Short tale
2
5.3k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Capítulo único. Sorriso!

Neji da duas batidinhas na porta antes de entrar dizendo um “Com licença.” Gaara que estava visualizando um pergaminho levanta seu olhar para o rapas a sua frente.

– Neji Hyuuga. -sibila Gaara surpreso pela visita do mesmo.

– Kazekage-Sama, desculpe pela visita repentina. -se desculpa Neji.

– O que leva você a vim de tão longe? -Pergunta Gaara se levantando.

–Eu estava em uma missão aqui perto, então resolvi passar aqui para te agradecer pessoalmente por ter me ajudado a virar um Jounin. -responde Neji sendo observado atentamente pelo ruivo.

–Você não tem que me agradecer, você mereceu essa promoção por ser bom em ser um Ninja. -argumenta Gaara, apontando para a cadeira a sua frente para o Hyuuga se sentar.

–Você tem razão, mas foi graças a você me avaliar que eu consegui a promoção. -fala o Hyuuga sentando no lugar onde foi indicado. -“Em particular, o desempenho de Neji foi o mais impressionante e recebeu a devida consideração nesse relatório.”- Neji repete as palavras que Gaara avia falado.

–Não menti, e o mérito foi todo seu por ter me salvado mesmo eu não sendo da sua vila. Muito obrigado. -agradece Gaara novamente.

–Eu fiz o que o Naruto teria feito. -afirma Neji.

–Falando nele, já tiveram noticias? -Pergunta Gaara interessado.

–Ele ainda esta em treinamento, Te confesso que ele faz muita falta naquela vila. -Assume Neji relembrando do loiro barulhento.

–Imagino.. -Concorda o ruivo.

Eles ficaram um tempo se encarando, era uma briga interna de quem tinha o olhar mais intenso, Neji decidiu se pronunciar.

–Gaara-Sama, eu vim aqui para te agradecer, eu pensei em várias formas de como fazer isso, e quando eu digo varias formas, eu quero dizer “Varias formas mesmo”. E cheguei ah conclusão de que nada que eu te der vai ser útil, você é o Kazekage-Sama pode ter tudo que quiser. -Neji falava com sua voz calma e sem quebrar o contato visual.

Neji se levantou dando alguns passos parando ao lado da cadeira onde o Ruivo estava sentado, o mesmo olhava com curiosidade. Hyuuga pega na mão do ruivo com delicadeza o puxando para cima, fazendo Gaara se levantar meio confuso.

–Neji aconteceu alguma coisa? -Pergunta Gaara fitando atentamente o rapaz a sua frente.

–Como eu ia dizendo, nada que eu te desse ia ser útil poderia ser facilmente substituído. -fala Neji puxando Gaara para mais perto.

–N-Não entendendo. -Sibila Gaara meio constrangido por estar tão perto do outro.

–Só aceite. -Dito isso Neji o abraça, um abraço quentinho e aconchegante.

Gaara não sabia como reagir, então ele ficou imóvel com os braços caído ao lado do corpo, era a primeira vez que alguém o abraça sem ser sua Irma e seu irmão.

–Gaara-Sama, quando alguém te abraça você deve retribuir não importa quem seja. -Diz Neji com um sorriso pequeno nos lábios.

–É Que eu não sei como fazer. -Assume o ruivo.

–Apenas envolve seu braço em volta da minha cintura, e me aperta como se eu fosse um ursinho fofo. - diz Neji brigando mentalmente com sigo mesmo por dar esse Exemplo cafona.

–A-Assim?- pergunta Gaara envolvendo seus braços em redor de Neji e depositando seu rosto no ombro do mesmo sentindo seu cheirinho tão bom e aconchegante que inconscientemente o ruivo fechou os olhos transpirando o perfume do Hyuuga.

–Às vezes tudo que uma pessoa precisa é de um abraço e nada mais. -Fala o Hyuuga sentido Gaara o aperta no abraço.

Eles ficaram um bom tempo assim, abraçados, ate Neji decidir se separar. Gaara sentiu frio ao se afastar do outro, Quando ele olhou para o rosto do Hyuuga o mesmo estava sorrindo um pequeno sorriso como se quisesse transmite paz ao Kazekage. E de certa forma estava conseguindo. Seu cabelo que antes amarrados estavam caídos sobre o peito, sem querer na hora que Gaara o abraçou ele acabou soltando o cabelo do Hyuuga.

Neji abaixou a cabeça para procurar o prendedor, e assim que o encontrou se abaixa pra pega e quando se levanta algumas mexas caiam sobre os olhos por cima da bandana. Gaara achou graça da careta que o rapaz fez, e sem perceber sorriu um sorriso que não passou despercebido pelo Hyuuga.

–Você fica bem sorrindo. - Neji diz sem pensar.

–E você fica bem de cabelos soltos. -Gaara diz estendendo o braço e passando a mão nos cabelos do Hyuuga que estremece com o toque do Kazekage, abaixando o rosto um pouco corado.

Gaara usa sua outra mão para levantar o rosto de Neji pelo queixo enquanto se aproximava fitando atentamente seus olhos perolados, o ruivo roça seus lábios no do Hyuuga antes de tomar seu lábios em um beijo desajeitado, mas saboroso.

Neji achou que estava sonhando ele nunca em hipótese alguma avia pensado em beijar Gaara e agora La estava ele, sendo segurado pelo ruivo firmemente pela cintura, pois suas pernas estavam bambas.

E o beijo tinha gosto de amora era doce e sem malicia, cheio de desejo e carinho, Gaara pede passagem com a língua que logo foi concedido pelo Hyuuga que sente o ruivo explorando cada canto de sua boca. Neji envolve seus braços em redor do pescoço de Gaara que mantinha suas mãos na Cintura do mesmo, o ruivo puxa Neji para mais perto colando ainda mais seus corpos.

Mas de repente Gaara para o beijo escorando sua testa na de Neji, o ruivo continuou com os olhos fechados em silencio apenas ouvindo suas respirações descompensadas.

–Neji me...

–Não peça desculpa, porque se você pedir significa que você se arrependeu. -Neji fala suspirando.

–Eu não me arrependi, esse foi meu primeiro beijo. -Gaara diz roçando a ponta do seu nariz na do Hyuuga que sente cosquinha.

–Esse não foi meu primeiro beijo, mas foi o primeiro com um homem. -Assume Neji mordendo os lábios.

–Agora você pode dizer que me deu algo insubstituível. - diz Gaara fazendo um carinho na cintura do Hyuuga.

–O que? -Pergunta Neji meio distraído fitando os lábios do Ruivo.

–Meu primeiro beijo. - diz Gaara o obvio.

–Kazekage-Sama eu poderia dar o segundo, o terceiro o quarto..- Não foi intencional, mas a voz do Hyuuga saiu grossa rouca e muito sexy.

Sem deixar Gaara responder Neji o beija dessa vez com mais desejo, O Hyuuga tira a capa do Kazekage começando a desabotoar o colete e a camisa que o ruivo trajava sem pressa alguma, Gaara foi fazendo a mesma coisa eles se despiam lentamente enquanto se beijavam e aproveitavam cada toque um do outro. O jeito que eles se tocavam era com tanto cuidado e carinho como se algum momento eles fossem quebrar chegava a ser fofo. Neji coloca Gaara sentado em cima da mesa ficando no meio das pernas do mesmo.

–Você nunca fez isso? - Pergunta Neji já sabendo a resposta.

–N-Não.- responde Gaara um pouco Tímido ele nunca sentiu tantas emoções ao mesmo tempo isso era muito novo pra ele.

–Acho melhor pararmos por aqui então...-Neji diz meio a contra gosto, sua ereção era visível, a do Kazekage também.

–Por quê? você não quer? Ou não da pra fazer com Homem?- Pergunta Gaara confuso.

–Quero, quero muito. E sim, da pra fazer com outro Homem, Mas vai doer e essa é sua primeira vez tem que ser com alguém especial. - explica Neji carinhosamente dando uma mordidinha no ombro do ruivo que estremece.

–Especial. -Indaga o Kazekage pensando no que realmente significava “Especial”.

Mas era difícil pensar nisso com seu membro colado no do outro, e Neji não ajudava quando chupava e mordiscava seu pescoço, o Hyuuga agarrou o quadril do Kazekage começando a esfregar seus membros um no outro. O frio na barriga a respiração ofegante a excitação à vontade de saber como era transar com Neji Hyuuga tudo se misturou e soltando um gemido baixo Gaara sussurrou no ouvido do outro. “Você é especial para mim” essa simples frase desencadeou algo estranho nos dois que ignoraram e voltaram a se beijar agora com mais liberdade passando a mão um no corpo do outro como se quisessem gravar mentalmente cada cantinho um do outro.

Neji coloca a mão esquerda do Kazekage em cima de seus membros enquanto ajudava o mesmo a masturbar os dois ao mesmo tempo. Gaara solta um gemido prazeroso entre o beijo indicando que estava chegando ao maldito clímax ele queria estender aquele momento mais o contato de pele com pele era muito excitante para se conter. Neji estava no mesmo estado, e com isso ele aumentou o ritmo do movimento das mãos deles fazendo os dois chegar ao orgasmo juntos.

–Droga! -Exclama Neji se afastando.

–O-O que foi?- Pergunta Gaara confuso descendo da mesa. - Eu fiz algo de errado?- Pergunta ele preocupado.

–Não, não, claro que não é que tem alguém vindo. -Explica Neji começando a se vestir.

Gaara começou a se vestir também, eles mal conseguiram se vestir adequadamente e a porta é aberta por Temari e Kankuro. A loira arqueou uma sobrancelha analisando as roupas amarrotadas do irmão. Neji estava escondido no banheiro, se Temari visse suas roupas tão amassadas quanto à do Gaara ela iria ligar as coisas sem falar que seus lábios avermelhados, seus cabelos soltos meio arre virados não iriam ajudar em nada.

–Gaara o que aconteceu?- Pergunta Kankuro franzindo o cenho para a vermelhidão no pescoço do irmão.

–Hã? Nada! Do que você ta falando?- Pergunta Gaara se fazendo de desentendido.

–Seu pescoço, esta vermelho. -Kankuro ia colocando a mão no pescoço do ruivo que desvia.

–Eu to bem, não é nada, se vocês não se importam eu gostaria de ir pra cama sedo. -Fala Gaara tentando agir normalmente.

–Neji Hyuuga já foi?- Pergunta Temari.

–Não, ele ira passar a noite, pois será uma longa viajem. -Explica Gaara não demonstrando seu nervosismo.

–Que seja, estamos indo para uma missão, não saia sem escolta e não evite em avisar se algo acontecer. -Fala Temari preocupada em deixar Gaara.

–Eu ficarei bem, não se preocupem comigo. -dizia Gaara revirando os olhos com a preocupação da irmã.

–Gaara você esta bem mesmo? -Pergunta Kankuro preocupado.

–Sim, podem ir. Quando vocês voltarem eu estarei do mesmo jeito. -afirma Gaara.

–Espero que suas roupas estejam menos amassadas, você já é bem grandinho e deve ser exemplo como Kazekage e usar suas roupas adequadamente. -Briga Temari.

–Kankuro. -Chama Gaara suspirando.

–Entendi. - diz o irmão pegando a garota pelo pulso e puxando para fora enquanto ela reclamava.

Quando Gaara percebeu que seus irmãos já tinham ido, ele solta um longo suspiro e vai ate o banheiro abrindo o mesmo, ele encontra Neji de costa lavando seus cabelos enquanto sai um vapor da água quente que se derramava em seu corpo. O Hyuuga olha por cima do ombro vendo o Ruivo lhe observando como se fosse à coisa mais bela do mundo, foi inevitável não corar sobre aquele olhar penetrante.

–Quer me acompanhar? -Pergunta o Hyuuga se virando deixando seu corpo expostos.

–Você não se importa? -Pergunta Gaara entrando e fechando a porta.

O Kazekage tira a roupa sendo atentamente observado pelos olhos perolados. Assim que estava completamente despido ele entra embaixo do chuveiro junto com o Hyuuga que apoia seu queixo no ombro do ruivo e com um braço circula a cintura do mesmo e com a outra mão começou a passar sabonete em toda extensão de seu corpo, era um gesto inocente, mas o ruivo já estava ficando excitado.

Gaara se virou para Neji que não perdeu tempo em beija-lo, dessa vez era um beijo selvagem e vorás, o Hyuuga deixa a sabonete cair no chão e pegou com firmeza no quadril do ruivo dando impulso para o mesmo subir em seu colo rodeando sua cintura com as pernas. Neji impressa Gaara na parede do banheiro enquanto apreciava a sensação de estarem juntos.

–Gaara-Sama quer ir adiante? -Pergunta o Hyuuga se separando do beijo e fitando profundamente os olhos verdes do outro.

–Quero. -Afirma Gaara mordendo os lábios.

–Isso vai ser um pouco desconfortável. -Avisa Neji introduzido um dedo na entrada do Ruivo que serra os olhos mordendo os lábios.

O Hyuuga começou a movimentar seu dedo ate Gaara se acostumar, então ele introduziu o segundo dedo recebendo um gemido baixinho de dor vindo do ruivo. Neji começou a masturbar o Kazekage enquanto mexia os dedos em forma de tesoura, ao decorrer dos movimentos sincronizados Gaara começou a gemer de prazer e quando o ruivo começou a se mover contra seu dedo o Hyuuga percebeu que já estava na hora.

Neji retira seus dedos passando seu membro na entrada do ruivo, ele teve um pouco de dificuldade para penetra-lo, mas assim que coloca a cabecinha, Gaara solta um gemido de dor que fez Neji parar na hora. O mesmo ia saindo de dentro, mas o Kazekage o abraçou forte mordendo seu próprio lábio e descendo seu corpo contra o pau do outro.

O prazer que Neji sentiu foi indescritível, mas ele sabia que Gaara estava sentindo muita dor. Então o Hyuuga voltou a masturba-lo e mordiscar seu pescoço.

–Logo a dor passa. -Sussurra Neji gemendo por sentir a cavidade do ruivo tentando o expulsar.

–Pode mexer. -Avisa Gaara, ele sabia como estava sendo difícil para Neji se segurar.

O Hyuuga então começou a se movimentar em um ritmo lento, mas logo foi aumentando as estocadas, ele só ficaria satisfeito quando fizesse Gaara gritar de prazer, ele se movimentou de um jeito que acertou a próstata do Kazekage que gemeu dessa vez de prazer, Neji percebendo começou acerta o mesmo ponto propositalmente, Gaara tremia em cima do Hyuuga, seus lábios doíam de tanto que ele mordia para conter seus gemidos. Mas era inevitável e ouvir Neji gemendo em seu ouvido fazia seu pau latejar.

Neji sentiu Gaara estremecer gozando em suas barrigas e sua cavidade se contrair apertando seu pau, o fazendo gozar dentro do Ruivo. Suas pernas sem duvidas estavam bambas, mas de alguma forma ele ainda estava excitado e Gaara percebeu isso.

–Neji..- Chama Gaara baixinho.

–Hn? -Resmunga Neji olhando para Gaara com curiosidade.

– Você ainda não esta satisfeito nê..- fala Gaara.

–Hã, porque você diz isso?- Pergunta Neji constrangido.

–Você ainda esta dentro de mim, eu consigo sentir pulsando parece estar ainda mais duro que antes. - Explica Gaara se remexendo fazendo Neji soltar um gemido prazeroso.

–Vamos para o meu quarto, lá a gente continua. -Fala Gaara mordendo o lóbulo da orelha do Hyuuga.

Gaara sem intenção foi tentar sair de cima do Neji e acabou subindo e escorregando no pau do Hyuuga que novamente solta um gemido prazeroso.

–Gaara não me provoca. -Retruca Neji retirando o Ruivo antes que voltasse a fode-lo ali mesmo.

Eles terminaram de tomar banho se vestiram adequadamente e foram para o quarto do Kazekage, e sem perder tempo Neji já foi tirando a roupa dos dois enquanto beijava o Ruivo com voracidade, sem delongas o Hyuuga coloca Gaara de quatro na cama e sem aviso o penetra com cuidado, pois o ruivo ainda não estava acostumado, mas Neji não esperou muito para começar a se mover.

De quatro na cama, Gaara gemia enquanto Neji o penetrava freneticamente, pelo espelho do lado da cabeceira na cama dava para ver a expressão de prazer do Hyuuga por um segundo os olhares dos dois se cruzaram dando um frio na barriga em ambos que novamente ignoraram esse sentimento. E por instinto Neji acertou a próstata do ruivo varias vezes deixando o Kazekage extasiado, não foram poucas vezes que chegou a cair de bruços para ser novamente suspenso pelas mãos fortes que o erguiam pela cintura trazendo de volta a mesma posição.

Com o mesmo vigor sentiu seu corpo ser virado com facilidade, como se não tivesse peso, para Neji inicia um energético “Frango assado”. Acompanhada de chupadas e mordiscadas em seus mamilos, Gaara arranhava as costas do Hyuuga arrancando um filete de sangue.

Quase sem forças e já exausto viu-se puxado da cama com carinho e certa dominação contra a parede, onde foi prensado enquanto Neji o penetrava novamente com mais facilidade por já estar lubrificado com o pré-gozo do Hyuuga. O mesmo não sabia em qual posição ficar, estar dentro do Gaara era o estopim do prazer que alguém poderia sentir.

E novamente de quatro, só que agora no chão Gaara sentiu que não ia aguentar por muito tempo seus gemidos já eram roucos e se misturava com os do Neji, o ruivo sentiu o pau do Hyuuga pulsando dentro de si e sem conseguir segurar mais se deixou derramar no chão, sentiu jatos fortes dentro de si o preenchendo. Neji sai de dentro do ruivo caindo sentado no chão exausto.

–Não tenho como explicar, o que estou sentindo. -diz Neji abrindo um largo sorriso, plenamente satisfeito.

–Vamos tomar banho? -Convida Gaara se levantando e estendendo a mão para o Hyuuga que a segura, indo para o enorme banheiro que tinha no quarto.

Depois de um longo banho em silencio apenas trocando beijos e caricias. Gaara pediu pra Neji passar a noite, um pouco Hesitante ele aceitou.

Os dois estenderam a cama, Gaara vestia um pijama de seda azul escuro e Neji apenas uma calça de moletom preta, seu longo cabelo estava úmido e por não estar com a bandana ficava caindo sobre os olhos o que atrapalhava um pouco sua visão. Gaara vendo a sena da duas batidinhas na cama chamando Neji para sentar no local. Assim que o mesmo faz Gaara engatinha para mais perto do Hyuuga e comaça a pentear o cabelo do mesmo com os dedos.

Ele puxou as mexas da frente trazendo para trás e amarrando só aquela parta deixando Neji ainda mais lindo. O mesmo se vira para Gaara da um beijo em sua Bochecha e sorri um simples sorriso mais sincero. O ruivo sentiu novamente aquele frio na barriga e dessa vez não pode ignorar ele levou sua mão ate seu peito que batia em um ritmo acelerado. Os dois se deitaram em baixo da coberta, Gaara fitava as costas do Hyuuga e assim ficaram, sem trocar nenhuma palavra, cada um perdido em seu próprio pensamento.

Como Neji estava mais cansado por ter vindo de uma missão e ainda por cima gastar suas ultimas energia com o Kazekage ele fechou os olhos e dormiu facilmente. Gaara não conseguia dormi, era muita coisa para processar. Neji se remexe na cama se virando para o Ruivo que vê sua expressão serena e seu peito que subia e descia calmamente.

–O que é isso que eu to sentindo?- se pergunta Gaara passando a mão de leve pelas bochechas do Hyuuga. –Como eu não avia percebido sua beleza que ofusca a mais linda flor, o seu perfume que me acalma, e você que me fez sentir coisas que eu nunca avia sentindo antes?!- Gaara termina de falar depositando um beijo nos lábios entre aberto do Hyuuga

Neji se remexe novamente se aproximando e depositando seu queixo na cabeça do ruivo, o abraçando inconscientemente. Gaara que agora tinha seu rosto colado no peitoral do Hyuuga decidiu ficar assim sentindo o cheirinho aconchegante do mesmo. E nessa posição ele dormiu desejando que esse momento não acabasse nunca.

(********)

Pela manhã Gaara acordou passando a mão pela cama procurando pelo Hyuuga, mas não o encontrou ele abriu os olhos vagarosamente, por um segundo ele pensou ter sido só um sonho, mas ao se sentar na cama e sentir uma pontada todas as suas duvidas se esvaíram.

–Neji?- Chama o Kazekage se levantando.

Não recebendo resposta ele começou a procurar pelo quarto, mas não o encontrou. Ele parou na varanda do quarto desanimado e meio triste.

–Ele foi embora sem se despedir. -Sussurra Gaara serrando os olhos sentindo um vazio estranho.

–Quem foi embora?- Pergunta Neji do batente da porta.

–Neji?! Eu pensei que você já tinha ido. -Diz Gaara se virando para o Hyuuga.

–Ah, eu tava morrendo de fome e achei que quando você acorda-se também estaria então trouxe alguma coisa para você comer. - Explica Neji.

–Obrigado. -agradece o Ruivo meio constrangido pelo seu desespero antecipado.

–Vem, você precisa de energia. -Chama Neji estendendo a mão para o Ruivo que a segura rapidamente.

Neji conduz Gaara ate a mesa que tinha no quarto, se sentando de frente para o mesmo.

–Você não vai comer? -pergunta Gaara percebendo que o Hyuuga não móvel um músculo para pegar qualquer coisa que avia na mesa.

–Não se preocupa comigo, eu já comi. -responde Neji.

–Ah, claro. - resmunga Gaara começando a comer, de certo modo ele estava com muita fome.

– Gaara-Sama eu preciso ir, se eu me apressar consigo alcançar meu time. -Explica Neji depois que Gaara toma seu café, faz sua higiene matinal e se arruma.

–Entendo. -A voz do Kazekage soou meio melancólica, o que não passou despercebido por Neji que se aproxima pegando firme na cintura do ruivo.

–Não gostei do tom da sua voz, Gaara vou te dizer uma coisa, você sabe que um caso entre um Kazekage e outra pessoa de outra vila não é adequado, ainda mais um homem, é imoral. Se alguém descobrir sobre o que aconteceu eles podem querer tirar você do seu posto. - Fala Neji sendo ouvido atentamente pelo Ruivo.

–Mas..- Gaara tentou argumentar mas Neji o interrompe com um beijo carinhoso.

–Gaara-Sama não diga nada que você não tenha certeza ainda, eu vou pra casa enquanto isso leve o tempo que precisar, para colocar seus sentimentos em ordem. -Neji fala logo em seguida da um beijo carinhoso na testa do Ruivo e se afasta.

–Neji espere. - pede o ruivo segurando a mão do Hyuuga.

–Eu também preciso desse espaço. Vai ser bom para nos dois, adeus Gaara você sabe onde me encontrar. - Dito isso, o Hyuuga solta sua mão e se retira do quarto deixando Gaara confuso e muito frustrado para trás.

Gaara ia saindo do quarto quando seus olhos pousam em uma peça de roupa perto da cortina, o ruivo vai ate à mesma pegando na mão, era a camisa de Neji, ele levou a mesma ate o nariz tragando seu perfume e inconscientemente um pequeno sorriso pairou sobre seus lábios. A única coisa que o Kazekage conseguia pensar era no sorriso nos gemidos na voz no toque do Neji, e pela primeira vez ele entendeu o que é ansiedade. 

May 22, 2018, 11:03 a.m. 0 Report Embed 1
The End

Meet the author

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~