Amor Obsceno Follow einer Story

day_chan1 Day_chan1

Dream e Cross acabam de chegar de sua viagem de lua de mel, mal chegam em casa e o híbrido recebe uma ligação de seu chefe para sair em uma viagem, sem dia certo para o retorno, assim deixando o seu doce e amável esposinho, aos cuidados de seu cunhado Nightmare, só que ele não contava que o mesmo, planeja ter seu irmãozinho apenas para si, e que será capaz de fazer de tudo...para conseguir isso. (NENHUMA IMAGEM/MÚSICA, USADA NESSA FIC NOS PERTENCE...)


Fan-Fiction Spiele Nur für über 18-Jährige. © Essa fanfic, foi escrita por mim, e pela Alachan.

#romance #drama #yaoi #violencia #incesto #lemon #NightDream
6
4742 ABRUFE
Im Fortschritt - Neues Kapitel Alle 15 Tage
Lesezeit
AA Teilen

Enfim em casa...Olá maninho!

Cross acabava de guardar o carro na garagem de casa.

—Pode deixar que eu entro, com as malas.—

Diz para o marido, lhe dando um doce selinho.

—Hum? eu posso ajudar!—

Dream murmurou o menor corado levemente com um sorrisinho pelo selinho, Cross sorri e desce do carro, e da volta no mesmo correndo, e abrindo a porta do menor e o pegando no colo.

—Não! Descanse, deve estar exausto...e como eu gosto de ser tradicional.—

Vai até a porta de casa, coloca o menor no chão, abre ela, e pega ele de novo.

—Heh...finalmente, Casados e....—

Sorri de forma maliciosa.

—Sozinh---.—

O toque do telefone o interrompe.

—Triiiiiiimm....Trriimmmm....—

Cross revira os olhos, Dream suspirou e abriu um pequeno sorriso, e deu um beijo na bochecha do marido, descendo do colo, do mesmo.

—Deixa que eu atendo.—

Murmurou doce e foi até o telefone o atendendo, Cross foi pegar as malas.

Dream: —Alô ?—

Atende o mais novo.

Night:—Oi irmãozinho...Chegou bem de viajem?—

Dream: —Oh, heh, oi Night!—

Murmurou sorrindo por trás da linha.

Dream:—heh, sim  acabamos de chegar foi maravilhoso!—

Nightmare, retorce o rosto em desgosto, do outro lado da linha, mais finge estar feliz pelo irmão.

Night: —Heh..que bom maninho...Bem...er..o motivo do meu contato, é que você ficou de vir aqui, para pegar o que sobrou das suas coisas, quando ainda morava aqui.....Lembra?—

Dream: —Hm? Ah! É mesmo, d-desculpe, eu acabei me esquecendo!—

Fala o menor, coçando a nuca.

Dream:—Heh, ainda estão ai certo? Tudo bem, se eu passar ai pra busca-las?—

Perguntou aguardando a resposta do irmão.

Night: —Não teria problema nenhum...seria perfeito, Bem...pode vir hoje?—

Dream: —Ah...desculpe irmão, hoje ñ vai dar eu preciso ajudar o Crossy com a bagagem e arrumar algumas coisas!—

Murmurou meio receoso.

Dream:—Quando puder eu prometo que aviso!—

Disse com uma das mãos no peito fechada em punho, Cross Já tinha guardado as malas, mas estava ao celular, rumando para cozinha, Nightmare, fecha os olhos, e bufa pelo nariz, no outro lado.

Night: —Humm...arrumar algumas coisas é?—

Franze o cenho, de forma raivosa, serrando os dentes com força.

Dream: —Sim , ainda preciso ajuda-lo a arrumar  a cozinha e o quarto!—

Disse olhando ao redor, Cross vai na sala.

—Dream posso fala com você?—

O vê ainda no telefone, e gesticula pra ele dizer quem é.

Dream:—Ah! Claro já vou.—

Murmurou ao marido tampando o telefone, Nightmare fica  em silencio, mais e possível ouvir um grunhido de raiva, ao fundo, e de coisas sendo quebradas.

Dream: —Bem, EU preciso ir Nighty! Agente se fala depois, beijos!—

Desejou logo desligando o telefone, Nightmare ainda segurava ao celular, estático.

—AAAAAAARGHTT...—

O irmão mais velho, aperta ao aparelho, quase o esmagando nas mãos.

~×~

—Quem era?—

O híbrido o puxa pela cintura, de forma possessa, juntando suas testas o encarando, Dream corou levemente e fechou os olhos ao maior juntar suas testas.

—Meu irmão, ele me ligou pra me avisar que ainda tinha algumas coisas minhas lá quando morávamos juntos!—

Murmurou sorrindo abrindo os olhos os deixando semi-cerrados, Cross abraça ele beijando seu cangote.

—Tudo bem, eu só estou um pouco nervoso porque, acabo de receber, uma ligação no meu celular, do meu chefe, onde amanhã eu terei que estar bem cedo lá no escritório dele.—

O maior, fecha os olhos, e suspira pesadamente.

—Eu...espero que não seja problema nenhum pra você que eu me ausente amanhã...por que eu não tenho certeza sobre qual seja o motivo, dele ter me chamado.—

Diz preocupado, Dream corou levemente pelo beijo em seu pescoço, mas sorriu e acariciou o rosto do maior.

—Heh, esta tudo bem! Não tem problema Crossy eu me viro até você chegar!—

Disse beijando a bochecha do maior.

—Esse é o problema eu prometi que lhe ajudaria...e que iriamos aproveitar bem o ultimo dia da nossa lua de mel.—

Acaricia ao rosto angelical do menor, e o puxa pra si, de maneira delicada, tomando assim seus lábios ósseos, o beijando ternamente.

—Ah..meu amor, te quero tanto...—

Desce os beijos pro cangote e com ambas às mãos às deslizava, por pelas costas, frágeis  do menor, chegando aos quadris os apertando.

—D-Dream...—

Já sentindo seu membro endurecer.

—P-Por f-favor...—

Praticamente implora, pelo menor se entregar, mas Dream corou em um tom amarelado  sentindo um arrepio ao maior descer as mãos grandes do maior chegando a seus quadris, retribuindo o beijo, e se separando.

—C-Crossy.—

Diz virando o rosto fortemente corado.

—Hum..? O que foi?—

Segura o rosto dele, com as mãos, em cada lado devagar, o encarando preocupado.

—H-Hum...—

Meio hesitante , desviou o olhar.

—S-Se ñ for pedir muito...—

Mira ao marido, levando sua mão de encontro com a dele.

—Poderia esperar...?—

Perguntou se referindo ao fazerem "aquilo".

—N-Não me sinto muito preparado...— 

Sorri levemente, rendido.

—Heh...Claro meu amor, temos o tempo todo do mundo e nad---.—

Celular do maior toca.

—Triiiiiimmm Triiimmmmm.—

Dream olhou pro telefone do maior e beijou a bochecha do maior.

—Acho melhor você atender..—

Cross suspira.

—Só um momento...—

Se afasta, do menor meio sem jeito e vai no escritório que ficava em casa, e entra nele.

—Heh.—

Dream riu levemente e começou a arrumar algumas coisas na cozinha.

*TEMPO DEPOIS*

Cross sai do escritório afoito.

—DREAM!...DREAM!—

Dream arrumava alguns copos quase deixando o mesmo cair pelo sustinho que havia  levado do maior, levando a mão até o peito, Cross repara na expressão de susto do menor e sorri sem jeito.

—M-Me desculpe hehe...—

Coça por de trás da nuca.

—E-Está tudo bem!—

Disse Dream que suspirou se recuperando do pequeno susto.

—Mas oq foi? Heh, consigo sentir o seu entusiasmo de longe.—

Brincou se aproximando do maior.

—Era meu chefe de novo, ao celular.—

Suspira.

—A reunião foi antecipada pra hoje e vai ser daqui a meia hora.—

Diz meio nervoso enquanto estava indo para o quarto se trocar, colocando um terno.

—Oh, ele disse o motivo de ser antecipada?—

Perguntou seguindo o maior.

—Não, e isso me deixa loko...—

Se frustra, ao dizer, enquanto dava o nó na gravata de forma atrapalhada.

—Que não seja uma bomba.—

Se aproxima do maior e começa ajeitar á gravata do mesmo.

—Espero que ocorra tudo bem.—

Disse o menor, ao Híbrido.

—Heh...—

Sorri vendo o menor.

—Você é um amor....—

Beija ele enquanto veste ao terno.

—Eu te amo...—

Dream corou levemente pelo beijo o retribuiu e logo se afastou um pouco Para deixar o maior vestir o terno.

—Heh eu também Te amo—

Declarou-se ajeitando o ombro do terno do maior.

—Me deseje sorte, e mais uma vez me perdoe por não ficar com você hoje e o ajudar com as coisas...—

Fala acariciando ao rosto do menor.

—Pfff eu já disse que esta tudo bem!—

Disse colocando sua mão acima da do maior.

—E você já sabe que eu sempre desejo-Te sorte em tudo Crossy.—

Disse fechando os olhos levemente corado, pelo carinho que era feito em seu rosto, Cross o puxa ele pela cintura e enche a cara dele de beijos e mais beijos.

—Aahhh como eu tenho sorte de ter você comigo...—

Juntas as testas de , ambos aproximando bem seus rostos, assim o maior podia olhar melhor para os olhos ambares do esposo.

—Como pode ser tão perfeito?—

O rubor do menor aumentou ao ouvir as palavras ditas pelo maior , encarando suas orbitas um sorriso surgindo em seus lábios ósseos.

—Heh...tendo você só do meu lado.—

Respondeu acariciando o rosto do maior.

—Eu farei de tudo pra não demorar...—

Beija a testa dele e pega na mão dele e vai com ele até à porta sala.

—Qualquer coisa, que houver é só me ligar.—

Beija ele de novo.

—Tchau...meu doce sonho.—

Se afasta acenado, e sai fechado a porta, Dream sorriu e retribuiu o gesto, seguindo o maior com o olhar, até à janela.

—Até.—

Murmurou o menor, acenando da janela, Cross antes de entrar no carro, ainda mandou beijos de longe pro esposo, entrando logo em seguida no carro e saindo com o mesmo rumo ao escritório, Dream corou levemente levando a mão até a boca.

—Heh!—

Riu levemente e abriu a janela, voltando a arrumar algumas coisas na casa.

~×~

Nightmare andava de um lado pro outro, frustrando na sala de sua casa.

—Drogaa...DROOOOOGAAAA.....!!!—

Chuta uma cadeira a quebrando à seguir.

—Eu preciso pensar em algo logo...e mais do que tudo, ter a certeza que tudo fluirá como o planejado...Hehe...hehehe..HHEHEHEHEEHEHE...—

Pega o celular novamente e retorna à ligação pro irmão.

~×~

Dream cantarolava baixo arrumando o quarto, começando pela cama.

—Triiiiiiim ....Triiiiiiim.—

O telefone toca.

—Hum?—

Indagou e foi até o telefone o atendendo.

Dream: —Alo?—

Falou docemente o menor.

Night: —Heh olaa maninho, sou eu de novo, heh...então deixa eu te falar...—

Suspira mais disfarça, à impaciência.

Night:—Er eu pensei melhor e....talvez eu devesse ir até ai, te levar às suas coisas o que acha? E assim aproveitar e te ajudar na mudança o que acha?—

Sugeriu o mais velho.

Dream: —Ah! Oi Nighty!—

Disse o mais novo sorrindo por trás da linha, até ouvir a sugestão de ajuda do maior, realmente não queria incomodar o maior.

Dream: —Que ? Ñ, ñ, ñ se preocupa!—

Insistiu o menor.

Dream:—Heh, eu mesmo vou ai pega-las ñ quero incomodar!—

Disse "brincando" com as cobertas da cama.

Nigth: —Mais e quanto ao Cross?—

Perguntou fingindo preocupação com o híbrido.

Dream:—Oh, ele teve que sair pra uma reunião, eu espero de vdd que ocorra tudo bem.—

Murmurou com um pequeno tom de preocupação.

Dream: —Mas, eu estou disponível agr...tudo bem se eu passar ai?—

Questiona o mais novo.

Night:—Hum...reunião?...Ah!...irmãozinho vai dar tudo certo, não se preocupe!— >=3

Sorri de forma sínica, do outro lado da linha.

Night:—Será perfeito você vir hoje estarei esperando....Bye Bye...—

Desliga...

Dream: —Heh, Claro até Nighty!—

Disse finalizando também à chamada.

—Ai ai....—

Suspirou cansado, guardou o telefone, foi até a cama terminando de arruma-la e também algumas coisas na cômoda.

—Bem...acho que eu já posso ir!—

Falou decidido, e logo se retirando do quarto, e também de casa, assim caminhando calmamente até sua antiga casa que morava junto ao seu irmão, Nightmare mirava ao menor, se aproximar pela janela, sorrindo de maneira enigmática, Dream suspirou parando na frente da casa, sorrindo por doces lembranças vindo-lhe à mente, até que balançou a cabeça voltando à realidade, e se aproximou da porta parando em frente a mesma, levantou então à mão batendo nela.

—Toc T---.—

Nightmare mal esperou a segunda batida e já abriu a porta rapidamente.

—D-Dream...você veio rápido heh...—

Disse o irmão mais velho, ao abrir a porta.

—Heh, EU cortei o caminho.—

Disse rindo levemente com a mão na Boca, e deu um curto abraço no maior.

—Bom Te ver de novo Nighty!—

Disse ainda no abraço mas logo o soltando, Nightmare sorri.

—Heh—

Pega o menor pelo pulso e o puxa pra dentro, fechando a porta a seguir.

—Hum?—

Murmurou  ao maior, puxa-lo pra dentro.

—Que bom também te ver de novo, maninho.—

O prensa na parede, juntando bem seus corpos.

—H-Hum!? A-ah!—

Sorriu nervoso o mais novo.

—N-Nighty o-oq esta fazendo?—Perguntou estranhando a ação do maior.

—Xiuuuu....vai ficar tudo bem, heh...afinal eu acho que esta na hora da gente bater um papinho...Beeeem longo!—

O menor engoliu em seco.

—A-ah? Ooookay...sobre oq?—

Perguntou o mais novo, levemente corado pela aproximação meio nervoso, Já Nightmare se afasta Sorrindo levemente, do irmão, se colocando atrás do mesmo, segurando com suas mãos ásperas, os ombros frágeis do mais novo, e o guiando até o sofá da sala, o colocando sentado no mesmo, mas se mantendo ainda atrás dele.

—Veja.—

Liga a TV com o controle, remoto que estava sob o sofá, para logo em seguida dar play, Havia uma gravação que estava congelada, em um determinado momento, Dream sentindo um estranho pressentimento suspirou, e olhou na direção da TV Como o irmão havia pedido vendo a gravação se lembrando do local.

—O qq tem o dia da despedida de solteiro do Crossy?—

Murmurou pensativo se lembrando do local sem tirar os olhos da gravação, Nightmare apenas alargou ainda mais o sorriso com a ingenuidade do irmão.

—Não...há dele não.—

Se aproxima por de trás da nuca dele e sussurra.

—Mas sua....—

Segura ao queixo dele, não o deixando desviar o olhar da tela.

—Como será que Cross vai reagir à isso quando ver heim? O doce e amável maridinho dele, enchendo-se de bebidas e caindo nos beijos com o melhor amigo?—

Dizia enquanto passavam as imagens da gravação, Dream se surpreendeu ao ver as imagens, arregalou os olhos, sentiu uma pequena tremedeira ainda com os olhos focados na TV, sentia à culpa aos poucos vir, só de imaginar Como seria a reação do híbrido, não queria arruinar tudo, ainda mais agora que estava indo tão bem.

—...P-POR favor...—

Implorou, com ambas às mãos na coxa apertando o tecido.

—N-Não diga nada a ele...—

Pediu ao mais velho, mas o sorriso, do mesmo apenas se alargou ainda mais.

—Maninho me pedindo assim me faz sentir, quase pena de você...Quase!—

Disse o maior deliciando-se com o desespero do irmão.

—P-Por favor!—

Suplicou Dream à Nightmare.

—É-É à única coisa que eu estou p-pedindo ...e-eu não estava consciente e... já pedi desculpas ao INK!—

Comentou se virando um pouco olhando ao mais velho.

—P-Por favor não diga nada à ele...ele não quero estragar às coisas agora.—

murmurou quase chegando à implorar, com uma das mãos no peito nervoso.

—Calme-se maninho, eu jamais faria isso...—

O maior fingi preocupação.

—Vai ficar tudo bem...—

Da a volta no sofá, pausando ao vídeo, da TV, e se coloca na frente do menor, se inclina para ficar bem próximo ao rosto do mais novo, mirando de forma intimidante aos olhos ambares dele.

—Se....seguir umas condições...heh.—

Dream apertou um pouco ao peito, mas desviou o olhar do irmão  pensativo, com a mão no peito.

—...Que condições?—

Ousou perguntar voltando as orbitas douradas para o olhar intimidante do irmão.

—Dream Dream...acho que você já é adulto o bastante pra saber do que estou falando...—

Empurra o menor de lado, o fazendo se deitar no sofá, já ficando por cima do mesmo.

—A única condição seria, você se entregando para mim, é claro.—

Beija ele, enquanto apalpava ao seu pequeno corpo.

—H-Hum!?—

Indagou surpreso levemente corado ao sentir os lábios ósseos do irmão se juntarem com os seus, em um beijo, sentindo as mãos ríspidas e ágeis do maior apalpar seu pequeno corpo, apoiando ambas as mãos sobre o ombro do mesmo tentando o afastar, Nightmare se manteve assim por um tempo, o beijando e apalpando sem dó, ao corpo do irmão, até que se afasta do beijo, em busca de ar, no mesmo instante em que afastava as pernas torneadas do mais novo, e já se colocando entre elas, friccionando suas partes baixas, uma na outra, em movimentos de vai e vem.

—H-HuuMmm..maninho.—

Dizia o mais velho, que fazia Dream,  se estremecer, o rubor amarelado do menor ja preenchia seu rosto, sua boca entre aberta em busca do ar, perdido com os olhos fechados, até que sentiu um arrepio, ao maior começar a esfregar suas partes baixas uma na outra abrindo os olhos instantaneamente.

—H-Hum!?—

Gemeu baixo, e levou suas mãos até a Boca a tampando.

—N-Nighty p-Para.

Pediu abafado pela mão em sua Boca.

—Parar?...você quer, que eu pare?...—

Franze o cenho, e o mira com certa raiva, ainda se esfregava no meio das pernas do mais novo, de forma ríspida, se curva para beijar ao cangote do menor.

—Aposto que se fosse aquele imbecil do seu marido, você não reclamaria...NÃO É?...—

Pressiona mais o peso do seu corpo no do menor.

—ELE TE FEZ GEMER QUANTAS VEZES HEIM?...—

Questionava ao menor, totalmente possesso.

—O-Oq? Ahn!—Tentou questionar não  podendo conter um gemido sentindo o peso do corpo do maior sobre o seu causando uma pressão entre ambos os dois membros, sente um pequeno arrepio pelo beijo em seu pescoço, virando o rosto corado com as mãos no ombros do maior.

—Aposto que transaram a viagem inteira...NÃO É?—

Se senta no sofá e o puxa para seu colo, Dream corou ao estar no colo do maior.

—O-Oq? Ñ!—

Exclamou ruborizado, com às mãos nos ombro dos maior.

—MENTIRA!—

Vociferou contra o menor, segurando em seus ombros, com às mãos de forma bruta, o sacudindo vez ou outra, Dream fechou os olhos levemente ao maior gritar sendo sacudido algumas vezes, sentindo a pressão em seus ombros machucando um pouco.

—N-Não e-estou mentindo...— 

Disse um pouco baixo se encolhendo, Nightmare suspirou na tentativa de se acalmar, mas ainda encarava ao menor com fúria nítida em seu olhar.

—Me poupe...até parece que ficaram a viagem toda sem transar...—

Revira os olhos, mais se surpreende ao ver o menor se encolhendo, e bufa frustrado, odiava o deixar assim, por que apesar de tudo, o amava, e não queria o assustar ainda mais, só que o maldito ciúmes era tão dominador dentro de si, chegando á ser impossível de se controlar.

—Tsc...vem!—

Se levanta com ele no colo, o aconchegando, e indo em direção ao quarto.

2. November 2018 11:52:47 0 Bericht Einbetten 0
Lesen Sie das nächste Kapitel Apenas...Meu!

Kommentiere etwas

Post!
Bisher keine Kommentare. Sei der Erste, der etwas sagt!
~

Hast Du Spaß beim Lesen?

Hey! Es gibt noch 6 Übrige Kapitel dieser Story.
Um weiterzulesen, registriere dich bitte oder logge dich ein. Gratis!