Usuratonkachi Follow story

sunnybunny Sunny Bunny

Era uma tarefa árdua e dolorosa amar Uchiha Sasuke, pensava Naruto. Entretanto, nada no mundo jamais fora e nunca seria mais prazeroso que ouvir aquele apelido ofensivo ser proferido pelos lábios finos que desenhavam um pequeno sorriso ao dizê-lo. “Usuratonkachi.” Naruto já ouvira aquela palavra sendo dita fazendo uso das mais diversas entonações de voz, mas ansiava mesmo por uma específica; baixa, rouca, desejosa, extasiada, presente apenas em seus mais culposos sonhos e em seus nada castos devaneios. Naruto ansiava, enfim, pelo dia em que teria o coração de Sasuke batendo junto ao seu. [NaruSasu/+18/One-shot/Slice Of Life/UA]


Fanfiction Anime/Manga For over 18 only.

#romance #drama #yaoi #slice-of-life #lgbtq+ #lemon #naruto #sasuke #narusasu #sasunaru #ua #angst #sns #teenage
Short tale
14
5.4k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Usuratonkachi.

Hello, children!

One-shot feita para participar do segundo desafio de um grupo no Facebook (link nas notas finais), portanto é curtinha e eu não tinha certeza de como classificar, já que o lemon é leve, então para não ter erro, mandei logo um +18ão dkjljvjkvnk espero que não se decepcionem por conta disso.

Aos fãs de The King Of Fighters, me perdoem se fiz alguma alusão errada ao jogo e não desistam de mim; joguei essa versão pela última vez quando tinha uns 9 anos de idade, sooooo... MAS EU AMO DEMAIS ESSE JOGÃO DA PORRA AMORES

Também cito muito Metallica e até Oasis, então não me perguntem por que tanto dos meus gostos pessoais em uma fanfic feita para um desafio; apenas aceitem que sou doida.

No demais, apreciem a leitura!

Nos falamos na notas finais.

[att; 27/01/17; 22h22] CAPA NOVA! Um presente maravilhoso e inesperado da pessoa mais amável do mundo; LUMA, EU TE AMO ♡ Edição e montagem por @lumii_uchiha, muito obrigada! Nos casamos quando nos encontrarmos!


[x]


      — Oh, não! Nem me venha com essa, Teme! – Naruto resmungou por entre dentes enquanto se contorcia no sofá ao lado de Sasuke. Não podia ajudar-se! Precisava extravasar toda aquela tensão de alguma maneira, e contorcer-se era a única forma de encontrar algum alívio para seu corpo e mente hiperativos. Sasuke estava acabando consigo! – Não! Ah, pelo amor de Deus! Foda-se essa porra toda!

      — Mau perdedor. Usuratonkachi.— Sasuke resmungou com um leve sorriso torto enquanto se levantava e espreguiçava-se languidamente, o joystick que segurara firmemente pelas últimas longas horas finalmente sendo deixado de lado enquanto unia os dedos longos e finos e, voltando as palmas das mãos para fora, alongava os músculos tensos.

      Repentinamente, Naruto tomou consciência da música de fundo mudando ao mesmo tempo em que a camiseta preta que Sasuke usava deslizava apenas um pouco sobre um de seus ombros, desnudando-o o suficiente para mostrar mais do que deveria daquela pele pálida desejável; de Through The Never para Nothing Else Matters. Naruto desviou o olhar enquanto engolia em seco e pensava que aquela era mesmo uma combinação dos infernos.

      — Você deveria parar de roubar as camisetas do Itachi. – Naruto resmungou enquanto mudava de posição no sofá e sentia seus músculos protestarem. Estivera na mesma posição pelas últimas três ou quatro horas.

      — E isso é da sua conta por quê? – Sasuke voltou-se em direção à Naruto apenas para relancear-lhe um olhar atravessado antes de deixar a sala sem dizer mais nada.

      Sabendo que ele logo voltaria, Naruto não preocupou-se com aquele mau humor todo; afinal, Sasuke estava sempre mau humorado.

      Incomodava-o que Sasuke usasse as camisetas de Itachi por diversos motivos, mas nenhum deles incluía não gostar do Uchiha mais velho ou por Itachi possuir gostos questionáveis – muito distante disso, visto que as camisetas estampadas eram as melhores, especialmente aquelas que eram a respeito de bandas. Não; Sasuke era apenas muito pequeno para aquelas camisetas largas, então elas sempre desnudavam um de seus ombros. Aquela visão não fazia bem algum para Naruto.

      Tão repentinamente quanto saíra, Sasuke retornara com uma lata de refrigerante aberta sendo levada aos lábios e Naruto pegou-se novamente observando cada detalhe de seu melhor amigo: cabelos negros e bagunçados que quase lhe tocavam os ombros; pele branca, pálida, facilmente marcável; corpo magro, esguio, oculto por aquela camiseta preta estampada com a capa de ...And Justice For All e uma leve bermuda de flanela que delineava perfeitamente suas coxas quando sentava-se; dedos longos e finos; feições delicadas, porém marcantes; cílios longos emoldurando olhos ônix profundos e dificilmente desvendáveis. Sasuke era o exato oposto de Naruto e, portanto, aquilo que mais desejava na vida.

      Naruto levantou-se e saiu da sala sem dirigir novo olhar à Sasuke, mas sentiu aqueles olhos conhecidos fixados em si até estar fora do alcance destes.

      Entrou no banheiro do corredor e trancou a porta às suas costas. Esvaziou sua bexiga e lavou suas mãos, mas sua mente continuava cheia e sua alma permanecia suja. Como podia nutrir aqueles tipos de sentimentos pervertidos para com seu melhor amigo, o único que já tivera na vida?

       Naruto encarou sua imagem refletida no espelho e mirou-se profundamente em seus olhos azuis. Viu ali, queimando, culpa e desejo misturados tão intrinsecamente que não poderiam ser discernidos se notados ao acaso.

      Não conseguia parar de pensar em Sasuke, nos sonhos que tinha, nas pequenas coisas que via; por exemplo, como quando vira Sasuke trocando-se em seu quarto e, ao invés de simplesmente entrar ou dar meia-volta, ficara à espreita enquanto o moreno despia-se lentamente, como que em devaneio, sua pele pálida mostrando-se mais e mais a cada peça que era tirada, os poucos músculos retesando-se e relaxando enquanto movia-se. Havia uma música tocando ao fundo, como sempre, visto que Sasuke era movido através deste meio, e seu corpo parecia mover-se de acordo, mesmo que Woderwall não fosse o tipo de música que Sasuke costumasse ouvir e, muito menos, dançar.

      De qualquer forma, aquele era um pensamento muito secundário na mente de Naruto, que sentia seu corpo respondendo à figura desnuda de Sasuke; queria colocar suas mãos naquela cintura fina e cravar seus dedos na pele pálida com força, marcando-a; puxá-lo contra seu corpo e esfregar a ereção que sentia apertando-se dolorosamente dentro de suas jeans contra as nádegas firmes de Sasuke; lamber seu pescoço e chupar o lóbulo de sua orelha; sentir Sasuke quente, trêmulo e arrepiado sob seu toque; ouvir sua respiração rasa soltando-se por entre seus lábios entreabertos e arrastando palavras desconexas para fora da boca de Sasuke.

      Não queria ouvir seu nome sendo dito; não. Queria algo mais profundo, mais íntimo, que denotasse que pertenciam àquele momento, que pertenciam um ao outro.

      “Usuratonkachi.”

      Nada no mundo jamais fora e nunca seria mais prazeroso que ouvir aquele apelido ofensivo ser proferido pelos lábios finos que desenhavam um pequeno sorriso ao dizê-lo.

      “Usuratonkachi.

      Naruto já ouvira aquela palavra sendo dita fazendo uso das mais diversas entonações de voz, mas ansiava mesmo por uma específica; baixa, rouca, desejosa, extasiada, presente apenas em seus mais culposos sonhos e em seus nada castos devaneios, como aquele no qual sentia-se preso enquanto observava Sasuke tornar a vestir-se.

      “Usuratonkachi.

      Naruto ansiava, enfim, pelo dia em que teria o coração de Sasuke batendo junto ao seu e, este, Naruto sabia que jamais chegaria.

      — Você é um maldito pervertido. – Naruto sussurrou para seu reflexo, trazendo-se de volta ao presente, e sorriu melancolicamente para si mesmo. Que se fodesse. Enquanto pudesse manter-se próximo de Sasuke, seria o bastante.

      Era uma tarefa árdua e dolorosa amar Uchiha Sasuke, pensava Naruto.

xxx

      — Dessa vez vamos jogar no Advanced! Esse Extra ‘tá uma porra! – Naruto reclamou franzindo os lábios em um grande bico enquanto alterava a jogabilidade e recebia um olhar irritado de Sasuke. Mais um.

      — O Extra é muito similar ao ’94 e ’95; você está reclamando só por que não sabe perder. O fato de o Advanced ser mais parecido com a versão de ’96 não vai te salvar. É um Usuratonkachi mesmo. – Sasuke refutou naquele seu tom de voz baixo e raramente flexível. Naruto apertou o maxilar ao sentir um arrepio subir por sua espinha. Já havia admitido para si mesmo que sua fixação por aquele maldito e ofensivo apelido era doentia, mas não conseguia ajudar-se; não queria, depois de tudo.

      — Foda-se, você sabe que eu não fui nada bem com essas duas versões. Meu negócio é com a ’96 e você está essa dor no rabo toda só por que eu consigo jogar The King Of Fighters ’96 até de ponta cabeça e você nunca será tão bom quanto eu. Vamos de Advanced sim! – Naruto refutou enquanto concluía as alterações e retornava ao menu inicial, escolhendo a opção multiplayer e permitindo que Sasuke fosse o Player 1. Tendo em vista que estava na casa do Uchiha, a cortesia deveria ser estendida.

      Relanceou um olhar para Sasuke e soube imediatamente que estava ferrado; o moreno tinha aquele olhar em seu rosto enquanto fitava a tela do aparelho televisor e montava seu time. Naruto engoliu em seco ao relembrar a última vez em que sua enorme boca havia desafiado Sasuke por sua própria conta e risco e acabara tendo seu traseiro chutado, além de uma briga horrível depois. Nada bom, nada bom.

      Os presságios pioraram ainda mais quando Naruto tomou um momento para processar o time de Sasuke: Kyo Kusanagi, Benimaru Nikaido e Goro Daimon. Hero Team. O time com o qual Naruto costumava jogar. Que Deus o ajudasse.

      Engoliu em seco e repassou mentalmente todas as suas opções enquanto escalava seu time. Seu primeiro pensamento fora escolher Iori Yagami, mas o novo recurso da versão ’97, a qual estavam jogando, só permitia que os personagens derrotados deixassem esferas de poder para o próximo lutador se acaso estes tivessem algum laço de amizade no Story Mode. Nesses termos, Sasuke tinha o melhor time e, se acaso tentasse montar um time com personagens fortes que não estivessem ligados, perderia a vantagem do novo recurso e Sasuke o venceria facilmente. Iori Yagami estava, portanto, fora de cogitação.

      Chris, Shermie e Yashiro Nanakase. New Faces Team. Naruto estava pronto para ter sua bunda chutada, mas não sem demonstrar algum espírito combativo antes.

xxx

      — Meu cu! Não aceito! Quero revanche! Melhor de três e eu fico com o Hero Team dessa vez! – Naruto gritou enquanto apertava furiosamente os botões de seu joystick e Sasuke ostentava um pequeno sorriso zombeteiro.

      — Você nunca vai vencer, Usuratonkachi. Apenas aceite. – Sasuke deixou aquelas palavras assentarem nos nervos sensíveis de Naruto.

      — O que? – Naruto virou-se para Sasuke, o tom de voz perigosamente baixo. Imediatamente, desistiu das configurações de escalação e, retornando ao menu inicial, escolheu a opção Practice Mode. Sem dizer qualquer coisa, levantou-se de seu lugar no sofá, ficou de pé sobre este, foi na direção de Sasuke e sentou-se às suas costas, ladeando Sasuke com suas pernas e braços, o rosto encaixando-se na curva do pescoço do moreno.

      — Mas o que...? – Sasuke, evidentemente, não sabia qual reação esboçar além daquela referente à uma surpresa estarrecedora, mas sua fala foi interrompida por um Naruto muito irritado, que tomou-lhe o joystick e colocou o seu próprio no lugar, trocando-os.

      — Me mostre. – Naruto demandou e Sasuke virou seu rosto na direção de Naruto, as faces tão próximas que Sasuke podia sentir as respirações mesclando-se em um espaço restrito, os lábios tão próximos que um beijo poderia passar por mero acidente.

      — Do que diabos você está faland...? – Sasuke tentou perguntar, mas apesar do rosto de Naruto estar voltado na sua direção, ele evidentemente só tinha olhos e atenção para aquele jogo no momento.

      — Aquilo que você fez. Eu vi você fazendo no Story Mode, mas não consegui fazer também. – Naruto explicou, mas percebendo o cenho de Sasuke ligeiramente franzido, reformulou-se. – Aquela combinação de golpe simples com sequência de especiais, formando um combo.

      Naruto estava pronto para ouvir zombarias de Sasuke se acaso fosse necessário, mas contrariando suas expectativas, Sasuke apenas segurou o joystick que lhe era oferecido e voltou sua atenção para a tela do aparelho televisor.

      — Preste atenção. – Sasuke ordenou, seu tom de voz novamente inflexível. Sentia a respiração de Naruto em seu pescoço e os lábios macios roçando sua pele ocasionalmente, as mãos de Naruto segurando o outro joystick bem em frente às suas, mas recusou-se a tecer qualquer comentário a esse respeito. Enquanto executava os combos, sentia o corpo de Naruto retesar-se em um tique incontrolável que o fazia tentar imitar seus movimentos. Passando o joystick configurado para o Practice Mode pra Naruto, Sasuke recuperou o seu. – Sua vez.

      — Certo, ‘ttebayo. – Naruto disse em um sopro, toda sua atenção voltada para o jogo. E, tal e qual Sasuke lhe ensinara, Naruto, orgulhosamente, reproduzira e adicionara algumas sequências, as quais poderiam ser pensadas apenas por um viciado como ele. Com uma gargalhada vitoriosa, Naruto voltou-se para Sasuke. – O que achou disso, huh? Huh!? Eu sou o cara!

      — Você é mesmo lerdo demais. Usuratonkachi. — Sasuke deixou escapar em um sussurro.

      — O que!? ‘Tá doido? Eu fiz ainda melhor que você! – Naruto exasperou-se ao desligar-se de sua curta vitória pessoal e voltar-se para Sasuke. Era mesmo uma grande dor na bunda esse seu melhor amigo!

      Sem dizer palavra, Sasuke agarrou o colarinho da camiseta de Naruto e colou seus lábios aos dele.

      Era um primeiro beijo desajeitado, visto que Sasuke tinha seus lábios apertados e Naruto os tinha entreabertos e, enquanto Sasuke fechara seus olhos com força, os de Naruto encontravam-se tão arregalados em surpresa quanto podiam. Entretanto, ainda assim, era o primeiro beijo, e claro que eles dariam um jeito de consertar o desconserto.

      Passado aquele breve momento de surpresa, o joystick de Naruto foi abandonado quando suas mãos decidiram que queriam tocar os cabelos de Sasuke e envolveram-lhe o rosto, as palmas aconchegando o maxilar e os dedos agarrando-se aos fios de cabelos negros, puxando-os enquanto os lábios úmidos moviam-se em sincronia, como se já soubessem o roteiro daquele ato da peça.

      Quando as línguas se tocaram, um chama acendeu-se entre seus corpos ao mesmo tempo em que uma nova porta se abria em seu relacionamento, e esta, uma vez aberta, jamais poderia ser fechada.

     Entre ofegos e gemidos abafados, as camisetas haviam sido tiradas e instantaneamente esquecidas. Naruto podia sentir as mãos trêmulas de Sasuke tocando a pele quente de seu tórax desnudo, as unhas curtas marcando-o, deixando um rastro ardente em seu encalço.

      Sasuke não poderia dizer de onde finalmente tirara a coragem para tomar a iniciativa, mas algum dos dois deveria aceitar os riscos inerentes ao primeiro passo e Sasuke simplesmente não conseguia aguentar mais aquela tensão sexual dos infernos.

      Sentiu a boca de Naruto em seu pescoço, sua pele sendo deliciosamente sugada e mordida, aquelas pontadas das dores agudas aquecendo seus nervos e trazendo à tona lágrimas que marejavam seus olhos; as mãos fortes de pele bronzeada apertavam seus quadris com força, fazendo-o mover-se para frente e para trás, aumentando o atrito entre as ereções ainda presas pelas peças de roupa remanescentes e libertando um gemido rouco que estava preso na garganta de Sasuke.

      Nenhum dos dois atrevia-se a falar. Temiam que, se acaso o fizessem, todo o momento seria arruinado e eles veriam que tudo aquilo não passava de um terrível erro.

         A mente de Sasuke estava caótica e frenética, perdida na sensação dos dedos de Naruto em sua boca, indo até sua garganta, e naquele toque quente, úmido, macio e delicioso que eram os lábios e língua de Naruto brincando com seus mamilos, seus dentes mordicando-os e trazendo arrepios e tremores ao corpo de Sasuke.

      Não sabiam precisar o momento em que haviam se livrado das roupas restantes, mas silenciosamente concordavam que tinha sido uma decisão maravilhosa. Os corpos tocavam-se, necessitados, e aproveitavam cada centelha de calor; esfregavam-se e compartilhavam suor e saliva em beijos e toques repletos de libido e volúpia.

      Sasuke gemeu sem qualquer temor enquanto sentia dois dos dedos de Naruto, aqueles mesmo que momentos antes haviam provocado-o dentro de sua boca, entrando em si lentamente, fazendo-o apertar-se em um misto de dor e prazer que jamais imaginara ser possível daquela forma.

      Quando sentiu o membro de Naruto ser posicionado em sua entrada, Sasuke agarrou os cabelos loiros de Naruto e fê-lo olhar em seus olhos.

      — Usuratonkachi. – Sasuke novamente tomou a iniciativa e disse com sua voz rouca e repleta de desejo; naquele momento, ao som daquele apelido tão antigo e familiar, eles souberam que erro nenhum fora cometido.

      Naruto tomou os lábios de Sasuke em um beijo que era metade sorriso e nada jamais fora tão perfeito. Afinal, enquanto Sasuke o chamasse daquela forma, tudo estaria bem.


[x]


Okay, sentem-se, vamos conversar.

Usuratonkachi, para quem não se lembra, é o apelido "carinhoso" pelo qual o Sasuke tratava o Naruto antes de ser levado pelo Orochimaru e o apelido que usou novamente no capítulo #698 do mangá. Vocês choraram, eu chorei, todos choraram que eu sei, então resolvi usar na fanfic.

O desafio do qual estou participando pode ser encontrado nesse link: https://www.facebook.com/groups/211397512621013/permalink/238700776557353/ grupão maravilhoso da porra, super recomendo!

A imagem atribuída a mim que deu temática à fanfic pode ser encontrada através deste link: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=246931272402474&set=p.246931272402474&type=3

Demorei um bocadinho para montar esse plot, já que eu não escrevo nada curto (LUMAAAAA PRA VOCÊ QUE DUVIDOU QUE EU CONSEGUIRIA FAZER ALGO COM MENOS DE 20K OLHA EU AQUIIIII AHAHAHAHAHA ainda te amo mulherão da porra) e escrevi, fiz a capa (aceito doações, by the way; não sei fazer essas coisas jksdhjashfds), revisei e postei tudo hoje, por motivos de que não tenho tempo nos dias nos quais estou trabalhando, então me perdoem por qualquer erro que tenha escapado e, se possível, me avisem se acaso encontrarem algum. Doente e cansada como estou, aposto que tem algum erro perdido por aí sclkxzclxck

Quem pegou um meme ou outro aí no meio, pegou; quem não pegou, perdeu as risadas.

Me desculpem pelo lemon curto, mas espero que, apesar de ter poucas palavras, tenha sido uma leitura prazerosa.

Vou aproveitar as notas finais para dedicar à @larissajusto (TE AMO PRESENTE 1 DE 2 ME PERDOA E NÃO DESISTE DE MIM) e à @lumii_uchiha (O QUE SERIA DE MIM NESSA VIDA SEM VOCÊ), as quais me suportam no Twitter ♥

Deixem reviews com opiniões; uma recomendação seria pedir muito, mas vou pedir mesmo assim AHAHAHAHA Sério, deixem reviews, me ajuda pra caralho ♥

Obrigada pela leitura!

@UmaSunnyBunny

Aug. 1, 2018, 1:16 p.m. 2 Report Embed 8
The End

Meet the author

Sunny Bunny 22yo/Paulista/ENFJ/Escrevo para dar vazão ao sobejante da alma.

Comment something

Post!
Cecilia Jarske Cecilia Jarske
AAAAAAAA amei! Naruto é muito lerdo mesmo, mas que bom que o Sasuke deu o passo inicial e foi um bom ukezinho... *3* hihihihiih
Nov. 19, 2018, 7:11 p.m.
Way Borges Way Borges
Eu adoro um Narutinho pervertido, não sei de onde o povo tirou que ele é um anjo inocente... Velho, ele passou 3 fuck anos com o sábio tarado, mesmo o Naruto sendo uma criatura extremamente lenta, não é possível que não tenha aprendido nada, mas essa é a minha opinião, né?! Queria mais lemon ❤ Bjs
Aug. 4, 2018, 4:02 p.m.
~