nickykat28 Nicole Melo

Um poeta perseguido pela amargura da súbita partida de seu primeiro amor arquiteta um arriscado plano de vingança visando derrubar todos aqueles que feriram os. Com isto, resolve contratar um detetive novo na cidade para poder encontrar respostas sobre o estranho desaparecimento de seu amado, e em meio a tudo, estranhos sentimentos passam a despertar no coração da dupla, tornando a missão avassaladoramente confusa para os distintos corações. David arriscaria todas suas forças para atingir seus objetivos, valeria a pena por seu coração em jogo novamente? "Minha vida já não tem mais nenhum propósito além deste, estou preso num 'looping' de sentimentos que me matam cada dia mais. Não temo o que pode acontecer a mim, mas sim aos que amo. Por favor junte-se a mim e serei eternamente agradecido."


#12 in Thriller/Mystery #6 in Romantic suspense For over 18 only.

#romance #suspense #lgbtqiap #policial #crime
15
9.6k VIEWS
In progress - New chapter Every 30 days
reading time
AA Share

Prólogo- A decisão


Tomei decisões que para um completo desesperado chegam a parecer planos infalíveis, mas que para alguém um pouco mais sensato são apenas estúpidas e descartáveis (ao menos é o que você pensaria), mais do que idiotas... Tentarei ser ligeiro em informar que “aliei-me” ao meu pai. Dizem para mantermos os inimigos por perto, e decidi seguir tal ditado bem à risca, me infiltrando nesta sujeira e agora nem mesmo sei exatamente por onde começar a falar sobre isso, afinal entender o fluxo desta estranha máfia é algo muito complexo, e a cada nova informação percebo que o problema é muito e mais fundo do que o esperado, nem sequer imagino o que pode acontecer caso me descubram. Ainda não acredito que fiz com que você se envolvesse em um caso tão perigoso, e por isso me desculparei incansavelmente até que um dia eu sinta que realmente mereço seu perdão, pois acredito que jamais conseguirei me sentir capaz de dizer que a culpa não é total e unicamente minha. Se eu não tivesse sido imprudente nada teria acontecido contigo e provavelmente também não estaria tão longe e sem notícias do amor da minha vida , gostaria que o destino não fosse cruel e me revelasse imediatamente

“Onde você está?”

A tristeza tomou conta de todo meu coração, apenas a busca por justiça me move. A doce vingança um dia será saboreada por mim e lhe digo com toda a convicção que todos os envolvidos irão se arrepender dos atos contra ti. Veja só: todos aqui acreditam cegamente em minha conduta, baseados no pensamento pútrido de que aprendi a tal “lição” ensinada há quase 2 anos – tolos – e sei que um pequeno passo em falso colocaria todo o plano em risco, contudo manter a postura do bom filho é algo exaustivo e desumano, já não consigo mais encontrar conforto em minha própria companhia e a todo o tempo sinto falta de algo, algo que já se perdeu dentro de mim há tempos, algo que remete àquele homem que era feliz em sua vida simples, que não era um fantoche e que não se forçava a dormir todas as noites com fortes calmantes. Minha escrita piorou nesses últimos anos, um destino irônico para quem se denominava poeta e devo admitir que já não escrevo poesias com a mesma frequência, tendo apenas uma ou outra perdida no caderno, poesias estas que expressam a saudade e apreço que sinto por meu secreto e perdido destinatário, carinhosamente escolhidas a dedo e então enviadas para aquela caixa postal, nossa caixa postal, abandonada. Não consigo evitar de mandar um enorme e enfeitado cartão em seu aniversário, assim construindo uma farsa de que continua aqui e a crença de que em algum momento todas serão lidas... é o que tem me mantido em sã consciência.

Enquanto isto, pretendo contratar um novo detetive e desta vez o mais discreto e obscuro possível, de preferência estrangeiro. Quanto mais distante dos holofotes e do radar, melhor, pois espero que me tire todas as dúvidas e arranque o quanto antes todo esse peso de minhas costas. Não se preocupe, ficarei bem e faço isto não apenas por mim, mas por nós.


Com imenso amor, do seu eterno admirador que te adora infinitamente,


J.


David sequer entendia o porquê de continuar a escrever ao acordar, havia se tornado instintivo e parte de sua rotina, porém também era como entregar nas mãos do inimigo todos os seus planos. Queria confiar de que jamais encontrariam o local em que as escondia porém pensando desta forma mais “otimista” se sentia um tolo, a sensação de que as coisas apenas vão se tornar piores permanece no fundo de seu coração e ecoa por sua mente a cada segundo em que se da alguma chance, almejava que o universo o desse algum sinal. Pensando nisso que quase se internou em um sanatório, tudo era grande demais para digerir e estava enlouquecendo aos poucos. Nunca fazia as coisas que prometia a si mesmo fazer, desde criança a mesma mania de realizações pela metade e isto de verdade não poderia permanecer assim, ao arregaçar as mangas finalmente encontrou o que queria


Naquela mesma tarde o seu plano estaria em desenvolvimento, e queira Deus que tudo dê certo.





Sept. 8, 2022, 2:43 a.m. 2 Report Embed Follow story
5
Read next chapter Capítulo I- Paranoia

Comment something

Post!
Sabrina Andrade Sabrina Andrade
Olá, sou a consultora Sabrina. E trabalho para uma plataforma de livros digitais. Gostei bastante da sua história. Se estiver interessada em saber mais. Entre em contato comigo através do WhatsApp: 92984759876
June 24, 2023, 18:14
AS Andy Souza
💙💙💙
October 09, 2022, 18:36
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 3 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!