Ao fim da Primavera Follow einer Story

cupcake_ruivo Lory Cake

Sinopse: O fim da primavera marcou também o fim de uma história cheia de paixão. O reencontro de Naruto e Sasuke poderia ser apenas mais um no meio de diversos no mundo, contando como seus relacionamentos falidos não os faziam plenamente felizes. Mas o matrimônio sempre foi uma via de mão dupla e a infelicidade, assim como todo o resto, era uma angústia partilhada. Haviam vozes, gritando no vácuo, esperando que ouvissem sua própria dor e sua própria versão. Era o momento prestar atenção àquelas que perderam seu romance.


Fan-Fiction Nur für über 18-Jährige. © todos os direitos reservados

#Naruto #Yaoi #Naruto/Sasuke #Hinata/Sakura #Yuri
18
7.2k ABRUFE
Im Fortschritt - Neues Kapitel Jeden Mittwoch
Lesezeit
AA Teilen

Prólogo

OLÁAA
Pois é, eu to postando história nova. Essa aqui é uma SakuHina, eu tive a ideia depois de um post engraçadinho de uma matéria meio louca e, enfim, acabou saindo. Vai ser uma shortfic, ela deve ter por volta de dez capítulos, nada muito comprido. As postagens também devem ser semanais, mas não to prometendo nada uhauahuahuah
Chega de papo, né. Bora pro cap

Naruto e Sasuke não eram muito diferentes de diversos outros caras ao redor do mundo. Eram dois homens saudáveis, casados com mulheres gentis, doces e inteligentes, devotadas ao matrimônio e de belezas indiscutíveis.

Cada um vivendo numa parte diferente do mundo até aquela primavera. Aquela fatídica primavera. Era uma coincidência que tivessem parado os dois em Konoha depois de dez anos, mas nunca passou pelas suas mentes o reencontro.

Dentro daquela sala de reuniões, trocando olhares duvidosos, curiosos até, era como se voltassem a ter dezesseis anos. Como se voltassem a época em que se sentiam completamente felizes.

Uzumaki e Uchiha tiveram uma infância de amizade estreita, num laço que apenas se fortalecia com o passar dos anos. Aos quinze, durante uma festa em que foram escondidos, encheram-se de álcool até ficarem bem alegres e ali trocaram seu primeiro beijo. Não o primeiro de todos, mas o primeiro com um garoto e, certamente, o primeiro com alguém que realmente gostavam.

Lembravam com humor da semana seguinte, temerosos de tocar no assunto como se ele fosse proibido, até que a tensão se tornasse insuportável e o beijo se repetisse uma, duas, três vezes, deixando de ser suficiente. Precisavam de mais do que trocar saliva, precisavam do corpo todo o tempo inteiro, como se aquilo fosse mais importante que o próprio oxigênio.

A descoberta sexual foi além em poucos meses, onde ambos admitiram um amor torrencial que durou todo aquele ano e, segundo seus planos, duraria para sempre. Eles eram homens ainda em formação e precisavam descobrir muito sobre como o mundo poderia ser contra suas convicções.

Poucas pessoas descobriram sobre seu romance, mas depois de um ano, acostumados a paz que ainda os rodeava, foi fácil baixar a guarda. Nessa ocasião, Fugaku, pai de Sasuke, descobriu toda a situação.

Havia uma nuvem negra de desagrado ao redor do patriarca Uchiha e a rejeição foi tão rápida e dolorida, que viram-se sem saída. Quando descobriram sobre tudo, Kushina e Minato não conseguiram permanecer ao lado de seu menino. Não pela sexualidade, mas por ter escolhido justo Sasuke, que tinha uma família tão conservadora. Aquilo poderia terminar da pior forma, de muitas maneiras diferentes. Tentaram resistir, era verdade. Muitas semanas de escapadas se seguiram até que os Uchiha perdessem a paciência e então veio o fim.

Sasuke foi mandado para outro lugar desconhecido no mundo e tudo que Naruto pôde fazer, foi dizer adeus contra a vontade. Terminaram o Ensino Médio em suas novas vidas, onde o outro não estava presente e tudo que permaneceu, foi a lembrança doce de seu relacionamento e a amarga daquele término.

Entraram nas faculdades que confidenciaram ser seus sonhos e foi nessa época em que elas surgiram.

Hinata era uma boa garota, tímida até demais e seu jeito retraído e fechado foi algo que chamou a atenção de Naruto por motivos que não queria que viessem à tona. Mesmo assim, a Hyuuga conseguia ser bastante incentivadora quando queria e mostrou-se ser uma pessoa doce e leal. Naruto gostava dela, de verdade.

Foi por isso que a pediu em namoro e, posteriormente, em casamento.

Ele sabia que o sentimento que a garota nutria era desproporcional ao seu, mas afastava esses pensamentos de forma egoísta. Ela estava lá pra ele, era isso que importava. E a convivência trouxe certezas: ele a amava. Talvez não como deveria, mas amava. Estava bem com isso.

Com Sasuke, tudo aconteceu logo no primeiro ano de faculdade. A garota excêntrica, estudante de artes, ostentando o cabelo cor de rosa nem mesmo deveria ter topado com ele, mas aconteceu. Talvez fosse destino, não se sabe, mas Sakura era uma garota forte, era notável em seus olhos verdes. Ainda assim, algo acontecia quando ela se via perto do Uchiha anti social. Ele parecia tão difícil de impressionar, ela queria mesmo saber como seria surpreendê-lo. O problema é que passou os anos seguintes moldando-se no que seria possível agradá-lo, até que ele cedesse. Viu uma expressão parecida com a que queria. Era aceitação. Sasuke havia aceitado que ela era esforçada e talvez não fosse uma companhia ruim. Deu-lhe uma chance de se relacionarem e isso logo se transformou em algo cômodo. Tão cômodo que não havia motivos para se separarem.

Foi desse modo que acabaram com aquelas alianças douradas grossas no dedo anelar esquerdo. E aquele brilho chamou a atenção de ambos quando, surpreendentemente, se reencontraram.

Quem diria que arquiteto e engenheiro acabariam na mesma cidade, trabalhando no mesmo projeto. Quem diria que o destino faria o favor de colocarem os dois novamente frente a frente, trocando os olhares intensos, recheados de lembranças e de promessas descumpridas.

Quem diria…

Seria uma bela história, cheia de ensinamentos de superação e de como se deve sempre seguir o coração, mas nesses casos, alguém sempre se machuca. E haviam, com certeza, pessoas que não mereciam ser feridas, esperando em casa para aproveitarem uma refeição como cônjuges.

Há mais do que uma história de amor aqui. Porque novos começos demandam términos. E alguns términos precisam ser contados.

OLA DE NOVO

Bem, isso foi realmente só um prólogo curtinho, pra vocês saberem o contexto do que vai rolar aqui. O próximo sai quando Mizumi quiser uhauahah

Espero que tenham curtido, um beijo no kokoro e Ja nee

7. März 2018 02:11:26 4 Bericht Einbetten 6
Lesen Sie das nächste Kapitel Descoberta

Kommentiere etwas

Post!
hirai matheus hirai matheus
Aaaaah adorei 💕 continua
7. März 2018 13:34:30

  • Lory Cake Lory Cake
    AAAAAAA CONTINUO, OBRIGADA <3 12. März 2018 17:42:33
Isis Isis
AI QUANTA DOR E SOFRIMENTO ESTÃO POR VIR porra de mundo injusto e homofobia que separou meus amores. Naruto ama Hinata do jeito errado. Sasuke no máximo conseguiu aceitar a Sakura ~claro, Uchihas amam demais mas não a muitas pessoas. Ai meu coração!
6. März 2018 20:13:32

  • Lory Cake Lory Cake
    AAAAAAAAAAAA MUITA DOR, PORÉM VAMO QUE VAMO ESSES RELACIONAMENTOS, SEND HELP OBRIGADA MARIDA 12. März 2018 17:43:13
~

Hast Du Spaß beim Lesen?

Hey! Es gibt noch 1 Übrige Kapitel dieser Story.
Um weiterzulesen, registriere dich bitte oder logge dich ein. Gratis!