u15514544731551454473 Luiz Fabrício Mendes

O que aconteceria se o maquiavélico Lex Luthor se aliasse à terrível organização Shadow Law, comandada pelo Mestre Bison, para acabar com o Superman de uma vez por todas? Tal questão é respondida nesta história cheia de ação e surpresas. Crossover entre Superman e Street Fighter.


Fanfiction Comics Not for children under 13.

#Akuma #aventura #ação #jogos #jogo #games #game #artes-marciais #luta #Bison #Cammy #Guile #ken #Ryu #Lex-Luthor #Capcom #street-fighter #dc-comics #superman #crossover
2
4.1k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Prólogo

Superman Contra a Shadow Law


"A ocasião em que o Homem de Aço encontrou os mais fortes lutadores da Terra"


Prólogo


Um edifício no centro de Metropolis.

Numa sala de reuniões localizada no último andar do prédio, inúmeros homens de negócios, trajando ostentosos ternos, encontram-se sentados ao redor de uma comprida mesa de mármore. Parecem impacientes. Enquanto alguns olham para o belo e grande lustre dourado que ilumina o local, outros fitam um relógio numa das paredes, que informa faltarem cinco minutos para as nove da noite. Afinal de contas, a que horas ele chegaria?

"Onde estará o senhor Luthor?" – indagou um dos executivos da Lex Corp, agitado. – "Ele não costuma se atrasar para reuniões como esta!".

"Aqui estou!".

A porta da sala se abriu, fazendo com que todos os presentes se levantassem. O poderoso e maquiavélico Lex Luthor surgiu, usando terno roxo e tendo um charuto cubano na boca. Contemplado por seus empregados, o proprietário da Lex Corp sentou-se numa das extremidades da mesa, abrindo uma pasta de documentos.

"Podemos começar a reunião?" – perguntou o milionário sem tirar o charuto da boca, sua careca refletindo a luz do lustre.

"Estávamos apenas aguardando a chegada do senhor". – disse um executivo de óculos, voltando a se sentar assim como os demais. – "Confesso que nos assusta a decisão do senhor de vender boa parte de nossas ações para um empresário desconhecido do Sudeste Asiático!".

"Temos que buscar novos sócios ao redor do mundo, senhor Carter..." – murmurou Lex enquanto examinava seus papéis. – "Mas se isso o incomoda tanto, por que não reclama com ele pessoalmente?".

Mal disse isso, as lâmpadas do lustre começaram a piscar. Os executivos presenciaram tal fato estarrecidos, ao mesmo tempo em que Lex olhava discretamente para a janela na extremidade oposta da sala, através da qual se podia admirar boa parte da cidade. Um vulto humano surgiu do outro lado do vidro, flutuando na vertical, sua capa sendo agitada pelo vento. Qualquer um diria que se tratava do Superman espionando seu pior inimigo, mas logo o indivíduo se aproximou da janela, tomando forma.

O uniforme do sinistro homem era vermelho, com botas e ombreiras de metal, além da capa preta. Usava um quepe que possuía o símbolo de um crânio alado. Seus olhos eram apenas dois globos brancos sem brilho algum, e havia um macabro sorriso estampado em sua face. Ainda flutuando de braços cruzados, o recém-chegado fez a janela se abrir sem nem ao menos tocá-la, entrando na sala de forma assustadora. Apenas nesse instante foi percebido pelos homens de negócios, os quais, trêmulos, viram-se paralisados devido ao medo. Pairando a cerca de um metro e meio acima do chão, o misterioso indivíduo cruzou a mesa na direção de Lex, sob olhares de enorme espanto. O milionário sorria, demonstrando incomum tranqüilidade. Ele já esperava por isso.

"Boa noite, senhor Bison" – saudou Lex, tomado por incrível satisfação.

A resposta do invasor foi uma sonora gargalhada, que fez os executivos encolherem-se ainda mais em suas cadeiras. Nesse momento Luthor levantou-se, retirou o charuto da boca e começou a caminhar ao redor da mesa, enquanto dizia em tom astuto:

"Como sabem, todos vocês votaram contra mim quando quis vender nossas ações ao senhor Bison, e por isso marquei esta reunião para conversarmos... Sabe, às vezes acho que estou cercado de inimigos dentro de minha própria empresa...".

"Mas senhor Luthor..." – oscilou um dos executivos.

"Calado!" – exclamou Lex, voltando a colocar o charuto na boca.

Bison continuava flutuando diante dos presentes, as luzes da sala ainda piscando. O proprietário da Lex Corp voltou até seu lugar, empurrando a pasta que antes examinava até o centro da mesa. Em seguida disse:

"Lendo os papéis dessa pasta saberão o que eu decidi. Agora, se nos derem licença, eu e o senhor Bison precisamos cuidar de assuntos mais importantes!".

Lex e seu sinistro sócio deixaram a sala pela porta que o primeiro cruzara anteriormente, ao mesmo tempo em que os executivos ouviam o som de um helicóptero se aproximando do terraço do prédio. Em seguida olharam por cerca de dois minutos para a pasta de Luthor, calados e ainda atônitos devido à pitoresca aparição de Bison.

Foi quando um deles resolveu apanhar os papéis, irritado com tudo aquilo. Porém, empalideceu assim que abriu a pasta. Fitando fixamente o conteúdo desta, o homem de negócios ouviu uma aterrorizante seqüência de "bips", enquanto um visor mostrava uma contagem regressiva prestes a terminar...

00:07... 00:06... 00:05...

O pobre executivo fechou a pasta, contemplando as faces alarmadas de seus colegas.

"O que há?" – indagou um que se encontrava próximo.

A última coisa que viram foi um helicóptero se distanciando pela janela. Logo depois seus corpos foram engolidos por uma forte e violenta explosão.

Oct. 9, 2020, 7:20 p.m. 0 Report Embed Follow story
1
Read next chapter Capítulo 1: Uma aliança malévola

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 6 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!