C
C Clark Carbonera


Quando eu tentei pela primeira vez entender coisas que a maioria acha que entende.


Poesía Todo público. © Todos os direitos reservados

#literatura-brasileira #poema
Cuento corto
0
2.8mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

-


Pensamentos confusos

Pintam quadros coloridos em

Minha mente e perco o foco.


Tento falar em palavras, mas

Elas somem no céu da boca,

Perdem o significado e

Minha língua se embola toda.


Tento então escrever em palavras,

Pois talvez nas entrelinhas das

Frases eu possa captar Teu nome.


Mas que pretensão a minha,

Achar que nesses versos

Montados com semipalavras

Eu vá encontrar o que toda uma

Raça na história almejou.


Teu nome é sagrado.

Talvez meu primeiro passo

Seja o louvor.


19 de Junio de 2020 a las 13:30 1 Reporte Insertar Seguir historia
5
Fin

Conoce al autor

C Clark Carbonera “A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar.”

Comenta algo

Publica!
Antónia Noronha Antónia Noronha
O teu poema me fez lembrar a quantidade de vezes que muitas pessoas dizem e fazem coisas em nome de um ser superior. Quando na realidade, no fundo, não entendem, não compreendem e não 'ouvem' os verdadeiros ensinamentos desse ser Sagrado. Muito bom o teu texto!
June 21, 2020, 23:06
~