Can you feel the love tonight? Follow einer Story

lumii Lumii U.

Naruto conseguia sentir o amor os rodeando naquela noite e em todas as outras que se seguiram. SasuNaruSasu | UA | Especial de “Not one of you”


Fan-Fiction Nur für über 21-Jährige (Erwachsene). © ESSA FANFIC É A CONTINUAÇÃO DE NOT ONE OF YOU! Essa fanfic foi postada no Nyah e no Spirit. Qualquer outro site além desses 3 é plágio. Plágio é crime, não seja um vacilão.

#sasuke-cigano #ciganos #naruto #sasuke #narusasunaru #sasunarusasu #narusasu #sasunaru
Kurzgeschichte
24
6.4k ABRUFE
Abgeschlossen
Lesezeit
AA Teilen

♤ can you feel it?

Eles cavalgaram a tarde toda. Cavalgaram até os fios claros de Naruto estarem tão bagunçados quanto os de Sasuke. Cavalgaram até o vento gelado começar a incomodar ao bater contra a pele, porque a temperatura estava caindo. Cavalgaram até o cavalo começar a mostrar sinais de exaustão e eles sentirem suas pernas e bunda dormentes pela atividade.

Decidiram parar em uma clareira quando o sol já começava a se pôr. Naruto tratou de amarrar o cavalo enquanto Sasuke caminhava pelo espaço aberto entre as árvores. Algumas pequenas flores vermelhas cresciam por ali e ele as admirava em silêncio, como provavelmente não faria se estivesse ali em qualquer outro dia.

Naquele dia, porém, tudo parecia ter um toque de luz. Ele arriscaria dizer que havia mais beleza no mundo. Ou talvez fosse só a presença de Naruto ali. Sua luz.

Um sorriso mínimo brotou em seus lábios ao pensar naquilo e ele se virou para o namorado, encontrando com a aflição nos olhos claros.

– Sasuke, eu não queria parar aqui. Talvez devêssemos ir andando mesmo, já que o cavalo não aguenta mais.

– Naruto, estamos exaustos e logo vai escurecer. Não é prudente.

Ele viu os olhos azuis se revirarem e o nervosismo tomar conta de vez das expressões do Uzumaki.

– Sabe o que também não é prudente? Ficarmos aqui e sermos encontrados pelo meu pai. Não se engane, Sasuke, ele não vai deixar apenas uma cicatriz dessa vez.

Ele viu o maxilar do namorado enrijecer ao mencionar aquilo.

– Eu sei, mas assim como vai escurecer para gente, vai escurecer para eles também. Ninguém vai se arriscar nessa mata no escuro!

Naruto tinha suas dúvidas, mas conseguia ver o cansaço na expressão de Sasuke, assim como sabia estar estampado na sua.

– Tudo bem, então... Mas teremos que revezar para ficar vigiando.

Sasuke assentiu e permitiu-se encostar em uma das árvores, sentando-se e o encarando com as sobrancelhas arqueadas. O Uzumaki entendeu perfeitamente o pedido, mas ao invés de sentar-se ao lado dele, como era o esperado, sentou-se em seu colo, um joelho em cada lado de suas pernas.

Encarou-o de cima, bebendo cada detalhe do rosto bonito do homem que ficou sem ver por tanto tempo. Os olhos negros, os cílios longos, a pele pálida. Os lábios finos, o maxilar anguloso, o cabelo rebelde e as tranças. Seu olhar então fixou-se por um tempo na cicatriz grosseira no seu olho esquerdo.

– É horrível, eu sei.

E Naruto não tinha como negar aquilo. Era horrível, mas não pela deformação em si. Aquela cicatriz era o grito que assombrou Naruto por todo aquele tempo, era a luta desesperada para tentar se soltar dos braços dos capangas de seu pai, era o preconceito contra um povo e contra sua sexualidade, era um ano e meio sem qualquer notícia. Era intolerância, crueldade, dor.

Ele não tentou conter quando as lágrimas escaparam de seus olhos, apenas se aproximou e beijou a parte inferior da cicatriz, que ia até sua bochecha.

– Ela é horrível pelo que ela representa e não pela sua forma. Você é lindo, Sasuke. Nada nesse mundo poderia tirar a beleza que você possui, porque ela não é somente externa.

Daquela proximidade, ele pode ver muito bem a mudança no olhar de Sasuke. Quando toda a insegurança em relação àquela marca lhe abandonou e quando a intensidade do olhar que trocavam aumentou para aquela que ele costumava estar habituado.

Aproximou-se, permitindo que seus lábios roçassem nos dele. Deixando que o cheiro conhecido lhe envolvesse, sentindo a textura da pele do seu rosto com a ponta dos dedos antes de levar a mão até a nuca e entrelaçar seus dedos nos fios negros.

Sasuke arfou e passou a língua pelos lábios carnudos do namorado, resistindo por pouco tempo e logo beijando-o com volúpia. Suas mãos firmemente presas na cintura de Naruto, colando-o em seu corpo, não querendo deixar nenhum espaço entre eles.

Separaram-se somente quando o ar se fez necessário. Ambos arfavam, mas mantinham um sorriso nos lábios inchados.

Naruto conseguia sentir o membro desperto de Sasuke contra sua bunda, assim como sabia que ele podia ver o seu. Sorrindo sacana, mordeu o lábio inferior e rebolou minimamente. Observou a expressão do namorado mudar e um gemido contido escapar de sua boca. As mãos na sua cintura o apertaram, impelindo-o a continuar com o movimento. Apesar disso, Sasuke sussurrou:

– Naruto, eu duvido que vou conseguir fazer alguma coisa cansado desse jeito.

O Uchiha ofegava, porém por mais desejoso que o Uzumaki estivesse, conseguia sentir o cansaço em todos os seus músculos. Se ele estava dessa forma, imagine Sasuke que viajara o dia todo antes de encontra-lo?

Aproveitou o pescoço pálido exposto e chupou a pele com força, fazendo com que o outro gemesse baixo enquanto enfiava a mão dentro das calças gastas do namorado e agarrava o membro duro. Sasuke gemeu alto e imitou o gesto de Naruto, adentrando suas calças e agarrando seu pênis.

Não houve hesitação, não ouve questionamentos. Sasuke juntou suas testas e encarou os grandes olhos azuis nublados pelo prazer. A intensidade entre eles causou arrepios em ambos e os movimentos se iniciaram da forma que eles gostavam: rápidos e precisos.

Os gemidos eram música para o ouvido dos dois, assim como poder ver as expressões de deleite no rosto do outro. Quando atingiram o ápice, quase juntos, permitiram-se ficar naquela posição por mais alguns momentos, antes de Naruto se mover para seu lado e Sasuke deitar a cabeça em seu colo.

– Eu queria um banho agora.

O Uchiha revirou os olhos para o comentário ridículo, mas riu logo em seguida. Afinal, aquilo era Naruto: sorrisos, abraços, assuntos idiotas, música, aconchego, conforto, luz. E nada lhe fizera mais falta do que tê-lo ao seu lado. Ele poderia ficar ali para sempre, apenas apreciando a companhia dele.

– Eu te amo.

Os olhos azuis encaravam-no de forma intensa e apesar de Naruto ter verbalizado um “eu também te amo”, não teria sido necessário. Ele sabia. O sentimento, o cuidado, o desejo, o amor fluía de cada olhar, cada gesto, cada toque.

Foi admirando cada traço do rosto bronzeado que Sasuke adormeceu, tranquilo, enquanto Naruto continuava a observá-lo com um sorriso mínimo nos lábios.

Ambos finalmente em casa.

And if he feels the love tonight
In the way I do
It's enough for this restless wanderer
Just to be with you





25. März 2018 19:05:31 1 Bericht Einbetten 12
Das Ende

Über den Autor

Lumii U. Desde 2009 escrevendo fanfics no Nyah e Spirit, agora trazendo minhas histórias para cá aos poucos. Shippo muita coisa, então tem fanfic para todos os gostos <3

Kommentiere etwas

Post!
Larissa Mármore Larissa Mármore
Como não amar tudo isso?! 😍😍😍 Eles são tão perfeitos juntos! ❤️
27. März 2018 00:17:38
~