Pensamentos encafuados Follow einer Story

atherabeckman Ruana Aretha Beckman

Pensamentos inconstantes que por muito tempo foram encafuados, mas que esse mar desnivelou e precisou ser revelado.Nestes contos de pensamentos, há questionamentos sobre a oscilação da compreensão do que é viver.


Spirituelles Nicht für Kinder unter 13 Jahren.
Kurzgeschichte
4
4.5k ABRUFE
Im Fortschritt
Lesezeit
AA Teilen

O mistério do viver

Sempre foi um mistério para mim essa palavra chamada vida, percebi que havia incógnitas que o “criador” deveria ter dito ou pelo menos que tivéssemos a livre e espontânea vontade de poder escolher se existíamos ou não?!

Tenho esse pensamento desde criança, pode ser algo pesado a se pensar, mas são fortes dores amargas que a vida me trás há tempos, a todo instante é uma sina diferente, guerras frequentes, persisto na mesma , porque os guerreiros internos e externos não possuem tempo para descansar, a força que vem de um horizonte que não enxergo reaparece por vezes.

Temo por consequências a quem possuo algum afeto, um ser que possui tantas perguntas ao universo, pode ser feliz?! Pode simplesmente esquecer rancores passados , ou mesmo que o presente incomode , poderia tentar apagar isso e conseguir remontar sua própria construção interna e externa e renovar a alma?!

Sou um ser que tento me preservar por inteiro mesmo que hajam muitas masmorras dentro de mim, sinto que cada parte de mim se desfaz a cada dia, mas penso em como as inconstâncias me tornam um ser diferente no pensar , no sentir , no dizer .Talvez sejamos um brilho tão grande no universo no meio de outras estrelas , que é preciso vir cometas externos e internos para abalar o nosso planeta, mas o nosso brilho continua pleno e vívido se sempre procurarmos coexistir no melhor que há em nós, em nossa essência, única e distinta.

13. Mai 2019 20:03:53 0 Bericht Einbetten 122
Lesen Sie das nächste Kapitel O crescer

Kommentiere etwas

Post!
Bisher keine Kommentare. Sei der Erste, der etwas sagt!
~

Hast Du Spaß beim Lesen?

Hey! Es gibt noch 4 Übrige Kapitel dieser Story.
Um weiterzulesen, registriere dich bitte oder logge dich ein. Gratis!