O Rei dos Bolinhos Follow einer Story

cakejeh Jennie

Wu Yifan possuía muitas habilidades, mas assar bolinhos definitivamente não era uma delas. Baekhyun juntamente do seu sistema digestório sabiam disso mais do que ninguém.


Fan-Fiction Bands/Sänger Alles öffentlich.

#yaoi #exo #krisbaek #Baekris
Kurzgeschichte
2
4710 ABRUFE
Abgeschlossen
Lesezeit
AA Teilen

Sempre Haverá Espaço

 

Ter um namorado iniciante na área de gastronomia é sinal de sonho para qualquer um, principalmente aqueles que adoram bater um bom prato de qualidade.


Bem, qualquer um menos Byun Baekhyun.


 Afinal, ter um namorado iniciante na área de gastronomia não significa ter um namorado iniciantebom na área de gastronomia. Yifan — como se chamava o dito namorado — era alguém que possuía muitas habilidades, como fritar um delicioso frango recheado com queijo, ter uma ótima massagem, contar histórias como ninguém, e além de tudo, também ser um ótimo acompanhante para maratonas intermináveis de Supernatural. E só isso para o Byun já era mais do que perfeito.

 O único problema quanto ao namorado, era quando este inventava de fazer bolos e qualquer tipo de doce, principalmente os que envolvesse o preparo de massas no meio. Yifan era totalmente péssimo nisso.


Ainda se lembrava bem do dia em que ele havia vindo com aquela ideia de ingressar na arte culinária.



Os dois estavam numa sorveteria depois do final das aulas. Baekhyun degustava calmamente seu sorvete de creme quando o Wu soltou a bomba:


— Baek, eu tô pensando em cursar gastronomia… Você acha que é uma área legal para mim?


Falou simplista tendo o namorado o encarando pensativo logo em seguida.


— Seus pratos salgados são muito bons. — e realmente eram, não estava mentindo. Depois que começou a namorar o Wu, Baekhyun tinha quase a certeza que havia engordado uns bons quilinhos.


— Sim, mas e os doces? Eu quero tentar um pouco de tudo. Você acha que eu consigo?


 Na mesma hora o Byun pensou no dia em que haviam combinado de preparar uma festa de aniversário surpresa juntos para um dos amigos deles... Baekhyun nunca imaginou que um bolo poderia ficar tão duro sem estar queimado. Claro que quando todos comeram não houve reclamações. E isso não tinha nada a ver com a ameaça de morte que o Byun fez assim que o namorado saiu para pegar os talheres.


— … Bem, se você se esforçar…. por que não? — era a melhor resposta que poderia dar, certo? Certo.



 Yifan sempre fazia diversas receitas e mistura loucas entre elas, tentando sempre acertar a mão, e Baekhyun sendo o seu namorado, era a cobaia de seus experimentos. Seu crítico pessoal na verdade.


 Sempre que ia até a casa do mais alto ou então ele o convidava para qualquer programinha diferente com a palavra “Clube” na frente, Baekhyun já sabia o que lhe aguardava. Assim que passava pela porta, depois de um beijo muito bem dado para amolecer seu coração já muito mole. O Byun era colocado em frente a mesa, tendo um único bolinho em um prato bem decorado sobre esta. Naquele momento, era como se todo o ambiente se silenciasse, e só fosse ele e o bolinho recheado ali. Ele encarava o bolinho e o bolinho o encarava de volta, numa disputa silenciosa onde ele quase podia ouvir um “E aí bonitão, vai encarar?” vindo do doce.


 E naquele dia não havia sido diferente. Estava esparramado em sua cama como de costume, num belo final de semana, pensando em quantos projetos teria de entrar na escola para conseguir recuperar toda a nota perdida no último bimestre que passou vagabundeando e conversando no meio das aulas… Talvez puxar um saco ou dois também, quem sabe. Tudo para não repetir o último ano, quando recebeu uma mensagem do namorado:



[Mozão]: Baekhyun?????


[Mozão]: Tá afim de vir aqui em casa??


[Baekkie]: Pra gente assisti um filme, é??? (moon face)


[Mozão]: (carinhas rindo) sem safadeza seu tarado. É sério. Eu quero te mostrar uma coisa...


[Baekkie]: Um coisa? Tem certeza que não é um filme?


[Mozão]: Tenho.



E realmente não era um filme.



— Esse é de morango. — Yifan disse lentamente, ainda se mantendo de pé, enquanto o Byun se acomodava na cadeira.


Baekhyun pegou o bolinho, e depois de encarar aquela mini coisinha cor-de-rosa, mandou bala.


 Talvez tivesse demorado mais do que o normal para mastigar o bolinho, e quando terminou, quase pôde sentir o estômago chorar enquanto dissolvia aquilo.


 Até poderia falar para o namorado que os bolinhos eram horríveis e que parasse de tentar aquela área se dedicando às quais era realmente bom. Mas qualé? Não podia acabar assim com os sonhos do grandão.


 Sempre que acabava de mastigar um bolinho e encarava o Wu, via os olhos deste tão brilhantes e um sorrisinho ansioso. COMO ELE PODERIA ARRUINAR AQUILO, MEU DEUS DO CÉU?! Logo ele, Byun Mole Baekhyun.


— E aí? Como está esse? — o olhou exatamente como esperava.


  Yifan sempre fora assim, às vezes meio bravo, às vezes amoroso, às vezes sério. Mas isso só em cara, porque era uma total enganação...


Quando o conheceu, este colava panfletos pelo colégio junto de alguns outros estudantes.


 Baekhyun caminhava calmamente pelos corredores quando Yifan o acertou em cheio na cara com uma das mãos. Fora sem querer, claro. Yifan apenas foi apontar a direção pela décima vez a um dos garotos que estava indo colar panfletos no lugar errado, então quando levantou uma das mãos bravo, essa acertou em cheio o pobre Byun que depois de recobrar a consciência, se deparou com um belo par de olhos negros o encarando preocupados. E se não bastasse apenas a cara bonita, usou um tom de voz ainda mais.


“Você está bem?”


E Byun como qualquer pessoa extremamente não sensata soltou um belo de um:

 

“Melhor agora.”


 Bobo era aquele que achava que essa cantada fajuta não funcionava. Claro que o Wu riu da sua cara, mas três meses depois conseguiu um beijo na boca, então HA!



— … Bem...está um pouquinho pesado…— falou de boca cheia terminando de engolir o último pedaço do que julgou ser o morango no meio do bolinho — mas nada muito grave.


O Wu o encarou em silêncio por alguns segundos.


— Está horrível, né?


— Uhum. — limpou os dedos melecados no guardanapo em cima da mesa.


 Uma das coisas sobre os bolinhos, era que Yifan tinha noção que eles eram ruins. Mas mesmo assim não desistia de tentar que um dia fossem bons. E julgar por conta própria algo que você fez, não contava como crítica para ele. Então sempre acabava por perguntar mais de uma vez se o que fazia estava realmente bom, e na segunda tentativa, o Byun sempre acabava por falar a verdade.


— Pior do que os da semana passada? — abaixou a colher que até então segurava.


— Três vezes…


— Droga…é aquela marca de farinha… Horrível ela. Por sorte eu tentei outra receita — sorriu mais para si mesmo do que qualquer outra coisa — A remessa está no forno, dessa vez eu tenho certeza que agora vai…eu só... — girou sobre os calcanhares, já pronto para ir até a cozinha, mas logo voltou a sua posição inicial encarando o Byun ainda sentado — Baekkie… você não precisa comer dessa vez se não quiser, eu sempre uso você de cobaia… desculpa.


Se aproximou mais do outro, deixando dessa vez a colher sobre a mesa e pegando o pratinho que antes tinha o doce.


— Eu juro que dessa vez não te chamei só para comer bolinhos. Queria sair para outro lugar também, mas antes queria te mostrar os bolinhos também. — riu — Eu posso pedir para que uma das meninas do clube me ajude depois, e nós podemos ir no cinema agora que tal? Eu pago. — Yifan não queria que o namorado pensasse que era um aproveitador de panças, mesmo que fosse apenas de vez em quando que o chamasse para aquele tipo de afins, usando o resto do tempo para fazer coisas de namorados, além das de amigos também, como passar altas horas jogando vídeo-game, pular o muro da escola para ir a lojas de frituras e mangás, ou então passar um bom tempo cabulando aula no banheiro.


 Baekhyun apenas soltou um “tsc” puxando o guardanapo ao seu lado, para só então leva-lo até a gola da camisa, o arrumando de modo que ficasse estendido sobre o peito, cobrindo praticamente toda a estampa de League of Legends da sua camiseta, quase como se fosse um babador.


— Me traga os bolinhos. — disse por fim, num tom exageradamente determinado.


 Foi então que Yifan sorriu. Um daqueles sorrisos que só abria quando presenciava algo que realmente gostava. Aproximou-se o suficiente do namorado e lhe tascou um beijão na boca antes de se afastar ainda sorridente.


— Eu vou pegar então. Eu juro que esses estão bons! — exclamou contente indo até a cozinha às pressas.


E Baekhyun apenas riu da cena enquanto balançava a cabeça, certo de que sempre haveria espaço para mais de Wu Yifan e bolinhos tóxicos em seu coração… e estômago também.

18. Juli 2018 23:57:20 0 Bericht Einbetten 0
Das Ende

Über den Autor

Jennie Perdeu uma batalha mortal para Krisbaek e hoje em dia serve a eles

Kommentiere etwas

Post!
Bisher keine Kommentare. Sei der Erste, der etwas sagt!
~