Expresso 0705 Follow einer Story

Blue Martell Blue Martell

Shikamaru é um estudante da faculdade de Publicidade e Propaganda já em seu terceiro semestre de curso. Anuviado e distraído, com uma forte atração por astronomia e carteiras de cigarro inacabadas, se vê numa situação no mínimo interessante. Numa noite que poderia ser qualquer coisa, menos comum, o cheiro amadeirado do calouro de educação física, Naruto Uzumaki, entrou pelas suas narinas lhe causando um torpor inimaginável. E quem diria, não? Isso era a coisa que ele menos esperava que acontecesse em um Expresso 0705...


Fan-Fiction Anime/Manga Nicht für Kinder unter 13 Jahren.

#yaoi #college #naruto #shikanaru #shikamaru #vemprocrack
Kurzgeschichte
10
5533 ABRUFE
Abgeschlossen
Lesezeit
AA Teilen

Paradas, Bips e Matérias.

Estava a mais de duas horas naquele maldito ônibus. Estressado e nervoso com as coisas em casa, não conseguia se concentrar nas provas, e com isso, a preocupação com as notas do semestre não paravam de atormentar sua mente. A mão, dolorida de tanto escrever resumos para a aula de Fundamento das Ciências Sociais, não parava de rabiscar no painel digital atrás da poltrona à sua frente. 

Gostava de rabiscar, lhe anuviava a mente, tirava suas preocupações, mais do que nuvens até! Mas não mais do que o cheiro amadeirado e muito conhecido de seu olfato que acabara de entrar no ônibus acompanhado de um loiro barulhento. Não precisou olhar, o sorriso de canto brotou instantaneamente e ele não teria escolha a não ser se largar mais na cadeira e beber de sua garrafa. Ai, senhor, teria ele feito algo pra sentir uma atração tão fodida logo pelo cara mais… Peculiar? Diferente? Extremamente lindo do curso de Educação Física? Ele acreditava que não, sabia que não. Mas o seu interior quente só por sentir o loiro por perto já denunciava o quão atraído estava. 

— SASUUUUKE, NÃO ESQUECE DE LEVAR A HOSKOFF!!!!

Além de tudo, era barulhento. Ele gostava tanto de paz, de silêncio… Atração de opostos? Não, era cético demais pra isso. Sei lá. Só sabia que em todas às vezes que se  viam e interagiam, algo se apossava dele. Algo quente e apressado. Talvez o  gosto por anestésicos que faziam mal e a habilidade de se atrasar mesmo sem prazo os fizessem se aproximar mais. 

Quando a movimentação ao seu lado denunciou que alguém sentara foi que ele percebeu que era o próprio dono de seus devaneios que o fizera. 

— Oi! É o Shikamaru, né? Uma amiga me falou de você! Disse que te conhecia… Mas eu não me lembro o nome dela agora… Era simples...

Por todos os santos, todo mundo, todo mundo menos a-...

— Ino! Era esse o nome dela!

Caralho, fodeu muito. 

Tirou um dos lados do fone de ouvido mesmo que não atrapalhasse, e estalou o dedo médio, pensando no que a bendita Yamanaka curvilínea havia dito a ele.

— Sou sim. E você é…?

Como se ele não soubesse, como se ele não tivesse procurado no Facebook e stalkeado todo o grupo de Educação Física da UFK.

— Naruto. Naruto Uzumaki, prazer. 

Ele lhe deu dois selinhos, um em cada bochecha. Não corava assim desde que soube que havia ganhado a olimpíada de matemática.

— Então… Ela me falou de você e disse que você poderia me ajudar com o meu Aluno Online. Estou tendo problemas demais com ele e como entrei no meio do semestre, está sendo bem difícil pegar as coisas e acessar tudo ao mesmo tempo.

Surgiu um rasgo no clima. Claro, ele não viera falar consigo pelos seus cabelos gloriosamente presos no meu penteado, mas sim pela necessidade de ajuda. Poxa, magoava, pensou risonho.

— Claro, posso sim. Quando dá pra você?

— Que tal hoje a noite? Logo depois podemos ir a festa da Tayuya. Ela é uma grande amiga e hoje é o aniversário dela. Quer vir comigo?

Tá, acreditava que dava para costurar o clima com esse convite.

— Eu não sou de sair muito, mas… É, uma noite só, não é? Vamos sim.

— Ahh, legal! Obrigado!! Pode ser na Biblioteca Senju? Ela é a única que fica aberta até um pouco mais tarde. 

Assenti, já imaginando.

— Obrigado, Shika, até a noite! Posso te chamar de Shika, não é?

O apelido o fizera empalidecer.

— Aham — murmurou.

— Ótimo, até! 

Observou-o puxar o sinal e descer. Logo depois do outro sair, escorregou no banco vendo o outro caminhar e ir rumo ao bairro Olmino… Caraca, o que foi isso que  acontecera ali?

 •°•

Eram 20h em ponto. Já estava na biblioteca há um tempinho, levara o notebook e sentara numa das mesas na área de astronomia. Adorava observar estrelas mas tinha preguiça de acordar de madrugada pra ficar observando com a calmaria que gostaria. Quando seus olhos passavam sobre a Ursa Maior na capa de um livro, sentiu novamente seu cheiro. Soube que era ele.

Logo depois, para constatar suas suspeitas, ouviu um barulho de algo caindo no chão. Olhou pra trás, com a mão ainda sobre o livro na estante. Ele havia acabado de deixar cair o celular, ouviu um resmungo contrariado e um suspiro.

— Não olhe assim pra mim, eu sou desastrado por natureza. 

Automaticamente levantara  as mãos em sinal de rendição e ele riu, se aproximando enquanto Shikamaru prendeu a respiração. Deu-lhe dois selinhos demorados nas bochechas e logo perguntou por onde íam começar, sentando-se e batendo na cadeira ao seu lado.

Tratou de logo  explicar-lhe cada aba, onde colocar matrícula e senha, a resolver captchas enjoados… Enfim…

1:30h depois, Naruto já havia lido quatro slides de anatomia, feito um AA, assistido uma vídeo aula e feito um exercício de Língua Portuguesa. Provavelmente já sabia até mais que ele… Naruto aprendia tão rápido.

Contentou-se em ficar jogado nos puffs com livros de astrofísica ao seu redor. Gostava deles, eram interessantes. Até que sentiu o outro lado do puff abaixar.

— Ai, Deuses, isso é complicado mas graças aos céus eu aprendi. Achei que fosse ficar sem nada desse negócio.

— Não é reprovativo — disse-lhe, fechando o livro de HTML — Você faz só se quiser uns pontos extras.

— Pontos extras, sério? Acho que não preciso deles.

— Caraca, alguém pra dispensar pontos assim tem que estar muito bem.

— Existe uma grande diferença entre estar bem e se garantir. Eu me garanto.

— Nossa. E eu achando que estava arrebentando nas trimestrais. — suspirou risonho. 

Ouviram a campainha da biblioteca indicando que a mesma fecharia em alguns poucos minutos, e pedindo que guardassem os materiais antes de ir.  Assim que arrumaram os puffs e a mesa. Desceram as escadas, quando chegaram lá na frente, Naruto disse-lhe enquanto atravessavam a rua que precisava pegar o metrô.

— É o único expresso a esta hora, demora demais! — disse, bagunçando os fios loiros com as mãos, agoniado.

— Por acaso seria o 0705? Aquele que vem bem ali? 

— Caraca, sim! Que sorte!

O veículo parou ruidosamente a frente deles, abrindo as portas e deixando toda a galera passar. Como eles já tinham passado pelas borboletas e comprado as passagens, puderam embarcar tranquilamente. Só lá dentro que Naruto lembrou de perguntar.

— Ei, espera, por que veio?

— Oi? Eu moro um quarteirão depois da sua parada. É o mesmo caminho, todo dia.

— Caraca, serião? Nunca havia percebido. Que legal.

— Realmente…

Ele estava… Anuviado. Naruto era alguém tão agradável, íntimo… Eles mal haviam trocado bom dia ou boa tarde das vezes que se encontram, seja com amigos ou sozinhos, tanto é que não sabiam o nome um do outro. Mas sei lá, parecia fazer mais tempo que isso.

Conversaram sobre astrologia, o qual Naruto era fascinado. Sobre matemática, que ele era um horror. Sobre a paixão dele por história…

Mas por mais que quisesse ficar pra sempre naquela conversa tão agradável, a parada de Naruto chegou.

— Bem, tchau. A gente se vê na faculdade.

— Não vem a festa? — perguntou-me, quase esperançoso.

— Não, eu tenho muito trabalho em casa. Mas divirta-se!

— Claro! A gente se vê.

E então ele andou até a porta para esperar o metrô parar, até que se sobressaltou e repentinamente se encaminhou para Shikamaru de novo, abaixando um pouco pra que ficasse da altura do seu rosto, já que estava sentado.

— Quase ia me esquecendo…

E então os lábios de Shikamaru foram pressionados sutilmente mas indiscutivelmente sim, era um beijo. Suave e macio como ele jamais esperava que seria.

— Não podia deixar de ir sem-...

— Eu que não podia, shii…

Dessa vez não foi suave, nem calmo. Shikamaru passou os braços pela cintura e pressionou os lábios de Naruto quase que rudemente, o fazendo sentar em seu colo. O vagão estava vazio como sempre ficava nas últimas paradas o que fez ele não se importar nenhum pouquinho com a maneira impudica que se beijavam. 

Subira as mãos lentamente por dentro da camisa de Naruto e sentiu-o respirar mais forte entre o beijo. O ósculo foi tão bom e demorado que quando se separaram, estavam sem fôlego e as portas já tinham aberto e fechado outra vez.

— Desculpe, fiz você perder a parada. 

— Sim, verdade. Mas sempre haverá outras paradas e outros expressos 0705, não é?

Shikamaru riu anasaladamente, e concluiu.

— Realmente, sempre terá. 

2. Mai 2018 06:04:37 15 Bericht Einbetten 7
Das Ende

Über den Autor

Kommentiere etwas

Post!
Camy <3 Camy <3
Olá! Nossa, que saudade que me deu agora do desafio do crack... Foi o primeiro <3. Gostei muito da sua história e do casal, eu não esperava por Shikamaru e Naruto (apesar de que, agora em Boruto, talvez eles até façam algum sentido). Hoje, venho aqui em nome do Sistema de Verificação do Inkspired. Sua história foi posta "em revisão". Para que ela seja Verificada, você precisa editá-la atentando-se aos pontos que colocarei aqui e responder a este comentário. 1) Verbo haver. A primeira frase da sua história é "Estava a mais de duas horas naquele maldito ônibus"; como se refere ao passado, o correto é "há mais de duas horas". 2) Vírgula. Sempre antes de "mas, porém, entretanto", ou qualquer palavra que passa o sentido de controvérsia, você precisa colocar uma vírgula. Há outros momentos no texto também, como no primeiro parágrafo: "concentrar nas provas, e com isso, a preocupação..."; como você não muda o sujeito (continua sendo a preocupação do Shikamaru), você não precisa daquela vírgula antes do "e". Depois dele, porém, é preciso que haja a vírgula, porque "com isso" cumpre aqui o papel de "portanto". Há mais momentos assim no texto. 3) Plural. Ainda no primeiro parágrafo, você escreveu "a preocupação com as notas do semestre não paravam..."; como é "a preocupação", deveria ser "não parava". 4) Crase. "Em todas às vezes que..."; "às vezes" só tem crase quando tem o sentido de "de vez em quando". Neste contexto, você quer outro sentido, por isso não há crase. Em "Que tal hoje a noite? Logo depois podemos ir a festa da Tayuya", por outro lado, faltam duas crases; deveria ser "à noite" e "à festa". Mais abaixo, "parou ruidosamente a frente deles"; se você trocar "frente" por uma palavra masculina, como lado, o "a" fica "ao" (parou ao lado deles), por isso faltou a crase em "à frente deles". No primeiro parágrafo há o mesmo exemplo e você colocou certinho. 5) Em diversos momentos, você muda o narrador. A maior parte da história está em terceira pessoa, porém em alguns momentos você muda para primeira, como em "Assenti, já imaginando", ou em "perguntou-me", ou "no meu penteado". 6) Você escreveu "uma vídeo aula", o certo é "uma videoaula", junto e sem hífen. 7) Mesmo. O pronome "mesmo" nunca ocupa a função de um pronome reto, isso significa que ele não pode substituir "ele" ou "ela". Na frase "indicando que a mesma fecharia...", o "mesmo" está incorreto. Eu sei que esse erro é muito comum (e está na porta de todos os elevadores do país), mas ainda não se utiliza "mesmo" com esse sentido na norma padrão. 8) Ainda nessa frase, há um problema de coerência. "Ouviram a campainha da biblioteca indicando que a mesma fecharia em alguns poucos minutos, e pedindo que guardassem os materiais antes de ir". Quem pediu para eles guardarem? A campainha? A bibliotecária? Esse trecho está um pouco confuso, talvez algo como "indicando que ela fecharia em alguns poucos minutos e que deveriam guardar os materiais" ficasse melhor, porque aí temos subentendido que a campainha também sinaliza a hora de eles guardarem as coisas. 9) "Assim que arrumaram os puffs e a mesa. Desceram as escadas", aquele ponto deveria ser uma vírgula, porque a frase fica cortada da forma que está agora. 10) "Naruto lembrou de perguntar"; ou alguém lembra alguma coisa (Naruto lembrou a pergunta, o que fica estranho neste contexto), ou alguém se lembra de alguma coisa (Naruto se lembrou de perguntar). 11) "não se importar nenhum pouquinho"; a expressão que usamos muito é "um pouco", então o correto aqui é "nem um pouquinho". Avise-me quando quiser que quiser que eu analise sua história de novo, e uma ótima semana para você!
4. November 2018 10:07:05
Crazy Clara Crazy Clara
Tem um tempo que minha preferência por um Shikamaru com Temari está ficando mais fraca. Ele com Naruto se tornou uma das variáveis muito interessantes e quero agradecer pela fic fofinha para matar a vontade dos dois. Eu gosto de quando trabalham com um Naruto mais maduro, não só taxando ele de burro. Foi uma história bem gostosa de ler.
6. Mai 2018 21:14:06

  • Blue Martell Blue Martell
    Devo confessar que sou multiship de carteirinha e que muito dificilmente desaprovarei algum casal, mas lá nos primórdios da minha vida nas fanfics, eu era bem nono e não aceitava fics com ships diferente do meu otp, ShikaTema. Quem diria que hoje eu estaria escrevendo ShikaNaru?! hahaha Sobre o Naruto mais maduro, eu particularmente gosto dele assim, a maioria das fanfics retrata ele como burro de pedra e mongolão, algo tão raso. Eu não concordo tanto com essa visão, a não ser, claro, que trate dele mais novo... Tipo uns treze anos hahaha Fico feliz que tenha gostado da história! Obrigada por comentar, beijão! 7. Mai 2018 14:48:06
Mori Katsu Mori Katsu
Um dos meus ships estranhos favoritos.
6. Mai 2018 14:02:43

  • Blue Martell Blue Martell
    Com certeza sim haha Obrigada por comentar! 7. Mai 2018 14:42:55
Alice Alamo Alice Alamo
Oii! Parabéns por ter participado do desafio! Confesso que tenho uma queda por Shikamaru e Naruto desde que vi umas fanarts perdidas no face hahahaha. Eu gosto muito de plot dentro de colégio ou faculdade, acho encantador <3 E tadinha da Ino! Ela com certeza foi o cupido deles e o Shikamaru já tava julgando minha diva. Eu achei estranho o Shikamaru se recusar a ir à festa, algum motivo para isso? Pensei que ele iria aproveitar a oportunidade, tadinho. Mas gostei muito de ver que, como sempre, nosso Naruto não deixa pontas soltas e contornou a situação! Parabéns pela fic, espero que tenha gostado do desafio <3
5. Mai 2018 15:47:50

  • Blue Martell Blue Martell
    Ahhhhhh, muito obrigada! De verdade! Ter você comentando é uma honra, really. Fico demais feliz. A princípio nem ia ser ShikaNaru, acredita? Eu ia fazer uma ShikaSasu boladona, mas o naruto apareceu na minha porta dizendo "ESSE BOFE È MEEEEU!" e aí não teve jeito haha Foi uma alegria participar do desafio, do começo ao fim. E plots dentro de faculdade são uma maravilha, eu adorei quando o KHS saiu que o fandom pipocou com histórias de colégio, foi o paraíso hahaha Shikamaru não foi pelo simples motivo de: ele é inseguro e preguiçoso, ia pelo Naruto. Se o Naruto não voltasse e tivesse beijado-o, ele provavelmente iria só pra vê-lo e sentir o cheiro dele(é um hobbie). Muito obrigada pelo comentário, amei demais! Beijão <3 PS: imagino a Ino dando pulinhos sabendo do ocorrido, ela é uma das melhores amigas do Shika e já ouvia sobre o quanto o cheiro do Naruto era bom a séculos hahaha 5. Mai 2018 20:53:38
Bárbara Maria Bárbara Maria
perfume amadeirado me lembra malbec, e malbec me lembra homem gostoso que fode com nosso psicológico. Cuidado com esse narutinho, Shika! kakkskdja Parabéns pela fic, linda!
3. Mai 2018 00:01:52

  • Blue Martell Blue Martell
    Muito obrigada! Perfume amadeirado mexe com o psicológico mesmo, homem usando um então... Deus te defenderay! Ou não hahaha Obrigada pelo comentário e pelos elogios, darling! Até a vista! <3 3. Mai 2018 13:12:29
Rodrigo Guima Rodrigo Guima
2. Mai 2018 10:41:09

Narumi Lokidottir Narumi Lokidottir
Super Kawaii
2. Mai 2018 10:19:24

  • Blue Martell Blue Martell
    Obrigada! 💙 Seu comentário é importante! 2. Mai 2018 18:55:46
Cammis Silva Cammis Silva
Nossa que fic fofa. Eu particularmente adoro um ShikaNaru e essa me agradou bastante. Escrita leve e contagiante. Adorei esse Naruto, sério❤ Parabéns pela fic, ficou muito boa!!
2. Mai 2018 09:34:57

  • Blue Martell Blue Martell
    Ahhh, muito obrigada mesmo! É minha primeira história no fandom e eu estava super nervosa de postar, até porque não é um casal comum. Realmente, muito obrigada pelo comentário! Beijão! ♥ 2. Mai 2018 18:55:46
~