Talher Follow einer Story

sophiagrayson Sophia Grayson

Está com fome? Use um talher! Senão, cuidado com o pavio curto de Minako.


Fan-Fiction Anime/Manga Alles öffentlich.

#comedia #sailor-moon
Kurzgeschichte
0
3012 ABRUFE
Abgeschlossen
Lesezeit
AA Teilen

Capítulo Único

A bela garota loira de treze anos, Minako Aino, acaba de retornar ao seu lar depois de um dia cansativo. Jogou sua maleta de couro na cama, se lançando na mesma logo em seguida.

O dia tinha sido louco. Havia conhecido um gato falante, branco, com uma Lua Crescente na testa. UM. GATO. FALANTE. Por um momento acho que estava pirando de vez.

Até que teve de lutar contra um senpai, que na verdade era uma criatura que estava tirando a vitalidade das garotas. Foi de partir seu coração apaixonado.

Claro, teve a parte em que se transformou em uma guerreira com roupas de marinheiro, que eram bem mais legais que os uniformes da marinha.

O resto foi normal, com suas notas baixas, treinos de vôlei e folheando revistas de fofocas.

Logo depois do término da aula, lá estava o gato branco a sua espera. Perguntou como estava – o felino estava preocupadíssimo com a jovem Sailor depois da luta – disfarçou e afirmou que estava tudo bem, o que era mentira, se sentia péssima.

Ártemis era o nome do gato. Um nome estranho para um gato masculino, mas ele era praticamente bizarro, já que tipo de gato fala?! Deixou para lá.

No meio do caminho percebeu que agora tinha mais um novo componente na família. O gato com nome de mulher.

Foi a um pet shop, sobre os olhas atentos do felino, comprou ração, petiscos e outros acessórios. Custou toda a sua mesada. Esperava que sua mãe o deixasse morar com eles. Suspirou.

E agora estava ela deitada em sua cama. Refletindo tudo que tinha vivido. Coçou seus olhos azuis. Sentiu um peso a mais na cama, e logo depois um roncado.

Virou o rosto no sentido do som. Deparou com o cato corado e envergonhado.

- Esse barulho veio de você? – perguntou a loira, logo sendo respondida por outro roncado e o gato murmurando algo que não identificou.

Era alto e um pouco assustador em sua opinião, pois ele era um ser muito pequeno para tamanho barulho. Levantou-se a contragosto e pegou a sacola do pet shop. Ártemis seguiu-a curioso. Foram até a cozinha, Mina abriu uma lata com petiscos, pegou uma colher e fincou no conteúdo. Serviu o felino de olhos azuis, que agora se encontrava em cima da mesa. Talvez sua mãe brigasse com ela por ter deixado um animal sem banho andar na mesa. Depois resolveria isso, ou não diria nada, a mulher só saberia se falasse, né?!

Ártemis olhou estranho para o talher. Qual seria o motivo de seu uso? Gatos não usam talheres. Como demorou divagando, Minako o encarou com a sobrancelha levantada.

- Para que é a colher? – resolveu externar a situação, apontando com sua pata.

- Ora, para você comer – disse o que era lógico em sua cabeça.

- Mas gatos não tem mãos?! Como vou usar isso? – colocou uma pata em seu rosto, pedindo paciência.

A paciência de Mina já estava indo água a baixo. Encarou o gato em ultimato, fazendo o mesmo encolher de medo.

- Vai usar com suas patas – afirmou, uma veia saltou de seu rosto branco e sem manchas – Senão quiser morra de fome – balançou os braços. Estava cansada de tudo e ainda assimilava o dia vivido, não tinha pavio para tudo isso.

Ártemis achou melhor não a contradizer. A partir daí aprendeu a usar um talher nas refeições.


Anos se passaram e com eles, tiveram desavenças, cada um se adaptando ao outro, até uma amizade inseparável nascer. Ocorreram guerras, quase mortes e a descoberta da verdadeira Princesa da Lua. A Sailor regida por Vênus se formou, para a surpresa de um certo felino, arrumou uma própria casa e agora iria para uma entrevista de emprego.

A linda guerreira, o deixou com Usagi e a Luna - namorada de seu gato – para não o deixar só no apartamento.

Acenou para sua futura rainha e seguiu para o local marcado.

Como era cedinho, Usagi colocou o café para os dois felinos. Toda feliz por sua amiga, ao mesmo tempo sonhadora, pois Mamuru a convidou para morar com ele – já vivam juntos de qualquer forma – e a pediu em casamento – no qual não foi doida de negar.

Falava dos planos, enquanto arrumava sua mala e encaixotava umas coisas.

Percebeu o olhar analítico do gato com nome de mulher para com o petisco.

Luna também estava preocupada com seu namorado, não entendia o que o chateava.

- O que houve Ártemis? – perguntou Usagi apreensiva indo até os dois felinos.

- Cadê o meu talher?! – perguntou o Ártemis abismado – Como vou comer sem talher? – fitou toda a cozinha, para ver onde o aparato estava guardado. Quando o encontrou retornou a seu lugar para degustar o café da manhã.

Usagi e Luna, simplesmente não entendia a situação e acharam que o gato de alguma forma tinha enlouquecido.

Moral da história: você sempre conseguirá aprender algo, se tiver a devida dedicação e realmente quiser aprender. Acredite em seus sonhos, se a Mina passou na escola e na faculdade, lutando no meio tempo contra forças do mal, vocês também têm a capacidade de realizar seus sonhos e metas.

E não esqueçam, Ártemis aprendeu a usar uma colher e ele é um gato.

11. Juni 2019 21:25:55 2 Bericht Einbetten 1
Das Ende

Über den Autor

Sophia Grayson Só uma garota que gosta de escrever.

Kommentiere etwas

Post!
Sakura Angeli Sakura Angeli
Hora de pôr meus dois gatos para usarem talheres e não bagunçarem a sala jogando a ração pros lados kkkkk Amei a história, Sophia!
12. Juni 2019 22:47:44

  • Sophia Grayson Sophia Grayson
    Faça isso ksksksksks Obrigada, querida <3 13. Juni 2019 04:03:59
~