etcia N Quero Botar Nomeksksk

Em um mundo de magias, torres e monstros, um jovem ganha mais uma chance e volta para o passado(de um deus no mínimo suspeito), antes do mundo ser destruído, de ser traído e transportado para um mundo diferente. Essa é uma história cheia de alegrias, tristezas, tragédias e principalmente sem a falta de uma boa vingança. Uma batalha contra o tempo, porque como todo mundo já sabe... 'Para quem não aceita as regras da torre, a morte é só uma questão de tempo'. Um novo começo. Uma nova história. Um novo começo no antigo fim E desta vez sem arrependimentos. *Conforme a história vai passando, vai se revelando mais sobre a mente do prota, e queria que quando lessem refletissem sobre, porque vai ser bastante complexo essa parte.*


Fantasy Dunkle Fantasie Alles öffentlich.

#espadas #abandono #deuses #classes
1
43 ABRUFE
Im Fortschritt - Neues Kapitel Everyday
Lesezeit
AA Teilen

Pressentimento

Ele estava caindo.


A escuridão pesada e o silêncio o envolviam essa sensação sufocante o deixava desconfortável.


O vento bate no rosto, os membros relaxados ele não parece estar surpreso por estar caindo... Sim, caindo a uma escuridão e vazio sem fim?, ele não consegue se lembrar do porque está caindo, bem pelo menos ele sabe que está aqui porque morreu, breves flashes mas nada que de dicas.


Essa foi a primeira coisa que ele notou depois de morrer. Aparentemente, não havia vida após a morte como muitos esperavam que houvesse. Se esta era a vida após a morte, era uma merda na sua opinião.


Ele fanziu as sobrancelhas fazerdo com que aparecesse um vindo entre elas.


Ele sabe que tem uma forma de corpo e por isso ele dúvida que é apenas uma alma. Parecia também que ele é a única existência consciente neste limbo.


Enquanto pensava nisso, de canto de olho ele viu uma luz, vindo de baixo dele, não uma luz branca e pura, mas uma luz Negra, mas brilhante como o céu noturno.


"isso é?" Ele se assusta, vira o corpo de forma que fique de frente a luz, estava chegando perto, a cada segundo ficava maior.


Estava vindo e rápido, ele só conseguia ouvir o coração dele rugindo no peito, uma camada de suor desceu pelas costas.


Assustado ele estendeu os braços na frente do rosto para se proteger, ele não sabia o que essa luz faria.


A luz brilhante veio.


E foi... ?


Ela passou por ele, como se ele não estives-


"Arg" Ele segura a cabeça com as mãos e olhos se arregalam de surpresa com a dor que veio da sua cabeça, ele sentia que sua alma tivesse saído e voltado para o corpo.


Ah


Seus olhos azuis antes nublados, agora brilham com uma chama de ressentimento.


Flashes apareceram em sua mente, aquelas pessoas cruéis, desumanas, ele se lembra dessas partes, não todas mas, ele foi traído, sacrificado.


Os meus companheiros... Eles fizeram isso.


Tudo o que ele fez por eles, ele os salvou da morte, de inimigos poderosos, os ajudou, todo o esforço para nada, eles o jogaram fora.


Eles o mataram.


O torturaram.


Cenas passam pela sua cabeça, paisagens lindas, um grupo de pessoas, sorrindo, lutando.


Elas pararam em uma cena específica, uma mulher um grandes cabelos castanhos na sua frente, sua boca mexia, dizendo algo, não conseguia escutar.


Então ela o apunhalou com uma adaga ornamentada.


Seus olhos brilham, e ele range os dentes de raiva.


Ele vai se vingar pelo que fizeram com ele.


Ele também se lembra daquele garoto.


Com o que fizeram com aquele garoto.


Aquele garoto, eles o manipularam, entraram na cabeça dele, só assim ele poderia fazer isso...


Uma lembrança vem na sua cabeça, uma criança de cabelos e olhos negros que salvou.


Não apenas ele o salvou, mas a criança também o salvou.


O tirou do desespero, mas ele o deixou sozinho, o deixou morrer.


A criança o traiu, deixou eles fazerem isso, preferiu deixar o mundo... E voltar para casa.


É triste mas...


Não importa mais, já se foi, foi destruido, eles fizeram isso, mas já morreram não importa mais, não fez diferença.


Eu não posso fazer mais nada.


O incendio de emoções foi apagado, como um balde de água fria na cabeça.


E agora não resta mais nada.


Ele cobre os olhos tristes, mas já frios com a palma da mão.


"Haaaa" ele suspira resignado com a forma que tudo acabou.


Eu devia saber, devia ter percebido, previsto, eles mudaram, eles o usaram depois que descobriram que o mundo ia ser destruído.


Que aquela era a última chance.


Ele não sabia aonde esse lugar ia o levar mas, faria de tudo para mudar o passado...


Seus olhos momentâneamente brilharam, foi a luz que o fez recuperar a maior parte da memória?


Nunca ouvi falar dessa luz, será que estou-


I-isso não pode ser.


Enquanto pensava sobre isso a escuridão em volta dele foi se desvanescendo.


-"Hum?"


Ele percebeu um ponto de luz, que ia aumentando de tamanho conforme ele ia caindo.


Chegando mais perto dava para ver, era um tipo de quadrado branco?


Ele franze levemente a testa.


Hum, estava chegando perto dele.


Era grande.


Ah, isso vai doer


A segundos do "chão" do quadrado Branco, ele fecha os olhos e se prepara, colocando os braços em frente a cabeça para o impacto.


PANG


"Hurg" Essa doeu, parece que ele perdeu os poderes dele aqui, bem se ele o tivesse não teria caído por tanto tempo aqui.


Ele estreitou os olhos pela luz ofuscante, pela sua visão borrada ele viu que acima dele está a escuridão aonde ele estava caindo.


Ele endireitou-se lentamente fazendo com que a dor se espalhase pelo seu corpo, piscou os olhos rapidamente e depois de se ajustar a luz sua visão voltou a focar.


Ele habilmente olha ao redor, hábito de sua antiga vida. Sua visão o surpreendeu era um espaço completamente branco, como se feito de luz, parece uma sala grande, as paredes tem uns 3 metros até a escuridão sufocante.


E tem uma porta.


Sério? Posso sair? Assim?


Ele se levanta rapidamente, mas tropeça e cai de cara no chão.


"Arg" Ele se apoia com mão e cobre o rosto vermelho com a outra, e olha em volta.


Pelo menos ninguém viu, eu cai por muito tempo no espaço negro e perdi sensação das pernas? é deve ser.


Ele se levanta com mais cuidado e olha melhor ao redor.


Não parece ter nada aqui, nem mesmo um grão de poeira.


Vai caminhando lentamente até a porta, a porta é totalmente branca, a maçaneta tem uma sensação gelada conta a pele, ele gira com cuidado, a maçaneta faz um som de clique, a porta abre facilmente, a primeira coisa que vê.


É-


______________________________________


Oii, estou começando agora e essa é minha primeira história/livro se tiver algum erro, foi mal.


As dicas, críticas ou ideias de acontecimentos e personagens são todas bem vindas.


Então, obrigado(a) por ler essa história/livro.



7. Juni 2022 00:51:39 0 Bericht Einbetten Follow einer Story
1
Lesen Sie das nächste Kapitel Traição

Kommentiere etwas

Post!
Bisher keine Kommentare. Sei der Erste, der etwas sagt!
~

Hast Du Spaß beim Lesen?

Hey! Es gibt noch 5 Übrige Kapitel dieser Story.
Um weiterzulesen, registriere dich bitte oder logge dich ein. Gratis!