Isso não é um mar de rosas Follow story

sayurymisaki Sayury Misaki

... } Observo ao redor e paro pra observar aqueles olhos azuis e pele morena com calça jeans azul escura e uma regata branca,sinto uma amargura assim que Momoi sua amiga se aproxima e agarra seu braço o fazendo voltar sua atenção para ela,meu olhar se torna selvagem pronto para agir e cometer uma loucura,sinto uma mão grande me puxando pela cintura e sussurra em meu ouvido. -Se controle Kagami.-Midorima fala já saindo do local,resolvo segui-ló na tentativa de me controlar,e sem perceber,um olhar selvagem como uma tempestade turbulenta fitava-me. { ... } ( Também em outras plataformas/Não denuncie <3 )


Fanfiction Anime/Manga For over 18 only.

#shounen-ai #romance #yaoi #lemon #kagami #aomine #TaigaDaiki #AomineKagami #aokaga
Short tale
0
3.8k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Capítulo Único

Kagami Taiga após ganhar a Winter Cup continuou indo ao clube sua vida diário passará a ser quase normal,depois das aulas ele ia até a quadra de basket da qual ficava perto de sua casa para jogar com seu rival e amigo...Amigo??.

Já não sabia qual seria sua relação com Aomine Daiki,sua rivalidade é em quadra,significaria que eram amigos fora dela?,não que isso impostasse.

---------------------Kagami On---------------------

Estou agora em uma guerra interna,já a alguns dias venho sonhando ''pesadelos'' com o Aho do Aomine sempre a mesma coisa,ele marcando cestas e mais cestas e eu observando isso me deixou frustado,mesmo sendo um sonho,e nada de realidade ali se encontrará,ainda sim estou com raiva...Me levanto lavo o rosto batendo a palma de minha mão em minhas bochechas que vermelharam,assim como meus olhos,fecho-os e abro-os em seguida,vou ao meu quarto do qual estava limpo,somente a cama da qual passava a noite estava uma bagunça,arrumo-a e saio de casa já com o uniforme de Seirin,vou a lanchonete da qual já me acostumei,escolho o mesmo de sempre,alguns lanches rápidos e saio depois de passar no caixa.

Em frente a quadra crianças da vizinhança tentavam incestar a bola de basket e com um sorriso bobo dou alguns passos e sinto uma presença atrás de mim me fazendo olhar para trás pude identificar prontamente que se trata de Daiki.

-Yoh.-Cumprimento-o

-Yoh-Com um sorriso no rosto ele volta seus olhos para as crianças.

-Ei Taiga,quer ir lá em casa hoje?.-Ele faz com que eu olhe para trás com uma expressão surpresa,ele está serio.Nós estamos ficando mais próximos e até talvez desenvolvendo uma amizade.

-E o que daria a honra deste convite?-Dou uma breve risada para esconder a surpresa de minha face corada,isso sim me surpreendeu,um convite sem motivo e ainda para casa dele,no que ele estava pensando?,um mistério.

-Não interessa,Quer ou não?-Pensei um pouco e me perguntei,por que não?

-Claro!-Ele pega o celular e me mada o endereço por mensagem,colocando o de volta no bolso e indo embora.

-----------Final das aulas--------------

Antes de ir para casa de Daiki deito no caminho de volta, em um parque todo gramado que possui um lago pequeno,e acabo por cochilar lá mesmo,já que estava estava aconchegante e quente pelo sol que ali já estivera.

--------------Kagami Sonhos---------------

-Uéé..?.-Onde estou.

Tudo está escuro e eu resolvo me virar e consigo ver uma luz distante e imediatamente corro até ela..Agora estou vestindo uma calça moletom cor vinho e sem camisa,meu colar de promessa ainda está em meu pescoço,ao adentrar o local percebo ser um quarto comum sem nada de especial exceto uma cama de casal que se destaca por lençois vermelhos assim como meus cabelo,mais seu tom era ainda mais intenso,escuto um arranhar de porta e fito o homem parado,Daiki?

-Espera.-Ele está sem roupa....?//

Daiki se aproxima encostando-me na cama vagarosamente e acariciando meu membro que implorava por atenção,uma atenção até agora desconhecida,abaixou as calças e iniciando um boquete,Daiki com aqueles olhos,como uma tempestade,e em meio a isso o prazer toma conta de mim,suspiro com a respiração desregulada gemendo seu nome,a boca de Daiki era quente e molhada seus feromônios estavam a solta me fazendo entrar no começo de minha ''aliviação'' e quando estava para gozar...

------------Sonho Off--------------

Acordo sem entender o ocorrido e saio correndo para casa,ao chegar entro no banheiro e olho para baixo..Duro..Começo a me aliviar,sem entender muito bem movimentos de vai e vem..Só queria afundar nas lembranças que o sonho me proporcionava,Daiki estava tão lindo,aquela pele morena,cabelos azuis,Aah Ahomine.

Naquele instante,e em meio ao estase,chamei por ele..

-----------------Aomine on---------------------

----Na mesma tarde----

Depois das atividades do clube,da qual comecei a frequentar depois de perder para Taiga,resolvo voltar para casa mais antes observo meu celular..Sem ligações..Volto minha atenção ao caminho de casa quando Satsuki me interrompe.

-Onde você está indo!?.-Olho para ela que está com as bochechas cheia de ar em um sinal de repreensão,suspiro.

-Relaxa,vou me encontrar com um amigo.-Ela da um sorriso alegre e sai, á um tempo atrás andei saindo com algumas garotas na tentativa falha de me satisfazer,tudo nelas era sem graça,as mulheres já não me proporcionavam o mesmo fervor de antes,é frustante mais é verdade e essa reação já me irritava o suficiente.

Chego em casa e olho para um bilhete deixado em cima da mesa,minha mãe,ela não para muito em casa já que exerce com meu pai um cargo de Presidente e vice da empresa da família ela sendo a presidenta,e meu pai seu auxiliar,não que isso seja da minha conta afinal eu não herdarei a empresa..Adentro meu quarto e logo tomo um banho relaxante e demorado,ao sair de lá uso calça moletom cor azul marinho e sem camisa vou a varanda com a toalha sobre minha cabeça,vejo o sol se pondo e nada do Taiga..Isso realmente me irrita onde aquele Baka está se não aqui,suspiro novamente,que tédio,ligo para seu celular mas não atende sinto um incomodo me invadindo...Onde ele está? Oque está fazendo?..Aquele maldito me fazendo ficar preocupado ele vai ver amanhã...

Na manhã seguinte recebo uma mensagem de Taiga falando que teve de desmarcar por conta de um compromisso que ocorrerá com ele e que deveriamos remarcar para outra hora,depois de ler levanto e vou para a cozinha pegando um suco de caixinha e depois disso resolvo responder a mensagem..e recebo a resposta em seguida.

Mensagem on...

Daiki..Oe baka deveria ter avisado antes,mais esquece,marcamos outra hora,oque teve que fazer ontem ?

Taiga..Sim desculpa,foi um pequeno acidente familiar.

Daiki..Humn.

Taiga..Nós falamos oura hora tenho que ir a aula ou vou me atrasar tchau.

Mensagem off..

-Aaa.-Suspiro fazer oque melhor eu ir também.

----Escola Seirin----

-------------Kagami on----------------

-Eii Kagamicchi.-Ouço essa vós,só poderia ser Kise e logo atrás Kuroko.o que ele está fazendo aqui?,bem tanto faz.

-Yoo,oque está fazendo aqui Kise ?

-Vamos ir para uma excursão nas férias quer vir também?.

-Humn sim não tenho,nada planejado para onde vamos?

-Você vai ver.-Vejo uma risada no rosto de Kise senti um arrepio mais preferi manter silêncio,já que pronunciar uma única palavra seria em vão.

-----Um mês depois(Férias)----

Vamos fazer uma viagem para a casa de campo,todos estão aqui Kuroko,eu,Kise,Daiki,Midorima,Atsushi,Akashi e Momoi Ao chegar vamos dividir os quartos que ficam nesta ondem Kuroko e Kise, Daiki e Momoi,Atsushi e Akashi Midorima e eu,após as duplas serem formadas cada um vai ao seu quarto e guarda seus pertences.

Observo ao redor e paro pra observar aqueles olhos azuis e pele morena com calça jeans azul escura e uma regata branca,sinto uma amargura assim que Momoi sua amiga se aproxima e agarra seu braço o fazendo voltar sua atenção para ela,meu olhar se torna selvagem pronto para agir e cometer uma loucura,sinto uma mão grande me puxando pela cintura e sussurra em meu ouvido.

-Se controle Kagami.-Midorima fala já saindo do local,resolvo segui-ló na tentativa de me controlar,e sem perceber,um olhar selvagem como uma tempestade turbelenta fitava-me.

Após eu ir junto de Midorima para o quarto fiquei em silêncio, enquanto sentava na cama apoiando meus dois cotovelos em meus joelhos,levando as mão em minha face ao tentar acobertar a expressão de raiva que me envolvia,Midorima percebendo minha reação já logo entendeu do que se tratava e resolveu tirar de vez suas dúvidas.

-Você está gostando do Aomine não é.-Disse-me olhando com uma expressão de tirar o folego,fico inseguro de lhe contar já que não somos exatamente amigos,que merda eu não queria admitir mais já não tinha escolha diante da situação.

-S..sim.-Minha voz sai tropeçando como se eu estivesse sendo repreendido por aqueles olhos esmeraldas,por alguns segundos pude sentir seus olhos fixados em mim e isso me fez tremer,me recomponho e o observo,ele desvia-se indo para sua cama ficando frente a frente comigo.

-Não se preocupe não tenho a intenção de contar nada a Aomine .-Suspiro aliviado.-Mas...

A nãooo sempre tem o maldito mais!!,observo com uma expressão de raiva lhe dando a permissão para continuar.-Você deve fazer tudo que eu mandar por aqui,se não o fizer vou contar ao Aomine e aos outros..-Ele sorri maliciosamente,e eu engulo em seco não posso deixar Daiki saber sobre meus sentimento,mas também não quero ser a empregada desse maldito....Não tenho escolha.

-Está bem farei oque pedir.

-Ótimo.-Ele sorri levemente levantando e indo até a porta mais se virá e me faz um movimento com a mão para segui-ló.Não posso recusá-lo isso me traria mais problemas então vou entrar em seu jogo,por enquanto.

Chegamos a sala bem espaçosa e com uma mureta que separa a sala e a cozinha,três sofás brancos e uma TV grande a frente,Midorima senta todo espojado ,retira a blusa laranja da qual se encontrava e relaxa no sofá.Surpreendo-me com seu pedido.

-Venha aqui e me faça uma massagem.-Seus lábios são tomados por um sorriso,e eu não podendo recusar passei por entre o móvel e me coloquei atrás dele,iniciando uma massagem vagarosa e calma,minhas mão pressionavam os músculos tensos de Midorima o fazendo suspirar e deleitar-se dá situação,percebo os olhares confusos das pessoas ao redor Kuroko como sempre não tinha expressão,já Kise que estava ao lado do mesmo ajudava-o á guardar a louça estava totalmente confuso e petrificado,Akashi e Atsushi ainda estavam no quarto e assim como Midorima,Daiki me fitava com o olhar,o mesmo estava jogado no sofá.Enfim resolveram quebrar o silêncio.

(Kise)-Nossa quando ficaram tão próximos assim?-Kise solta um risinho.

(Kuroko)-Parabéns.-Kuroko se virá e aposto minha vida que ouvi uma risada daquele fedelho,e pela irritação não pude conter as forças que foram passadas as minhas mãos fazendo Midorima rosnar de dor e me olhar feroz.

-Ops,foi mal Midorima.-Acabo por não aguentar e soltar um riso,cobrindo imediatamente com as mãos e virar para observa-ló,completamente irritado mas vejo o suspirar e arrumar os óculos.

-Sem problemas.-Ele sorri de uma forma SUPER irritada,uma corrente de medo e irritação passou por mim enquanto o mesmo se dirigia para fora,Salvo,pelo menos por enquanto.

Passo por cima do sofá sentando no mesmo local onde o outro se encontrava,agora pude ter consciência da presença de Daiki me observando,acabo por olhar em sua direção,nossa sua cara está impagável,mega irritado,o porque disso?,realmente queria que fosse ciumes,mas isso estava fora de cogitação ou não?

-Aii,que dor.-Nossos olhares de voltam a kise que estava tentando fazer uma janta ou algo como isso já que o cheiro estava desagradável,mais só de cortar os vegetais se corta?,fala sério esse jantar não sairá nunca,suspiro me levantando,e ao chegar na cozinha tiro Kuroko e Kise mandando-os para sala,vou até a panela onde algo estava sendo fervido....

-Kise você chama isso de comida?-Saio totalmente irritado.

-Poxa Kagamichi eu estava dando meu melhor.-Diz como um cachorro que caiu da mudança,Satsuki feliz da vida chaga cumprimentando a todos,ainda não me esqueci do que ocorrerá naquela tarde mais já era passado.

-Satsuki venha aqui.-Falo em tom autoritário,a garota se aproxima e me segue até a cozinha,depois de alguns minutos a cozinha estava limpa e o curry pronto.

-------Depois do jantar------

Depois de todos terem jantado e elogiado coloco toda a louça sobre a pia e começo a lavar,já havia virado habito ter de fazer as tarefas doméstica pelo fato de eu morar sozinho no meu apartamento,vejo todo o pessoal indo arrumar o que fazer,Atsushi e Akashi foram dar uma volta por perto,Midorima estava ao telefone com Takao aparentemente,e Momoi foi ao quarto sabe-sé lá oque vai aprontar.Após terminar de lavar as louças volto ao quarto e resolvo tomar um banho rápido.

Já de banho tomado vou a sala de estar onde encontro Daiki cochilando e começo a apreciar a bela visão que me é dada,sua pele morena linda e definida,seus cílios medianos e olhos azuis fechados assim como seu cabelo sedoso,e seu sorriso,nossa isso sim é um pecado.Acabo por suspirar já que sabia que isso não daria certo,fala sério ele é um Aho e ainda por cima um homem hétero.

-Ei Bakagami oque está suspirando aí.-Minha mente toma o controle novamente,já que por sua vez meus pensamentos estavam longe da lucidez.

-Não é nada Aho.-Ele me olha por alguns segundos fazendo-me ficar desconfortável com seus olhos azuis sobre mim,acabo por revidar e olha-ló nos olhos,o mesmo desvia e volta sua atenção á tela da TV que estava ligada em algum filme que não sabia dizer qual era.

Ele anda vagarosamente para o meu lado,por um instante achei que havia voltado ao sonho da noite que passará,corre um arrepio em minha espinha,e em algum momento o mesmo já estava sentado sobre minhas pernas,pressionado as mãos grandes e fortes em meu abdômen,um beijo quente e molhado se inicia,nossas bocas se encaixavam perfeitamente,delicioso,gostoso,algo acima no normal,nossas línguas se tocavam nós proporcionando prazer por somente um único toque,Ooh,podia gozar com somente esse beijo,nossas intimidades se roçavam,deixando mais a mostra nosso pre gozo,ainda ressoava a pergunta,estou acordado ??/

* Tempo Depois *

Neste momento o Aho pelo qual estou perdidamente apaixonado está sentado sobre mim e estamos entre beijos e selinhos,acabo por entre abrir os olhos e naquele instante em que nós beijávamos profundamente e vagarosamente seus olhos fechados me fazendo ficar literalmente molhado,naquele momento estava sonhando ou acordado?/

Meu senhor que homem!,é tão bom,mais acabo por agarrar seus dois braços o afastando de forma delicada e o observo,suas safiras me engoliam de uma forma desejosa.

-Daiki o que está fazendo?.-Falo com a vontade de voltar a beijar seus lábios rosados e inchados.

-Hora estou me divertindo Bakagami.-Diz ele com um sorrisinho no rosto,agora já não restava duvidas,estava acordado mais não sabia que Daiki também curtia homens...Isso para mim era novidade,uma boa felizmente...

Ele provavelmente não desenvolverá algum sentimento por mim mais a essa altura já não importava,Daiki se aproxima novamente,pedindo passagem com a língua que voltama se tocar e se explorar,travando uma batalha feroz e memorável,sua boca quente e deliciosa e essa sensação era um vício,e um daqueles que não me importaria em possuir..

Com as mão em meu abdômen,Daiki,aparta o beijo e é visível que estamos ofegantes pela falta de ar,ele roça nossos membros em sinal de desejo,coloco minhas mãos em sua cintura,seus olhos azuis me consumiam prazerosamente e lentamente.

----------------Kagami Off-------------

---------------------Aomine On----------------

Minutos atrás Taiga estava lindo seu abdômen a mostra depois do banho,aqueles músculos,homem ou mulher para mim não importa o prazer que sinto na hora de comer eles,isso sim importa,os cabelos avermelhados e olhos de rubis selvagens dele me deixa tão exitado,sua face levemente corada,minhas mãos passeavam entre seus músculos definidos e mais um beijo se inicia,ele é ótimo.

Já á algum tempo queria vê-lo desta forma,completamente a esmo em minhas mãos,quero vê-ló gemer e chamar meu nome, se contorcer embaixo do meu corpo enquanto o penetro,nossa como desejo isso,tudo nele é lindo,livre,selvagem,domina-lo será uma honra.

Exploramos cada canto de nossos corpos e apartamos o beijo quando ouvimos vozes no corredor,ele segura meu braço me colocando de lado,sério iriamos parar bem aqui..Acho que não Taiga..Sussurro em seu ouvido.

-Oque vou fazer com isso?-Taiga cora instantaneamente.-Assuma a responsabilidade.-Ele estava ereto por igual já não havia volta,o puxo para a cozinha,o mesmo me segue sem protestar,as vozes ainda podiam ser ouvidas mais isso não importava muito nessa situação.

Faço-o agachar em minha frente e abro a calça deixando aparente minha boxer tom vinho,mexo os lábios sem som para não sermos ouvidos,"chupa''.Taiga agora levemente corado acata meu pedido,retira meu membro e inicia um boquete lento.Solto um gemido,ele é bom devo admitir sua boca era quente e molhada me fazendo querer mais e mais,ele retira de sua boca e lambe vagarosamente a glande e volta a colocar tudo na boca.

Ele chupa com vontade,acabo por dominar a situação agarrando seus fios ruivos e fazendo movimentos de vai e vem fodendo sua boca,o mesmo já estava exitado com aquilo,que pervertido,ou nessa situação o pervertido era eu.

Meus pensamentos aos poucos se esvaíram e preencho sua boca com meu sêmen,o coloco sobre o chão e beijo-o novamente,ele havia engolido tudo sem deixar nada,estava exitado novamente,dou pequenas mordidas e lambidas em seu abdômen deixando marcas por todo o seu belo corpo,seus mamilos são tão rosados,chupo-os fazendo Taiga gemer baixinho,levo dois dedos a sua boca que são lambidos,sorrio,ele é incrível,as vozes ainda ouvidas nós faziam ficar ainda mais eretos,a sensação de sermos pegos era oque nos proporcionava tal prazer.

Levo meus dedos a sua entrada rosada pulsante,penetro um dos dedos o fazendo sentir dor e em resultado agarrasse minhas costas arranhando levemente,o beijo para distrair e para tentar faze-lo relaxar,faço movimentos de vai e vem em seu membro,coloco um segundo dedo,Taiga geme entre o beijo,meus movimentos ainda persistem,com a outra mão com uma masturbação lenta o fazendo apartar o beijo e me puxar para si,ele morde meu pescoço me fazendo por um instante sentir uma breve dor,ele lambe em seguida.Minha sanidade e auto controle,espera o que e isso ?!, o puxo para ficar de quatro e sem avisar o penetro de maneira firme mais não brusca,fazendo-o conter o gemido,mais por quanto tempo?

As estocadas acertam sua próstata o fazendo arquear a coluna em busca de mais prazer,meus movimentos encistem,já estava ofegante e com a respiração descompassada,lá dentro é quente apertado,tão bom,sua expressão de estar totalmente entregue só fazia com que minha tesão aumentasse,podia fode-ló a noite toda,o dia inteiro sem me cansar,mais como somos humanos estávamos no limite.

Aumento a velocidade das estocadas e Taiga não consegue segurar e solta um gemido rouco fazendo as vozes do corredor sessarem em busca da autoria deste gemido,ouvimos passos e quando estavam perto o suficiente para sermos pegos atingimos o ápice,deixei-me por preencher todo o interior de Taiga enquanto o mesmo deixara uma corrente de sêmen em meu abdômen,erótico não?,passo a língua no lábio superior.

( Autora ) Quando as luzes da cozinha foram acessas se encontrava Satsuki e Midorima os mesmos se entreolharam,ao chegarem na cozinha estava deserta,nenhum sinal de nada ou alguém eles sorriram como bobos.

-Eu juro que tinha visto sons vindos daqui Midorima.-Diz Momoi inflando as bochechas rosadas,Midorima arruma os óculo.

-Sim,sim.-Fala em um tom de despreocupado e de desinteresse. ( Autora )

------Quarto (Aomine Daiki)-------

Não acredito no que acabamos de fazer eu transei com Kagami Taiga,certo eu sinto uma grande atração por ele?,Sim.Tenho sentimentos por ele?,Não,Isso se repetiria?,Por mim talvez.Sexo com Taiga é intenso e prazeroso melhor do que com qualquer um isso era correto dizer,sinto uma atração por ele desde que de derrotará no basket me devolvendo o interesse pelo o esporte,sempre temos um mano a mano mais nunca pensei que poderia ter algo tão....Selvagem..

Após tomar um banho resolvo acalmar e ir dormir para não pensar tanto,até por que isso foi só sexo,certo?.Adentro os cobertores e as expressões que Taiga fazia naquele momento eram realmente provocantes,sorrio,deixando a mente descansar depois de algo tão bom e exaustivo.

---------Quarto (Kagami Taiga)--------

Acabei de fazer com o homem que eu amo sério isso?,to totalmente confuso mais foi tão exitante e...e...Superficial..Lágrimas começam a rolar de meu rosto,deveria estar feliz certo já que tive a pessoa que amo em meus braços por algum tempo,e amanhã,voltaríamos ao normal.Vou até minha cama secando as lágrimas que ainda rolam, quando Midorima adentra o quarto e arregalá os olhos ao me ver naquela situação desvio o olhar enquanto o mesmo se aproxima e me puxa para um abraço.

-Olha eu realmente não gosto de você.-Fala em um tom sério.-Mais sei pelo que ta passando e acho que deveria acabar com isso falando com ele..

Midorima se levanta e vai para o banho,falar com ele?,talvez mais agora só quero descansar e pensar sobre como reagir amanhã...Eu te odeio Ahomine,falo enquanto caio em sono profundo.

Acordo de manha levantando e sentando na cama,encaro o chão meio perdido,tudo havia sido tao rápido,lindo,e superficial,eu e Daiki fizemos na noite que passará,mais provavelmente ele reagira da mesma forma,indiferente,meus pensamentos são interrompidos pelo esverdeado.

-Kagami arrume minha cama.-Midorima fala em um tom autoritário e resolvo nem contrariar,noite passada,confesso,senti me bem quando me abraçou mais isso não passou de instinto,por ele ser meu ''amigo''. Resolvo encara-ló o mesmo está em uma regata verde musgo, e uma bermuda preta de algodão,nunca fomos muito próximos mais desde de que chegamos ali parece que estamos mais ''íntimos'' não de uma maneira ruim,claro.

Depois de arrumar a cama Midorima toma o café que lhe entrego,e que eu mesmo fiz,depois pega um livro e senta embaixo de uma arvore do quintal espaçoso,bom na verdade este campo é enorme parece ser um lugar que a família de Akashi possui e o mesmo pedirá permissão pra levar alguns amigos e passar as ferias que foi concedida,daqui a pouco vamos conhecer alguns lugares aqui por perto,Satsuki havia me informado que tem uma quadra de basket,e claro eu não poderia deixar essa passar em branco então já tratava de voltar ao quarto e pegar uma roupa confortável,uma regata branca e uma bermuda cinza clara.

Após uma corrida para me aquecer vou para perto de Midorima e o mesmo ainda não largara o livro de sua mão,vejo Diaki na porta com Satsuki logo atrás a mesma nós vê e dá com a mão toda animada.

-Kagami-kun,Midorima-kun.-A mesma atraiu a atenção de Daiki para nós,me fazendo desviar e levantar,Midorima olha de canto com um sorrisinho no rosto.Alguns segundos passaram e os dois já estavam em nossa frente.

-Bom dia,Kagami-kun,Midorima-kun-Diz sorridente e radiante,enquanto Daiki me observa.

-Bom dia.-Midorima responde indiferente.

-Bom dia.-Devolvo com um sorriso forçado que é percebido por Momoi.

-Kagami-kun você está bem.-A garota se aproxima em expressão de preocupação,coloco minha mão sobre sua cabeça.

-Estou não se preocupe talvez um pouco cansado.-Midorima interrompe a conversa com um sorrisinho.

Desculpe forcei demais ontem a noite.-Eu e Momoi ficamos sem expressão,ainda sentia os olhos de Daiki sobre mim,aos poucos a face da garota de cabelos pétalas de sakura estava vermelha e soltou a bomba que estava em sua cabeça.

-Não sabia que vocês tinham esse tipo de relação.-Fiquei tipo ?!! oiii Midorima bateu a cabeça no caminho ou foi alguma sequela,neste momento olho para Daiki sem saber oque falar mais o mesmo ainda estava indiferente,sinto um aperto na garganta mais contenho-o.

-Não temos.-Falo recompondo-me e fazendo Midorima rir,na verdade neste momento acho que é uma curtição com a cara da Satsuki já que á mesma estava confusa e fazendo uma cara de abestalhada.

Depois de um tempo voltamos para dentro da casa,ficamos até depois do almoço e Daiki continuava me ignorando ou não,na verdade não é como se ele realmente estivesse somente não tinha algum assunto.Após todos terem almoçado fomos dar uma volta,o assunto por sua vez basket realmente devia estar animado já que basket é tudo para mim mais nessa situação apenas o Ahomine vinha a minha mente e o mesmo estava falando com Satsuki e a garota toda animada,serio quer que eu vomite aqui mesmo?,não me importo a sim que tal desgrudar dele,já que ele fez sexo comigo,COMIGO,sinto um caderno batendo na minha cabeça com força e chamando a atenção de todos a frente para o fundo aonde eu me encontrava,Midorima sério de novo esse cara oque ele tem comigo,o mesmo sussurra e meu ouvido.

Seus ciumes está muito transparente.-Ao ouvir aquelas palavras sinto um leve rubor em minhas bochechas,coro como o tom de meus cabelos,um intenso vermelho,saio pisando firme e envergonhado pelas palavras do maior,sem notar os olhos ardentes e de azuis profundos de Daiki que por mim não foram percebidos,os garotos ao redor cochichavam entre sorrisinhos,Midorima escondia o seu por trás de um semblante serio.

-----------------Kagami Off---------------

----------------Aomine On---------------

Satsuki estava pegajosa desde nossa conversa com Kagami e Shintaro mais cedo afirmando que havia ocorrido algo com o garoto de cabelos avermelhados,o mesmo estava agindo um tanto avoado,confesso,e até mesmo eu percebi isso poderia ser ocorrência do que ocorrerá na noite passada,talvez esteja pensando demais,achei a aproximação de Shintaro um pouco incomoda,o mesmo estava sempre com Taiga desde que chegará ali,ou será ao contrario seria Taiga que queria a companhia de Shintaro,aquele Bakagami me fazendo pensar nele todo esse tempo.

Neste momento estamos dando uma volta meio sem rumo,já que não viemos aqui para ficar trancados,não mesmo,ouço um barulho atrás e me viro voltando a atenção para a cena que ocorrerá de Shintaro e Taiga se aproximando depois de algumas palavras ditas do outro Taiga cora na mesma hora,ele vem andando firme e passa por mim e os outros que cochicham,seu rosto corado me fez ficar muito irritado olho de volta para Shintaro o mesmo me lança um sorrisinho que logo se desfaz,fico realmente puto,ele pode fazer aquela expressão,porem ela só deveria ser vista por mim,fecho os punhos para me conter e milhões de pensamentos tomam conta,me irrito e volto para a casa me jogando na cama e não ligando para mais nada.

-------No meio da tarde-------

Algum tempo depois ainda sonolento levanto retirando a camisa e jogando-a sobre a cama,aquele calor realmente irá me matar,me abano com as mão saindo do quarto,e ao chegar na sala encontro Kise e Kuroko...Abraçados hamm,humm calma,processando....Finjo indiferença e Kise que se encontrava adormecido nos braços do menor mostrava total calma,Kuroko por sua vez levou a mão a boca fazendo um gesto para não fazer barulho,não por eles mais resolvo não fazer escândalo e saio.

Após andar por um tempo vejo o garoto de cabelos avermelhado deitado sobre a grama,penso como ele estava na noite passada tão lindo e sexy,opa opaa crescer demais não faz bem,pigarreio,chego sem ruídos e me agacho ao seu lado observo sua expressão de adormecido levando minhas mão sobre seu rosto,e aliso seus cabelos levando os para trás,como ele pode ser tão lindo,e aquela boca rosada somente me pertencia e eu iria fazer com que chamasse somente a mim,selo nosso lábios em um selinho demorado e do qual jamais desejaria sair...

Segundos após o breve selinho que depositei na boca de Taiga,deito ao seu lado na grama,essa é uma das melhores sensações que já tive...Me apaixonei por Taiga ?,isso é fato...Ciumes do Shintaro ?,aponto de arrancar seu pescoço,mais o garoto de cabelos avermelhados sentia o mesmo ?,será que se contasse meus sentimentos o menor os aceitaria,afinal nós só tivemos um momento de desequilíbrio e acabamos por sucumbir a nossa natureza.Meu pai esses pensamento estão me matando,observo o garoto ao lado ainda adormecido calmamente,queria acorda-ló e gritar que é meu que deseje somente a mim,que clame por mim mais se o fizer ele aceitara ou rejeitara,valera a pena a vergonha do risco de uma rejeição?...Se por um acaso ele aceitar....Affs preciso esfriar a cabeça.

Depois de um tempo andando minha mente continua uma bagunça,nunca havia amado alguém de verdade,todos os parceiro que tive até o momento queriam apenas o sexo,o prazer de uma noite,mais sinto que com ele é diferente,quanto mais eu penso, mais minha mente vagueia em sua direção..Ouço passos chegarem,em minha frente se desmascara um garoto de cabelos feito esmeralda e olhos da cor da mesma,Shintaro,ele está sério mais sinceramente nada de bom vem de uma conversa com esse cara, o mesmo ainda estava grudado com Taiga desde que chegamos aqui,ele me irrita.

-Aomine queria te falar algo.-Ele me olha de uma maneira séria mais sinto uma ironia em seu olhar.

-E o que séria.-Falo em tom de indiferença já que nada desse cara me interessava.

-Eu vou me declarar para o Taiga.-Aquelas palavras cuspidas soaram como um tapa na minha cara,ele com oque é meu nem fodendo.

-Hum,e oque eu tenho haver com isso.-Não vou demostrar minha fúria para alguém como ele,cerro os punhos.

-Só queria te alertar que acho que vou ter uma boa resposta.-Ele arruma os óculos e me manda um sorriso malicioso,a expressão de indiferença no meu rosto se tornou em irritação meus punhos antes cerrados se encontravam fechados na face do garoto a frente jogando o no chão,eu mesmo me surpreendo com meus atos mais jamais aceitaria Taiga com outro alguém.

-Hum que bom,boa sorte.-Falo sarcasticamente enquanto volto a casa do campo.


-----------------Aomine Off----------------



-----------------Kagami On-----------------


Desperto e ando vagarosamente até a casa mais no caminho,penso que deveria desistir de meus sentimentos por Daiki mais somente de pensar em algo como isso meus olhos já se enchem de lagrimas e sou incapaz de prosseguir com tais situações,eu amo o Ahomine isso já é evidente,e abandonar estes sentimentos não são uma opção,mais encara-ló é ainda mais difícil,conviver com a dor de ser rejeitado por ele não aguentaria tal coisa,ao chegar na sala Kise e Kuroko estavam dormido juntos no sofá,alguns poucos com a mesma informação sabiam que os dois mantinham um relacionamento a dois meses e eu estava aliviado já que os dois se davam tão bem,Atsushi e Akashi não sei muito sobre eles já que não somos exatamente amigos mais tenho minhas suspeitas.

Ao chegar na porta do meu quarto ouço ruídos mais adentro-o da mesma forma tenho a visão de Daiki deitado espojadamente na minha cama,que homem,mais sem tempo para dizer qualquer palavra o mesmo me olha fixadamente e se senta me encarando com suas safiras Ooh se controle Kagami.

-Taiga eu acho que gosto de você.-Aquilo criou milhões de sinfonias em minha mente suas palavras são músicas pare meus ouvidos,mais tudo que pude responder neste momento..

-Eu também acho que gosto de você Daiki.-Nós olhamos por mais um instantes.Porra Taiga você acha,nossa como sou idiota mesmo sou um Bakagami,mais se essas palavras possuem mínimos sentimentos vou faze-ló ser incapaz de sobreviver sem mim.


--------------Aomine On----------------


Nós entreolhamos por segundos me levanto e vou em sua direção,o mesmo recua um passo me fazendo parar e observa-ló,seu rosto está levemente corado e me faz pensar como ele podia ser tão lindo e sexy dessa forma,ninguém havia mexido com meus sentimentos desse modo,ele me olha com uma expressão selvagem,já que por sua vez seu olhos possuem um vermelho intenso,o mesmo segura meus braços dando um leve selinho,fofo,foi oque pensei no momento.Quando suas mão usavam menos força me libertei levando a mão esquerda em sua nuca aprofundando o ato e beijando-o intensamente,minha mão direita vai a sua cintura o trazendo mais perto de mim,o beijo continuava incessante parecia que estávamos saciando anos de desencontros e naquele instante estávamos libertando toda essa carência.

Após aquele beijo que me fez ''subir'' não tinha volta e não podia parar,e é claro Taiga estava da mesma forma,ambos desejamos um ao outro e isso nós fazia sentir tão bem que procuramos ainda mais o contato,o levo até a cama beijando-o novamente com mais intensidade se é que isso é possível,acabo por lembrar do que Shintaro me disse,irá se declarar mais Taiga já me pertencia,aparto o beijo desviando o olhar,percebo que ele fica confuso então resolvo contar e lhe perguntar se já sabia de algo.

-Ei,você sabia que o quatro-olhos..-Faço uma pausa medindo minhas palavras.-disse que ia se declarar pra você.-Por fim termino-a assim,reparo que ele me olha espantado e sorri.

-Isso é impossível.-Ele fala com certeza em seu tom,mais ainda algo me incomoda.

-Impossível,e por que séria.-Falo com mais afirmação do que pergunta

-Mydorima está junto com Takao.-Fico paralisado imaginando esse casal extremamente peculiar.

-Sério isso aquel....-Sou interrompido pelo um riso que Taiga emana logo prensando sua mão contra a boca na tentativa falha de se controlar,ele havia feito isso para me provocar e perceber meus sentimentos que cara,não sei se agradeço ou se arranco sua cabeça,bom um belo de um soco ele já havia levado.Abraço Taiga que para seu sorriso bobo e retribui.

-Taiga eu te amo.-O mesmo aperta meu corpo contra o dele,aprofundando aquele abraço.

Logo iniciamos um novo beijo calmo e prazeroso,ambos abraçados ofegamos em desejo,nossos corpos estavam se fundindo em meio ao prazer desejando um ao outro intensamente,desso minhas mãos a sua barriga passando levemente os dedos,o sinto arrepiar-se sorrio em satisfação,separamos nossos lábio para recuperar o fôlego,Taiga arranha deliciosamente minhas costas me fazendo morder o lábio inferior.

Sem aviso prévio levo minha mão a sua intimidade apalpando e acariciando por cima de sua box,estava ereto e molhado,fazendo-me latejar por dentro daquela calça apertada,sento-o sobre minhas pernas sua expressão de prazer me fez sorrir maliciosamente ,retiro ambos os membros necessitados,esfregando-os calmamente,segundos depois intensifico os movimentos de vai e vem,ouço os gemidos contidos e manhosos do meu parceiro,o mesmo segura meus ombros agarrando levemente,um alerta que ele estava para...gozar,não demorou muito me desmanchei junto do outro ambos cansados deitamos um ao lado do outro.

Seus olhos fechados e respiração pesada me faziam observar a pele branca e deleitar-me com seu sorriso,isso é oque eu precisa e não me dei conta abraço o mesmo repentinamente mais ele retribui adentrando meu peito e se confortando.

-Taiga eu te amo.-Faleifazendo-ocorar violentamente com as palavras já ditas,mais o mesmo sorri.

-Eu te amo Daiki.-Étudo que eu precisoouvir.




April 29, 2019, 10:09 p.m. 0 Report Embed 119
The End

Meet the author

Sayury Misaki ♛ Bem Vindo ao meu perfil ♛ --Otaku ⚓ --Fujoshi ⚓ --Gamer ⚓ --Signo de Gêmeos ⚓ --Gênero Musical preferido é Eletrônica ⚓ --Matéria preferida História ⚓

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~