We are experiencing some slowness issues in our website. We apologize and thank you for your patience while we continue to work hard to reestablish fast performance.
way_borges229 Way Borges

Deitado em sua cama, ouvindo a chuva que caía lá fora; a parca luz que entrava pela janela iluminava a foto sobre a mesinha ao lado da cama, com grossas lagrimas caindo sem controle de seus olhos azuis, Naruto desejava que a dor parasse, pois ele já não aguentava mais. #NaruSasuNaru (+16) (Angst) (Capítulo Único)


Fan-Fiction Anime/Manga Nicht für Kinder unter 13 Jahren. © Os personagens não me pertencem, porém a história é inteirinha minha. Capa editada por mim - créditos da imagem ao(s) autor(es).

#drama #anime #naruto #sasuke #saudades #perda
Kurzgeschichte
1
3.8k ABRUFE
Abgeschlossen
Lesezeit
AA Teilen

Capítulo Único

Notas do Autor

Oie meu povo lindo, olha eu aqui com uma onezinha bem curtinha pra vocês. Ela estava engavetada, mas resolvi postar, eu não sei se vai fazer o povo chorar, mas ela é meio tristinha.

Espero que gostem e boa leitura


****


Deitado em sua cama, ouvindo a chuva que caía lá fora; a parca luz que entrava pela janela iluminava a foto sobre a mesinha ao lado da cama. O relógio marcava quinze minutos para à meia-noite, e Naruto não sentia sono. Sua mente estava longe, vagando por lembranças de todas as decisões erradas que tomou naquele dia.

Grossas lágrimas caíam sem controle de seus olhos azuis; naquele momento, queria apenas que aquela dor findasse. Próximo das pessoas, Naruto fingia estar bem – não demonstrava o que sentia por tê-lo perdido. Forçava um sorriso, brincava, bebia e falava alto. Ele tinha que ser forte de uma maneira hercúlea para que os outros não percebessem o quão era fraco e que se esforçava para esconder que a saudade o maltratava todas as noites. Naruto não queria que soubesse desmontaria a qualquer momento e que as lágrimas rolavam sem controle pelo seu rosto, devido a doce recordação dos belos olhos negros brilhando em sua direção.

Naruto queria parar de chorar, mas ele não conseguia.

Ele não suportava mais a casa vazia; restou apenas o silêncio que enlouquecia-o pouco a pouco. Sentia falta dos cabelos negros no ralo do banheiro, das longas e intermináveis conversas, do perfume de pinho e menta, do corpo quente unido ao seu, e até das reclamações sobre sua desorganização e da música alta.

Queria ter dito tantas coisas, porém, ele partiu, ostentando sua pose altiva para fingir que não estava sofrendo. Entretanto, Naruto sabia que por debaixo da expressão vazia, Sasuke sofria. Vê-lo partir foi horrível e cruel, mas a culpa era sua – Naruto não negava esse fato.

Estava cada vez mais difícil viver sem Sasuke ao seu lado. Seu cheiro estava impregnado nos lençóis, na sua pele, em suas lembranças; ele estava em todos os lugares que Naruto passava, tudo o fazia recordar-se dele. Com sua ausência, tudo se tornou difícil, a sua vida não tinha cor ou alegria, estava vivendo no automático e no torpor que seus dias se tornaram, apenas conseguia pensar em como estava arrependido de ter o deixado ir. Ficava cada dia mais difícil lidar com a culpa que o sufocava mais um pouquinho, todos os dias que acordava sem Sasuke.

Alguém tinha que parar àquela dor, ele já não aguentava mais.

Se pudesse voltar ao passado, Naruto mudaria tudo. Não teria bebido mais uma dose e não teria retornado para casa caindo de bêbado, pois Sasuke não gostava quando bebia demais porque isso fazia-o lembrar do pai alcoólatra, que batia em sua mãe, nele e no irmão mais velho; não haveria discursão, palavras duras, sentimentos atordoados. Sasuke não teria saído de carro naquela noite chuvosa.

Depois veio a ligação, a voz grossa e apática no telefone com meia dúzia de palavras, que fizeram um estrago em seu coração.

Perdera seu anjo rebelde.

Naruto só podia continuar ali, deitado em sua cama, agora observando a chuva que caía do lado de fora enquanto as lágrimas teimavam em cair. Chorava baixinho lembrando que seu moreno adorava os dias de chuva. Suas noites tornaram-se assim logo após a sua partida.

– Sasuke, eu sinto a sua falta – falou para si mesmo. Sua voz saiu tão baixa e frágil que poderia ser quebrada até mesmo por uma brisa.


****


Notas Finais

E ai meu povo lindo, o que acharam? Nem deu pra chorar né?

Deixem seus comentários e votem, façam esse agradinha a sua autora aqui.

CecyJarskeobrigada pela correção da historia.

Bjus povo lindo, xuxus do meu coração

19. April 2020 02:17:47 0 Bericht Einbetten Follow einer Story
0
Das Ende

Über den Autor

Way Borges Nome: Waynne Borges Idade: depende da ocasião Sou um universo em constante expansão, sempre aprendendo coisas novas e aberta a novas experiências. Tímida no primeiro contato, mas depois o difícil vai ser me fazer parar de falar. Sou gentil, atenciosa e educada com todos e espero a mesma cortesia, entretanto, isso não significa que eu não saiba ser grossa quando necessário. Adoro chocolate, séries, filmes e desenhos. Cachorros e gatos sãos meu ponto fraco, fico toda derretida.

Kommentiere etwas

Post!
Bisher keine Kommentare. Sei der Erste, der etwas sagt!
~