Parceiro das Estrelas Follow story

audrey_r_moura Audrey R.

Amanda era uma pessoa aparentemente comum, até que estranhos eventos tumultuaram sua vida. Tais acontecimentos culminam com luzes surgindo do interior do guarda-roupas em seu quarto, que a agarram, sugando-a para dentro junto de seu gato de estimação. Quando a jovem volta a si, ela está em uma floresta assombrada, onde precisou lutar para sobreviver até encontrar um lugar seguro. Logo, ela é obrigada a se unir ao exército, sendo usada para cumprir seu dever sagrado. Amanda descobre que isso foi obra de um Ritual Sagrado, que desejava levar àquele mundo, um herói que viesse a libertar o povo das garras da Rainha Má. Depois de muitas confusões e situações que mataram sua alma, ela sobrepuja a Rainha Má e senta-se no trono do Império de Nórcia. Anos mais tarde, seu conselheiro real, invoca um familiar através do sagrado ritual das estrelas. Vindo de sua terra natal, Amanda reencontra alguém que conheceu nas redes sociais, porém, não apareceu no dia que marcaram um encontro. Mesmo não se dando bem, não há como voltar atrás, e agora, seu parceiro vindo das estrelas se torna o seu rei, seu marido. E é através dos olhos de Amanda que presenciamos as sangrentas guerras e cruéis intrigas do antigo Império de Tameri, enquanto a garota luta pela sobrevivência. VEJAM COM NET LIGADA, TEM FIGURAS QUE EU DESENHEI EM ALGUNS CAPÍTULOS. ATENÇÃO! Recomendado para Maiores de 18 anos; contém nudez, sexo, gore e palavras de baixo calão. Obra sem revisão crítica e ortográfica.


Fantasy Medieval For over 21 (adults) only.

#spaceopera #star #rainha #queen #magia #hot #341 #32816 #adulto
17
4.9k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Prólogo

Há muito tempo, entrei nesse mundo. Eu não sei como, estava ali, no meu quarto, sonhando acordada e, de repente, uma luz surgiu do interior do meu guarda-roupas.


Essa luz era ofuscante e parecia trazer segredos. Por causa dela, eu e meu gato — que dormia na minha cama naquele momento —, fomos sugados para o seu interior.


Fiquei confusa, e não levei muito tempo para me dar conta de que estava no coração de uma floresta. Uma floresta assustadora, cheia de monstros e assombrações.


Passei fome e frio por dias, tentando levar comigo o meu gato assustado, que sempre encontrava um lugar para se esconder. Para minha sorte, encontrei uma cabana no meio da floresta, exatamente no momento em que eu estava considerando cozinhar meu gato, porque a fome atacava meu estômago e levava minhas forças. Do interior da cabana saiu a minha patrona, a Bruxa que nunca soube o nome.


Ela me salvou.


Depois daqueles dias, as coisas começaram a ficar melhor. A Bruxa me adotou, e porque as pessoas do Império de Tameri sempre apareciam com o propósito de matá-la, ela me ensinou a me defender ― e também ao meu gato que ela chamava de familiar.


A Bruxa ligou a minha vida à de meu gato, transformando-o em uma besta que compartilhava minha alma. Agora, Mousse, para proteger a nossa existência única, poderia se transformar em algo que parecia um tigre enorme e branco.


Nem ele ou eu fomos capazes de lidar com a Bruxa. Ela morreu. Eu a matei, para falar a verdade.


Tempos depois, soldados me capturaram, levando-me para uma cidade chamada Hamunaptra.


A cidade foi o lugar que me contaram que me invocaram pela Sagrada Igreja do Herói; porém, por um erro de cálculo, transportaram-me ao lugar errado. Eu, chamada para ser a heroína que salvaria o mundo, fui completamente “pervertida” pelas artes sombrias que aprendi da Bruxa. Os sacerdotes da Igreja me descartaram, mas os gananciosos do exército me aproveitaram.


Para minha sorte, antes que eu morresse de fome ou fosse acusada de bruxaria, ganhei um amigo.


Dario.


Por que ele estava lá, sentindo pena de mim, Dario ajudou para que eu não fosse queimada na fogueira como discípula da Bruxa que havia me salvado.


Uma vez salva, tudo é uma longa história. Resumindo, fui usada como arma revolucionária pelo exército, e mal percebi quando me tornei a Rainha de Tameri ― não podia ser mais sortuda!


Vivia lá há mais de cinco anos. A missão de conduzir o país estava se tornando um fardo. Pensando nisso, meu vizir, Ivaran, resolveu convocar centenas de príncipes e senhores, nobres e pobres, qualquer um para dormir comigo e compartilhar os problemas. Conheci bons homens, mas nenhum deles olharam para mim, apenas para a coroa. A esta percepção, precisei desistir. Me dediquei somente ao meu cargo, ao país que agora precisava chamar de meu.


Enquanto me mantinha concentrada nas questões políticas, surgiu uma guerra ― eles chamavam de Guerra de Gorgon ―, que me trouxe consequências. Eu, que estava no campo de batalha, fui atingida por um machado na cabeça. Minhas memórias se tornaram uma bagunça, e estou viva por milagre.


Me recuperando, pacientemente, o que era estranho para quem se metia em confusões em cinco em cinco minutos, Ivaran voltou a seus planos de que eu precisava de um parceiro.

May 9, 2019, 2:41 a.m. 2 Report Embed 122
Read next chapter 1

Comment something

Post!
Natanael L. Chimendes Natanael L. Chimendes
Muito bom início! Ótima narrativa com pontos bem definidos! Só senti falta de maiores descrições com relação a esse novo mundo e seus personagens (A Bruxa por exemplo, já que existem diversos tipos de bruxas). Talvez nos próximos capítulos tenha mais explicações. Mas no geral foi uma ótima introdução! :)
May 10, 2019, 7:33 p.m.

  • Audrey R. Audrey R.
    Obrigada pelo comentário. O mundo está se expandindo, eu comecei para ser apenas um conto. A história é mais sobre a visão da personagens principal, como para ela nada é novidade, ela não discorre muito sobre o céu e as estrelas, rsrrsrs. Mas tô corrigindo ao decorrer da história. May 10, 2019, 7:43 p.m.
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 39 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!

Related stories