Kurzgeschichte
0
4.4k ABRUFE
Abgeschlossen
Lesezeit
AA Teilen

A perseguição religiosa

Toby é um senhor de idade, viúvo e sem filhos, que mora no interior da Alemanha. Antes morava na Inglaterra, mas por causa de perseguições religiosas teve de ir para onde está agora. Em sua cidade ele leva uma vida calma e pacífica, desenvolvendo diversas amizades como consequência da pequena população. Por lá todos se conhecem.

Certo dia Toby recebeu em sua casa uma visita, o guarda da cidade, quem ele havia criado uma relação desde sua chegada. Como tinha sido Toby que o havia convidado, ele não esperava o que o guarda tinha a dizer. Apenas depois da refeição que ele deu a notícia, ele havia recebido clérigos ingleses que estavam à procura de Toby. O guarda disse que isso o confundiu pois Toby é cristão, e confessou que o motivo principal de ter aceito o convite era pra entender o motivo por trás disso. Toby decide contar a história que havia acontecido na Alemanha, já que o guarda é a pessoa que ele mais confia na cidade.

Após seu casamento, que havia sido resultado de um longo relacionamento com uma amiga de infância, Toby começou a frequentar a igreja mais regularmente para acompanhar o padrão religioso de sua mulher. Ele manteve essa vida por anos, chegou a ter filhos e estabeleceu uma vivência agradável. Na igreja ele fez muitos amigos, alguns extremamente religiosos e outros nem tanto. Um dos amigos extremamente religiosos que ele fez ia constantemente em sua casa pois ele era professor e dava aula domiciliar para os filhos de Toby. Como antes do casamento ele não era um homem muito religioso, e sim mais pro lado da ciência, Toby mantinha em sua casa diversas pesquisas e documentos sobre informações que contestavam afirmações religiosas. Em um dos dias em que seu amigo foi para sua casa, quando ele foi pegar os livros para usar como base de ensino para os filhos de Toby ele se deparou com tais documentos. Ele ,por ser muito religioso, imediatamente pegou esses documentos, guardou, e esperou o dia acabar para levá-los embora. No dia seguinte Toby acordou cedo e saiu para para comprar café da manha, quando ele voltou sua porta estava arrombada e não tinha ninguém dentro. Depois de procurar pela casa toda ele sai correndo pelas ruas a procura de sua família, também reportando o acontecimento para os policiais, que o ajudaram. Depois de um dia inteiro de busca os policiais aconselharam a ele descansar e continuar no dia seguinte. Toby passou a noite sem conseguir dormir. Ao amanhecer, exausto, ele abre a porta de casa e se depara com um dos vários documentos científicos que ele tinha. Com isso ele percebe a situação e sai correndo em direção da igreja. Quando ele estava chegando, ao passar pela praça principal da cidade que estava tumultuada, ele avista no meio da multidão um estande de enforcamento com três pessoas encapuzadas em cima, uma mulher e duas crianças. Ele sai correndo em direção a eles, afogado na multidão, mas então ouve um som de madeira rangendo e de sufocamento. Ele entra em choque. Seu amigo, que a esse ponto Toby já sabia que ele era o culpado, o avista no meio da multidão e avisa os clérigos da presença dele. Toby, quando os vê aproximando, acorda e começa a fugir. Ele consegue escapar e se esconder. Ele ficou um mês escondido em um hotel pobre da cidade e, quando julgou a hora certa, pegou um navio para a Alemanha, assim chegando onde está hoje.

Quando acabou de contar a história Toby está chorando e o guarda está apenas o encarando, com uma expressão pensativa. Depois de um minuto de puro silêncio o guarda diz que ficou surpreso com sua história, foi até a porta e simplesmente saiu. Toby, ainda com os olhos vermelhos, ficou confuso, e então lembrou de um detalhe que o aterrorizou, o guarda também era um fanático religioso. Ao realizar isso ele sai correndo para a porta e quando abre encontra os mesmos clérigos que estavam no dia da morte de sua família.

24. November 2018 02:15:58 0 Bericht Einbetten 0
Das Ende

Über den Autor

Kommentiere etwas

Post!
Bisher keine Kommentare. Sei der Erste, der etwas sagt!
~