loukaporidols2508 LoukaPorIdols Kelly

Em um reino não tão distante, existia um casal que queria ter filhos, mas o ômega não conseguia segurar o bebê em seu ventre. — A gente vai conseguir Jimin, é uma questão de tempo — Eu não sei amor... Até uma escolha do ômega... — Amor... Procure outro ômega Um romance... — Mas... Eu amo vocês dois! Até o final dessa escolha — Eu estou grávido! “Sacrifícios devem ser tomados para a alegria do reino” — Amor... Esse é meu amigo, Kim Taehyung


Fanfiction Bands/Singers For over 18 only.

#abo #ABO #Vkookmin #TaeKookMin #taekook #vkook #Jikook
3
880 VIEWS
In progress - New chapter Every Tuesday
reading time
AA Share

Esperanças

A sete anos atrás, todos do grande reino de Estátira estavam celebrando a União de seus novos reis. O príncipe herdeiro do trono Jeon Jungkook se casava com Park Jimin, filho terceiro do Reino vizinho. 

A história desse jovem casal era repleta de belos momentos a serem contados, o quão clichê é afirmar que foi amor a primeira vista?

 Jungkook lembra perfeitamente do dia em que viu o pequeno ômega no salão de festas de seu castelo, Jimin também lembra do galante e gentil alfa o puxando para uma dança.

Desde então força alguma foi capaz de separar eles, foram apenas dois meses de namoro e noivado, ambos tinham pressa de serem um do outro e nada mais tentar separa-los.

Atualmente com sete anos de casamento nada mudou, somente o amor deles, esse que a cada dia cresce mais e mais, como é possível eles se apaixonarem a cada amanhecer? Nas inúmeras vezes em que fazem amor o sentimento é o mesmo, nunca o desejo falou mais alto que o amor.

Mas assim como todos os contos de histórias felizes, existiam seus problemas e dificuldades, com apenas um ano de casamento e reinado o rumor andava pelo reino e vizinhança. 

"Vossa majestade ômega não segura filho" 

Com o passar das primaveras o reino ficou abatido, o que seria de suas gerações futuras se os reis não tivessem frutos? 

Todos comentavam, muitos tinham compaixão e tentavam justificar os anos sem herdeiros, mas a grande maioria não tinha piedade de julgar o ômega, o condenavam sem poupar palavrasmuitos desses botamos chegavam até o castelo e eles sempre acabam qualquer alegria de momento. 

Mas Jungkook sempre tentava animar seu pequeno rei, ele sempre diz que logo eles iriam conseguir e que se não... Tudo bem...

Ele não vai mesmo deixar Jimin por motivo algum, talvez não seja vontade dos deuses eles terem um herdeiro, então que diferença brigas irá fazer?

Não importa as circunstâncias futuras, Jungkook jamais irá abandonar seu amado...

[...]


Castelo de Estátira, aposentos dos reis; 


Os longos dedos do rei alfa carinhosamente deslizavam nos cabelos macios e sedosos de seu ômega, esse que estava se entregando ao sono, havia sido um cio intenso para o ômega, mas mesmo debilitado de sono ele insistia em perguntar;

— Vamos conseguir, Kookie? 

O alfa apenas o ninava mais, não queria falar desse assunto nesse momento, queria apenas que seu pequeno descansasse. 

— Kookie... — foi a última palavra dele antes de dormir de vez.

O alfa primeiro teve certeza que ele estava dormindo e se levantou, se vestiu adequadamente como rei, arrumou os cobertores em seu ômega e saiu dos aposentos.

Nos corredores todos faziam referências com sua passagem, ninguém escondia os sorrisos, todos nesse período se enchiam de esperanças um ciclo do ômega significava uma talvez gestação.

Jungkook olhava para os servos atenciosamente, nunca esnobou ou humilhou alguém apenas por ser o rei, mas naquele momento ele procurava um rosto conhecido, havia um servo que sempre estava com seu amado e nesse momento ele o procurava ali.

— Rapaz — ele tocou no ombro do servo, esse que deu total atenção ao rei — cuide do meu ômega, sim?

— Será um prazer vossa majestade — fez uma referência e foi até os aposentos dos reis, Jungkook foi cuidar de suas responsabilidades.

O servo entrou nos aposentos após ter a permissão, na cama estava o pequeno ômega descansando.

— Olá Taehyung — sorriu, Jimin não o considerava apenas um servo, o considerava um amigo próximo.

— Espero que estava bem majestade — foi abrir as cortinas.

— Não me chame de majestade — sorriu e se esticou na cama — somos amigos, Tae. 

— Eu sempre esqueço — sorriu e foi ajudar ele a se arrumar — como foi Jiminie?

— Foi bom, como sempre — sorriu corado — para ser melhor só falta um bebê — alisou a barriga lisa. 

— Terá majestade — sorriu e o levou para o lavabo, lá colocou a banheira para encher — logo teremos um bebê correndo por o os corredores do palácio.

Taehyung não perdia a chance de aumentar as esperanças do rei ômega, talvez seja por isso eles são tão próximos. 

— Sim! Logo eu terei um lobinho em meu ventre.

O servo apenas concordou e começou a lavar o rei, ambos conversaram muitas coisas enquanto alegres e futuras. 

— Não Jimin — riu — eu não terei um alfa tão cedo, eu devo minha vida ao senhores, meus Reis. 

— Você precisa viver também, Tae 

— Já estou vivendo da meneira que me faz feliz 

Ajudou o rei ômega a se secar e depois a se vestir, passou as essências de flores o deixando como sempre muito cheiroso. 

— Obrigado Taehyung, já me sinto renovado 

— Fico feliz com isso — sorriu — vosso rei deve estar o aguardando para o desejum 

— Sim, me acompanhe por favor — ele apenas concordou e foi atrás do ômega.

Jimin era muito amado por todos ali no palácio, por onde passava recebia sorrisos sinceros. Taehyung o levou até a sala de refeições e lá se juntou ao seu alfa. 

— Está bem meu rei? — Jimin se sentou em seu respectivo lugar

— Estou sim meu ômega, mas e você? Não está indisposto?

— Não meu rei — sorriu e ganhou um pequeno selar o deixando mais feliz ainda — Estou com fome 

— Estava aguardando notícias suas — fez um sinal para os servos servirem a refeição 

Não era a função de Taehyung, mas ele ajudou as outras servas a servir os reis, os reis conversaram normalmente e chegaram ao assunto tão delicado que era, o herdeiro. 

— Eu acho que dessa vez deu certo — sorriu contente, em todos seus ciclos ele se enchia de esperanças 

— Sim meu amor, logo teremos nosso herdeiro — sorriu e beijou a mão de seu ômega — tudo dará certo, mas agora seu alfa precisa ir treinar 

— Se cuide meu rei, tome cuidado com as espadas 

— Não tenha medo, sou habilidoso no que faço

— sempre é meu rei — ele recebeu um selar e foi deixado na mesa — Vem Taehyung, sente-se comigo 

Taehyung se assustou com o pedido.

— N-não posso majestade 

— Se não quer vir de bem, então eu ordeno que sente-se comigo — sorriram juntos e ele se sentou como pedido, na verdade ordenado. 

Jimin o fez comer também, então ficaram ali conversando "coisas de ômegas", quando terminaram o desejum foram passear pelo palácio.

— Hoseok? O guarda real do meu alfa? 

— é... — Taehyung respondeu — ele está a me cortejar, mas eu sei que ele apenas quer minha castidade 

— Será? Talvez ele goste de você — embora Jimin seja um rei, ele também era bem ingênuo 

— Ele se deitou com todas as servas da cozinha, mesmo prometendo amor, ele as deixou ao amanhecer. 

— Minha nossa! Então se guarde Taehyung, aceite isso como um conselho, se entregue apenas ao seu alfa 

— Sim Jimin — sorriu — serei apenas de um.


E assim passou o dia todo, quando o sol se recolheu e a noite reinou o rei alfa se juntou ao seu ômega em seus aposentos, havia sim passado uma semana de cio, mas Jungkook queria amar seu ômega novamente.

...

As mãos de Jungkook deslizavam pela pele do ômega, esse que estava cada vez mais entregue. Os toques precisos do alfa o fazia revirar os olhos de prazer. O corpo de Jimin ia de encontro do mais velho, esse que ia e vinha de maneira sintonizada.

As noites de amor deles eram assim, lento, porém fundo. O alfa ia até o final e pressionava deliciosamente um pontinho de prazer do ômega, esse que não conseguia mais dizer nada que fazia sentindo.

As exceções são apenas nos cios, nesses períodos tudo era mais intenso, principalmente quando o cio era do alfa. 

— A-Alfa — choramingou manhoso e apertou os cabelos do amado 

— Isso... Me chame mais — Sussurrou no ouvido dele 

O ômega não sabia mais o próprio nome, revirou os olhos e abriu mais as pernas deixando seu alfa ir mais profundo 

— N-não... Aanw alfa... — ele permitiu se derramar entre os abdômens de ambos 

O alfa também não demorou, se aliviou dentro de seu ômega e o beijou, Jimin apenas retribuiu o beijo como foi empregado a si, com calma.

O alfa se recolheu de seu interior e o abraçou firme, como sempre começou a acarinhar seus fios de cabelos.

— Alfa — o olhou, seus olhos brilhavam de paixão — amo-te demais, alfa

— amo-te igualmente meu ômega — selaram seus lábios devagar — descanse, amanhã saberemos se tudo ocorreu bem. 

Jimin apenas concordou e se aconchegou melhor naquele abraço, na manhã seria o dia de saber se em seu ventre teria um herdeiro, pois na manhã seguinte o ômega teria aquele evento ainda não explicado pelos feiticeiros reais. Ele teria "o sangue".



[...]



May 15, 2021, 10:55 p.m. 1 Report Embed Follow story
3
To be continued... New chapter Every Tuesday.

Meet the author

LoukaPorIdols Kelly apenas mais uma army ✨ desde 2014 💫

Comment something

Post!
Debra Tamires Debra Tamires
MT boa autor (a) vc escreve MT bem
May 29, 2021, 00:06
~