Manhãs de Domingo Follow einer Story

anacchan Anacchan

Ele sorriu, sorvendo um pouco do seu chá, tornando a observar o outro, que ainda estava imerso na leitura. Sim... era mais uma manhã comum de domingo.


Fan-Fiction Anime/Manga Nicht für Kinder unter 13 Jahren. © Os personagens pertencem a Tadatoshi Fujimaki.

#cotidiano #knb #oneshot #kurobas #kiyohana #yaoi
Kurzgeschichte
0
1.8k ABRUFE
Abgeschlossen
Lesezeit
AA Teilen

Capítulo Único

O cheiro de café fresco pairava pelo ar. Estranhamente, diferente do gosto, seu cheiro lhe agradava de uma forma inexplicável.

Acabara de acordar, rumando para a cozinha. Uma música calma e baixa, um misto de piano e outros instrumentos eruditos, vinha do mesmo local. Certamente, seu companheiro estava em seu ritual matinal dos domingos. Já era de praxe acordar ao primeiro dia da semana com cenas como aquela. Sabia que Makoto odiava acordar cedo, mas, por conta da rotina corrida de professor universitário, o maldito relógio biológico, assim como ele dizia, não lhe deixava agir como gostaria e o acordava sempre antes das oito da manhã, mesmo tendo folga. Não costumava lhe acordar. Apenas fazia seu café e se sentava na poltrona da varanda, segurando um livro em mãos. Já conhecia a rotina de seu parceiro e mesmo assim jamais deixaria de admirá-la.

Chegou a cozinha, abriu o armário, retirando uma caixinha de seu chá. Eram opostos até nisso. Como café, Makoto poderia ser um tanto amargo, porém, não deixava de ter aspectos particulares que roubassem a atenção e admiração de terceiros. Teppei, por sua vez, além de preferir o gosto suave das ervas misturadas à água quente, possuía uma personalidade um tanto calma, assim como o gosto que aquele líquido, por vezes adocicado, por vezes apenas macio, trazia ao paladar.

Esquentou sua água, colocando o sachê ali dentro, assim como em todas as manhãs de domingo. A música havia mudado, porém, continuava na mesma pegada calma. Apesar da personalidade um tanto confusa de Hanamiya, sabia que esse tipo de som o ajudavam na concentração. Após cinco anos juntos, observava e conhecia todas as manias e hábitos do outro.

Kiyoshi chegou à sala, olhando em direção à poltrona da varanda e lá estava o moreno, como em todas as manhãs de domingo, sentado sentindo brisa que entrava pela janela, enquanto folheava um enorme livro com letras absurdamente pequenas, ao que julgou Teppei. Ele sorriu. Gostava de apreciar essa imagem. O moreno parecia entretido e calmo, muito ao contrário do que mostrava em seu dia-a-dia.

Se aproximou, abaixando-se lentamente para alcançar a bochecha do menor, que levou um leve susto ao sentir a aproximação repentina.

— Bom dia. — Teppei disse, acariciando os fios negros do outro, que o olhou com um semblante sereno.

— Bom dia. — respondeu, tornando a olhar para seu livro. Nada que surpreendesse o mais alto, apenas riu baixo percebendo que nada mudara.

Ele se sentou ao sofá, próximo do outro, bebendo seu chá lentamente, enquanto olhava para o rapaz pálido a sua frente. Gostava do que via de uma forma que nunca imaginou que faria. Era completamente diferente das quadras. Nem mesmo sabia em que momento havia caído de amores para aquele homem que sempre se mostrou um tanto ácido. Olhando-o dessa forma, sequer parecia a mesma pessoa.

Teppei olhou para a janela, algumas cenas se passavam por sua mente e não conseguia encontrar explicações para algumas delas. Um calor confortável tomava seu peito ao perceber a que ponto aquela rixa de ensino médio, por mais perigosa que tivesse sido, havia chegado.

Ele sorriu, sorvendo um pouco do seu chá, tornando a observar o outro, que ainda estava imerso na leitura.

Sim... era mais uma manhã comum de domingo.

3. August 2019 02:55:53 0 Bericht Einbetten 1
Das Ende

Über den Autor

Anacchan 21 anos. Letras/Inglês - UFRRJ Apaixonada por KiyoHana. Voltando a colocar em dia a minha escrita.

Kommentiere etwas

Post!
Bisher keine Kommentare. Sei der Erste, der etwas sagt!
~