papironauta Rodrigo Borges

A noite há muito caiu. Espalhou todas suas autorias sobre a existência abaixo da lua. Primeiro aquele chiar icônico de ouvidos agitados, depois o cântico riscado dos insetos sob chuvisco imaturo. Mas havia outro som, o piar de um pássaro, tão distante que parecia estar em lugar algum; tagarelava feito espectro, cuja existência era duvidosa. Escutando-o, parecia estar interligado o dia doutro mundo com a madrugada deste. É atraente pensar que possa haver outro lugar para fugir que não a morte.

  November 18, 2019, 20:00
AA Teilen

Kommentiere etwas

0 Bemerkungen
Post!
Bisher keine Kommentare. Sei der Erste, der etwas sagt!

Mehr Microfictions