artemisiajackson Artemísia Jackson

Aquele terrível sacrifício de domingo tinha se tornado muito mais fácil de suportar desde que Kageyama e Hinata começaram a dividir as cobertas.


Cuento No para niños menores de 13.

#yaoi #Fluflly #haikyuu #cute #ShortShot
Cuento corto
1
2.6mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo único

Eram 7 da manhã quando o despertador tocou, e Kageyama não pôde evitar de se revirar na cama, resmungando em descontentamento. Ao seu lado, Hinata murmurou enquanto se esticava para alcançar o celular no criado mudo.

— Hey, Hinata, pra que pôr o despertador pra essa hora? — Rezingou Tobio, sonolento.

— Pra gente treinar, Kageyama! — Retrucou ele, igualmente sonolento, mas num tom de obviedade.

— Hoje é domingo.

— E daí?

— Ninguém treina no domingo, Hina… — Choramingou Tobio, agarrando e apertando o namorado em seus braços.

— Exatamente, é uma vantagem a mais pra gente! — objetou Shouyou, agitando-se no aperto.

Kageyama suspirou profundamente. Tinha certeza que já tinham tido aquela discussão antes, mas toda manhã ele precisava reforçar de novo.

— Não vai ser vantagem nenhuma se você forçar seus músculos e acabar virando um trapo velho que não pode correr e nem pular — começou a explicar novamente, de forma meio impaciente. — O descanso também faz parte de ser um jogador, até Deus descansou no sétimo dia, seu idiota.

A verdade é que Kageyama sempre concordara em ir até os treinos todos os dias, incansavelmente. Mas após um sofrer de dores e espasmos musculares terríveis e visitar o médico, Tobio levara uma bronca e advertências tão grandes que resolveu seguir as instruções. Afinal, não poderia dar o melhor de si se seu corpo estivesse em frangalhos. Desde então, tomara os dias de domingo como dias de descanso, o que havia sido um grande sacrifício, principalmente quando decidiu que obrigaria Hinata a se cuidar com ele — o namorado era sempre tão teimoso!

A solução que conseguira arranjar fora aquela mesma: dormir com Hinata nas noites de sábados e garantir que ele se comportaria na manhã e durante todo o período dos domingos. Claro que isso acabava sendo um incentivo a mais para ele mesmo, afinal, quem é que gostaria de levantar da cama quando tinha alguém tão quentinho e cheiroso para abraçar?

— Hina… — Kageyama sussurrou, enterrando o rosto na nuca do namorado, beijando e em seguida aspirando o aroma dele. — Eu te amo — aquela era sua tática de nocaute final, uma vez que sempre derretia o parceiro e o fazia amolecer na cama.

— Eu também te amo — Hinata sussurrou de volta, aconchegando-se nos braços alheios, encolhendo-se embaixo das cobertas, deixando-se ser nocauteado de bom grado.

Os abraços de Kageyama eram especialmente deliciosos naquelas manhãs frias de inverno. Não era nada difícil desistir dos treinos naquelas épocas, uma vez que eles ainda eram humanos — apesar dos constantes comentários sobre eles serem monstros.

Sorrindo, Tobio sentiu os olhos pesarem, e dando mais uns últimos beijos na parte traseira do pescoço de Hinata, ele se deixou levar para a terra dos sonhos.

E num último pensamento consciente, ele não pôde deixar de pensar no quanto aquele sacrifício de domingo tinha ficado mais fácil desde que amanhecia ao lado de Shouyou. Tudo que fazia ficava mais fácil ao lado dele.

Hinata era seu sol, e enquanto ele estivesse ali, tudo seria mais fácil — mesmo que esse tudo incluísse um dia sem jogar vôlei.

23 de Julio de 2020 a las 00:05 0 Reporte Insertar Seguir historia
0
Fin

Conoce al autor

Artemísia Jackson Afogando as mágoas na escrita!

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~