love in the fall Follow einer Story

barbaravitoriatp Bárbara Vitória

uma nova estação se aproximava e com ela mais um período de amor… … … Possui enredo homossexual, ou seja, homens em relacionamento amoroso, com descrições gráficas ou não. Caso você seja homofóbico, preconceituoso ou intolerante, favor não seja uma pessoa grosseira ao vir ler e comentar dizeres estúpidos.


Fan-Fiction Bücher Nur für über 18-Jährige. © As histórias aqui postada são de exclusividade minha, Plágio é crime conforme a LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998 e Art. 184 do Código Penal – Decreto Lei 2848/40. love in the fall - 2018 – Bárbara Vitória ©

#slash #harry-potter #flufftober
0
4.7k ABRUFE
Im Fortschritt
Lesezeit
AA Teilen

Day 01 – "breakfast" in bed

O calor incessante não amenizava, o ar quente e seco incomodava as narinas já sensíveis de Severus e conhecendo bem a figura que dormia placidamente ao seu lado, a baixa umidade também irritava a Harry. Mesmo que fossem magos e conseguissem fazer diversos feitiços e poções com a força que provinha de seus núcleos mágicos e conhecimento adquirido por anos, nem mesmo o mais forte e resistente método de umidificação conseguia aplacar aquele clima, setembro já estava quase no fim e em breve ocorreria o equinócio de outono, o início da estação e ele rezava que até lá o clima melhorasse. E como se ouvindo suas calorosas preces, a mãe natureza decidiu apaziguar seus ânimos, trazendo um clima ameno para aquela nova estação.

Era 1º de outubro quando por fim ele acordava pela primeira vez sem sentir seu corpo pegajoso e incômodo pelo suor noturno e ele agradecia imensamente por isso. Harry a seu lado, ainda se recuperando de uma pequena gripe causada pela secura do clima, dormia com uma expressão desconfortável, provavelmente sentia as dores de ter o peito cheio. Severus estivera cuidando dele, preocupado com sua saúde, ele sabia que a imunidade de Harry não era das melhores, e mesmo com todo o esforço de si, Promfrey e alguns medimagos muito bem recomendados, as consequências da infância e adolescência malnutrida do jovem baixo as mãos de seus parentes muggles ainda eram nítidas, mesmo após tantos anos passados.

Ele bem sabia o quanto o que Harry passara afetava a vida do outro e desde que eles assumiram a relação anos antes e depois se casaram, Severus tomou muito a sério as palavras dos votos tradicionais da cerimônia muggle de casamento – a qual Harry insistira por fazer –, tanto que zelar pela saúde de Harry e fazer de seus dias felizes era mais do que um dever para si, era o correto, um prazer ao qual ele jamais dispensava. Por isso levantou-se cuidadosamente, fazendo o menor barulho possível e rumou para a cozinha da pequena casinha em que viviam. Hoje eles teriam café na cama, melhor dizendo, Harry teria. Preparou para si um pouco de mingau de aveia, o qual comeu lentamente enquanto colocava para assar alguns pãezinhos caseiros que fizera na noite passada e tivera a massa previamente guardada baixo um feitiço de êxtase e um período breve na geladeira modificada para funcionar com magia, presente de casamento do patriarca Arthur Weasley. Enquanto a massa assava e ele pouco comia, ficou a pensar se iria ter chá ou leite para acompanhar o desjejum. Após umas garfadas mais optou pelos dois, assim Harry teria maiores opções. Pães assados, organizou tudo em uma bandeja, a qual levitou até o quarto, encontrando Harry já desperto, esfregando o sono dos olhos.

O cabelo voando em todas as direções, a camisa laranja do time de irlandês de Quidditch The Chudley Cannons semi-amarrotada servia atualmente de pijama para o Gryffindor que sorriu ao olhar para si, com um brilho nos olhos deveras agradável, segundo a sua opinião. Sem mais demoras, deixou a bandeja sobre a mesinha de cabeceira, enquanto beijava docemente os lábios de seu marido.

— Alguém acordou bem melhor hoje.

— Acho que vou ficar mais vezes doentes se for para ter esse tipo de mimo.

— Ah meu amado, isso não irá acontecer, vou cuidar bastante para que episódios como esse não se repitam. Agora que tal deixar-me sentar junto a ti, você precisa tomar seu café da manhã e eu a minha xícara de chá.

Dito isso, Severus colocou-se recostado sobre um braço de Harry, alimentando-o com pedaços do pão, enquanto tomava seu chá. Harry sorria feliz, aproveitando o agrado do outro. Realmente, esse início de outono prometia muitas alegrias…

5. Oktober 2018 00:56:48 0 Bericht Einbetten 0
Lesen Sie das nächste Kapitel Day 02 – snowdrops, and his a pretty "flowers"

Kommentiere etwas

Post!
Bisher keine Kommentare. Sei der Erste, der etwas sagt!
~

Hast Du Spaß beim Lesen?

Hey! Es gibt noch 4 Übrige Kapitel dieser Story.
Um weiterzulesen, registriere dich bitte oder logge dich ein. Gratis!