The Nigth Follow einer Story

pequenalolie Pequena Lolie

Ninguém espera engravidar na sua festa de formatura, e ainda mais de um garoto mais novo, que não tem responsabilidade nem uma com a vida. Ele Acabou fazendo planos, gostando de sentir aquela pequena vida crescer dentro de si, amando aquele pequeno ser que ele apenas segurou por alguns minutos em seus braços, ate ser arrancado, não por braços que o tomaram, mas sim pela morte. Ele não esperava reencontrar aquele que negou o próprio filho ainda não nascido, aquele que com os passar dos dias e meses acabou gostando da ideia de ser pai, aquele que na ultima vez que se viram pessoalmente disse Eu Te Amo.


Fan-Fiction Bands/Sänger Nur für über 21-Jährige (Erwachsene).

#Bangtan-Boys #bts #taekook #mpreg #gay #yaoi #boyxboy #homossexualidade
11
5.1k ABRUFE
Im Fortschritt - Neues Kapitel Alle 30 Tage
Lesezeit
AA Teilen

um

Lá estava ele, sentado na própria cama, encarando as mãos, mas diretamente para o teste de gravides que estava sobre os dedos longos e finos.

Positivo.

Aquele dois risquinho significava positivo, isso significava que alguém estava gravida ou gravido, infelizmente o alguém da vez era ele.

Se jogou para trás, deitando seu corpo, suas mãos logo cobriram sua boca que estava preste a soltar um grito.

O som saiu abafado e logo lagrimas silenciosas desciam pelos cantos dos seus olhos castanhos mel.

Se deitou de lado, puxou o travesseiro e o abraçou, no momento que todos soubessem do pequeno serzinho que estava se escondendo dentro de sí, sua vida e seu futuro estavam indo para lata de lixo.

Há seu futuro já tinha sido planejado por seus pais antes mesmo do seu nascimento, e ele estar gravido aos 18 não havia sito planejado nem um pouquinho.

Sua mente viajou para aquela noite a quase três meses atrás, lembrou que acabou cedendo aos pedidos do seu amigo Jin e acabou indo na festa de formatura na casa de um dos seus colegas, qual ele não fazia questão de lembrar o nome.

Sua mão correu pela cama até chegar ao seu celular que tinha acabado de vibrar, logo leu a mensagem que Jin havia lhe mandado.

' E Então ?'

Digitou lentamente com apenas uma mão e enviou.

'Minha vida acabou'

[...]

-Fica calmo, eu to aqui.

Taehyung se agarrou em Jin, como sua vida dependesse daquela abraço, ele precisava tão se sentir acolhido naquele momento.

-Me desculpa tae, se eu não tivesse te arrastado para aquela festa tu...

Jin pode sentir os braços de Tae o apertando.

-Jin Hyung, a culpa não é sua, afinal quem resolveu abrir as pernas foi eu rsrs.

Mesmo em um momento delicado como aquele, Tae ainda tinha seu humor sarcástico consigo, seu sorriso retangular estava no meu de seu rosto triste.

-Então neste dias já pensou no que vai fazer ?

Jin afastou um pouco o abraço para poder olhar para o rosto inchado e avermelhado do garoto.

-Só tenho quatro opções.

Tae se afastou e caminhou ate a escrivaninha, pegou um envelope branco e mostrou para Jin, que entreabriu a boca.

-Você conseguiu.

-Numero 1: vou para faculdade, tenho essa criança longe de todos e dou pra adoção; Numero 2: Aborto assim que tiver oportunidade; Numero 3: Conto para meus pais e eles me mando ir morar com minha avo no interior ou Numero 4: Conto para o outro pai e minha vida vira um inverno.

Jin arregalou um pouco os olhos, todas as opções tinham uma grande margem de dar errado.

-Eu to do seu lado, vou te apoia no que você decidir.

Jin engoliu em seco, suas mãos tremeram um pouco, ele estava com medo do seu amigo ter escolhido a segunda opção, ele sabia que Taehyung era contra o aborto, mas também sabia do grande desejo que o mesmo em ir para a faculdade que tanto sonhava.

-Estou entre a 1 e a 3.

Tae andou até a janela e se apoio na mesma.

-Tenho pouco tempo pra me decidir, logo vou completar 3 meses e logo minha barriga começará a crescer, e em apenas 2 semanas as aulas na faculdade vão começar.

-E o outro pai ?

Jin tomou coragem para perguntar, ele sabia com quem Tae havia transado.

Taehyung soltou uma risada alta, mas logo ele a cobria com seus dedos.

-Vi ele no mercado esses dias, me ignorou completamente.. Sabe eu ai adorar acabar com essa vidinha de filho mimado e o popularzinho e pegador da escola.

Ele voltou para perto da escrivaninha, se sentou na cadeira e cruzou as pernas.

-Quer sabe, não vai ser só eu que vai ter o futuro jogado no lixo não, eu vou estragar a vida desse garoto.

Aquele garoto.

Aquele Garoto, se chamava Jeon JungKook, Mas conhecido como Kook.

Flashback

Em frente do espelho, de corpo todo, ele terminava de ajeitar sua roupa, seus cabelos castanhos escuros, que estavam quase ultrapassando suas orelhas, estavam perfeitamente penteado, os fios de sua franja estavam desviados.

-Então como estou ?

Taehyung se voltou para Jin que estava sentado em sua cama, mexendo distraidamente no próprio celular.

-Mo Gato.

Jin nem se quer desviou os olhos para olhar para o amigo.

-Quer saber eu não vou ir não.

Se jogou em sua cama, ficando de barriga para baixo.

-Há qual é, já ta vestido, muito gato e essa calça realça sua bunda.

Um tapa certeiro acertou a nádega direito e logo depois a esquerda, Tae não demorou muito para pegar uma almofada e a certa o rosto de Jin.

-hai porque isso.- Jin arrumou novamente seu cabelo, que estava loiro no momento.- Serio não acredito que você é um ativo, voce é um passivo perfeito, muito fofo e sexy e dono de um sorriso muito adorável.

-Você não pode falar nada, ne... Fica andando por ai como se fosse O Ativão, mas é só mais um que adora dá.. Ai para.

Tapas e sons de risadas podiam ser ouvido, os dois rolavam pela cama, trocando golpes, até que Jin conseguiu ficar por cima de Tae e segurou os dois braços do próprio sobre a cabeça.

-Jin eu vou acabar com você.

-Ei vamos fazer um acordo ?

Taehyung ergueu as sobrancelhas, sua boca ficou em linha reta.

-Oque ?

-Hoje, eu SeokJin serei o Ativo e você o passivo...

-Eca que nojo não vou transar com voce..

-Não gênio, com outras pessoas.-Jin fazia careta apenas em imaginar em tocar Tae daquela forma, eles eram quase como irmãos, eles eram amigos irmãos.

-Não e não...

-Olha, sei que já foi passivo um vez e não deu certo, mas dessa vez você estará bêbado e não sentira tanta dor.- A primeira e única vez de Taehyung como passivo havia sido horrivel, o cara ele escolheu para ser seu primeiro era muito lindo e parecia gentil, mas na verdade era o maior babaca.

-Não sei não...

-Olha essa é a nossa ultima festa de escola, então deixa esse seu lado nerd em casa e deixa esse seu lado festeiro e pervertido dominar esse seu lindo corpinho, só hoje.

Jin colocou seus dedos na bochechas e faz biquinho, ele sabia que seu amigo não resistiria a aquela cara fofa dele.

-Ta, ta bom, mas se acontece algo comigo, se prepara que...

-Que tal um mês grátis no restaurante... E eu mesmo cozinho para você.

Jin subia e descia as sobrancelhas, em seus lábios tinha um sorrisinho lascivo.

-Todo o cardápio?.- Taehyung não era trouxa, Jin suspirou e enfim deu os ombros e concordou com a cabeça.- finalmente vou pode comer aqueles pratos caros.

Continua ...

26. April 2018 03:17:28 0 Bericht Einbetten 1
Lesen Sie das nächste Kapitel Dois

Kommentiere etwas

Post!
Bisher keine Kommentare. Sei der Erste, der etwas sagt!
~

Hast Du Spaß beim Lesen?

Hey! Es gibt noch 12 Übrige Kapitel dieser Story.
Um weiterzulesen, registriere dich bitte oder logge dich ein. Gratis!