(2Jin) Eu te amei um dia, Hyunjin Follow einer Story

allien_estranha Filia Luna

Mas todos, e até mesmo eu, sabia que tu era do mundo e que não pertencia a ninguém. 2Jin || Loona || Heejin x Hyunjin || Capa aleatória


Fan-Fiction Bands/Sänger Nur für über 18-Jährige.

#Kim-Hyunjin #2Jin
Kurzgeschichte
3
4.9k ABRUFE
Abgeschlossen
Lesezeit
AA Teilen

Mas hoje, eu não sei o que sinto por ti ( u n i c o)

Mais uma vez, Hyunjin, mais uma vez tu veio à minha casa e me abraçou, como tinha costume de fazer todas as vezes que brigava com Yue, nossa amiga de infância e tua namorada.


Eu sempre fui a pessoa que ficava ao seu lado quando tu chorava por ela, sempre fui a pessoa que te abraçava carinhosamente toda vez que ela dizia que tu não era fiel, sempre fui a pessoa que lhe consolava com brigadeiros, paçocas e bolachas de limão todas as vezes que ela bebia e falava que tu pegava geral, sendo que, na minha opinião, quem pegava geral quando estava bêbada, era ela.


Todas as noites eu passava ao seu lado todas as vezes que vocês tinham uma DR e foi em uma dessas noites que tu pediu para mim lhe dar uma cerveja e colocar as músicas que eu tinha em meu notebook. Claro que eu fiz o que tu mandou, pois eu não resisto a nada que tu me pede.


Ficávamos ouvindo enquanto fazíamos as nossas maravilhosas festas do pijama, mas eu sabia bem que tu não era tão forte para bebidas como eu e as nossas amigas. Eu até tentei recusar seu pedido, mas tu ficou insistindo tanto que eu fui buscar, pois queria lhe ver bem.


Eu te dei a bebida e tu virou a garrafa e bebeu metade do líquido de uma vez e logo em seguida começou a cantar Tomorrow do BTS, como se não houvesse o amanhã, mas na minha mente, havia somente uma única pergunta a rondar a mesma: "O quão grave foi a briga delas a ponto da minha pequena 'saeng pedir uma bebida?".


Naquele momento em que eu estava distraída com essa pergunta rondando minha mente, sequer tinha percebido que tu havia começado a chorar, mas quando lhe ouvi soluçar, meu mundo se destruiu ali, naquele momento, já que sempre que tu chorava quando brigava com nossa amiga, eu sequer lhe vi soluçar enquanto chorava por ela.


Eu não hesitei em lhe abraçar naquele momento, pois ali, eu recebi a resposta para a minha pergunta: A briga delas foi mais séria dessa vez.


Tu começou a chorar tanto que, por conta do efeito do álcool e também da bebida, tu começou a dizer que a tua menstruação ficava desregulada todas as vezes que tu passava por um estresse sempre que brigava com sua namorada, que a tua menstruação acabava sendo um estorvo quando não descia fazendo sua mãe perguntar se tu estava grávida e aquilo me fez rir, fazendo tu se levantar e fazer um bico.


Eu acabei fazendo a mesma coisa que tu, mas quando me aproximei de ti, tu acabou se desequilibrando e caindo em cima de meu corpo, fazendo nossos lábios se tocarem em um selar singelo.


Meu coração acelerou com aquele simples toque, mas para fazer meus batimentos cardíacos ficarem pior, tu tomou a decisão de fazer aquele simples selar virar um beijo, o beijo que sempre desejei te dar.


Eu senti tudo explodir de felicidade dentro de mim quando tu me beijou de verdade, mas eu sabia bem que aquele beijo era um erro, e o erro causado pela bebida. Acabamos encerrando aquele osculo e percebi que seu rosto estava corado, mas ainda sim tu estava linda; linda como sempre foi.


Eu lhe disse que ia te colocar na cama para tu descansar e tu aceitou de bom grado, pois sabia bem que aquilo tinha sido um erro, mas um erro maravilhoso aos meus olhos.


Acabei colocando um pijama em ti, já que tu estava com um vestido de veludo preto bastante sensual, fazendo suas curvas ficarem mais bonitas e atraentes, e te coloquei para dormir, mas no meio da madrugada tu subiu em cima de mim e começou a me beijar novamente, fazendo-me se tornar tua naquele momento.


Quando acordei no outro dia, percebi que eu estava nua e somente com um lençol fino cobrindo meu corpo, percebi que tu não estava mais ao meu lado, mas que tinha um bilhete seu dizendo que ia para casa descansar e naquele mesmo instante eu tentei lhe ligar, mas minhas tentativas foram em vão.


Eu nunca havia me sentido usada, mas acabei me lembrando da letra de Marionette do Stellar:


"Olhe para mim, sou uma boneca triste amarrada sob uma corda
Olhe, eu ainda estou sendo arrastada por você
Esses sentimentos são difíceis de cortar
Eu ainda estou em suas mãos
Aquela aquela aquela aquela aquela aquela aquela aquela boneca


Eu preciso esquecer tudo. Por que não posso escapar?
É muito familiar

Quanto mais eu luto contra isso, mas eu me perco"


Alguns dias depois de termos feito sexo e tu ter bebido, Chaewon e Jiwoo me mandaram mensagem dizendo que tu havia terminado com Yue e o motivo foi o mais simples e o que eu menos quis aceitar desde a primeira vez que te conheci e que sabia bem que aquilo, mais cedo ou mais tarde, ia acontecer: Tu terminou com ela porque tu mesma disse que pertencia ao mundo e o mundo pertencia a ti.


Daquele dia em diante eu mesma me senti da mesma forma que Yue havia se sentido: usada, machucada, iludida, ludibriada, pois foi isso que tu fizeste comigo, mas agora as coisas mudaram, pois eu aprendi que tu nunca ia pertencer a ninguém e nunca ia me pertencer, mas eu ia ser somente tua, pois era isso que tu fazia todas as noites comigo depois que terminava seus encontros com um homem ou mulher diferente, tu vinha atrás de mim e fazíamos o mais maravilhoso sexo, mesmo que todas as vezes tu fazia aquilo que eu mais desejei fazer contigo sem um pingo de bebida na veia, mas o seu corpo vivia a base de sexo, drogas e até mesmo os rock's antigos que ficávamos ouvindo quando mais novas.


Sabe, Hyunjin, eu me cansei dessa vida de ser somente uma bonequinha na sua mão, eu cansei de sempre ser a submissa na hora do sexo, eu cansei de ser tua somente nas madrugadas e no outro dia tu esquecer que eu existo. Eu simplesmente cansei, Kim Hyunjin.


E é por conta disso que eu estou te deixando. Estou deixando esses meus sentimentos por ti para trás, pois assim nem eu e nem tu vamos precisar passar por momentos constrangedores todas as vezes que te vejo com um homem ou mulher diferente a cada dia que lhe encontro na rua, como também não passamos pelas mentiras de fazer juras mentirosas ao som de Lie, o solo do Jimin, e era o solo que tu mais amava e que eu comecei a odiar.

6. September 2018 14:08:33 0 Bericht Einbetten 0
Das Ende

Über den Autor

Kommentiere etwas

Post!
Bisher keine Kommentare. Sei der Erste, der etwas sagt!
~