, espero que ele seja pelo o menos amigável comigo. Também não posso agir desesperado, mas tenho uma leve impressão que nenhuma outra pessoa vai se interessar.

De qualquer forma, resta agora esperar pela sua visita e ver o que ele acha de tudo...


26 de Febrero de 2018 a las 16:37 0 Reporte Insertar 1
Leer el siguiente capítulo Capítulo 2

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 5 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión