Eu não sou um príncipe Follow einem Blog

dcsales D.C. Sales Um jovem sonhava em se tornar um cavaleiro. Seu mundo desmorona quando descobre que terá que ser o escudeiro do arrogante príncipe o resto de sua vida. Tudo muda quando príncipe e escudeiro embarcam em uma jornada para salvar uma donzela indefesa e o príncipe por acidente cai do cavalo. Com o príncipe morto, ele tem a chance de salvar a princesa e ser feliz para ....sempre?
Nicht überprüfte Geschichte

#medieval #32816 #aventura #comédia #ironia #dragão #cavaleiro #eraumavez #fantasia #príncipe #príncesa #romance #sátira
AA Teilen

Capítulo 15 - Que trata do encontro do Rei do Reino Encantado com sua filha


Embarcamos no barco Verne, o imprevisível cavalo Ferradura, a princesa e eu. Não trocamos palavras durante o retorno. Talvez não houvesse mais nada a ser dito, ou simplesmente estávamos cansados. Dessa vez, as águas estavam calmas e chegamos à outra margem em segurança. O rei sem reino abraçou Adara quando ela finalmente colocou os pés na areia.

O rei se ajoelhou e me agradeceu por trazer sua filha em segurança. Ele estava disposto a cumprir sua palavra e me fazer casar com a princesa. A disposição dele se mesclava ao fato de agora eles não terem mais um reino.

Achando que eu tivesse um reino, o fato de Adara se casar comigo, a faria Rainha um dia. Esse rei não dava ponto sem nó, mas, sem mesmo montar no Ferradura ele estava prestes a cair do cavalo.

A princesa já sabia do meu segredo, isso era fato, mesmo assim, ela decidiu não revelar a verdade.

Ainda que a princesa fosse a mais bela de todas, eu não tinha um reino, nem mesmo era um príncipe. Eu não tinha nada a oferecer, nem mesmo o Ferradura me pertencia, eu não podia dar a princesa tamanha desventura então decidi revelar a verdade. Mas antes que pudesse revela-la, o Rei do Reino Distante surgiu me acusando:

- Esse impostor não é um príncipe. Ele não passa de um escudeiro que matou o verdadeiro Príncipe Artur, agora precisa pagar por seus crimes.

Eu nunca disse que era um príncipe!

Não haveria julgamento e apenas a condenação. E ordenou que seus guardas me prendessem.

Impostor: verdade. Assassino: Nunca!

Não havia o que ser feito a não ser eu ir para a forca. O verdadeiro coro de príncipes voltou a fazer as suas acusações.

"Eu sabia!"

"Como ele ousa?"

"Realmente ele é muito feio!".

Novamente, comentários fora de contexto, ou não.

Antes que minha sentença pudesse ser executada, a princesa se aproximou. Os príncipes desencantados permitiram que a princesa se aproximasse de mim por uma última vez. Eu não pude olhar em seus olhos, mas precisei revelar o que sentia:

- Perdoe-me princesa, por eu não ser um príncipe.

- Como pode ser mais valente do que qualquer príncipe? Como pode cruzar águas perigosas com um cavalo genioso? Como pode lutar sem ter a menor chance de vencer?

Eu disse:

- Tudo o que desejava era ter um ato de bravura e finalmente me tornar um cavaleiro.

A princesa puxou a espada do pai disposta a executar a sentença mim imposta quando surpreendentemente colocou a ponta da espada sobre os dois lados do meu ombro e disse:

"Eu vos concedo, Sir Charlie Rocher, o título de Cavaleiro, pelo ato de bravura de ter salvado a vida da princesa Adara, enquanto que todos os outros príncipes se esquivaram. Deste dia em diante, para o resto dos seus dias".

E cortou as cordas que me prendiam.

Por sinal, nunca mencionei meu nome: Charlie. Mas como foi que a princesa descobriu? Acaso ela já me conhecia antes dessa desventura?

Os sobreviventes do Reino do Encantado aproximaram-se e renderam os guardas e príncipes presentes, me levando ao barco onde embarcaríamos para um lugar desconhecido. Por um breve momento fui o cavaleiro que tanto desejava, foi um gesto muito nobre por parte da princesa.

Tentei me despedir do Ferradura, tentei expulsa-lo,mas, ele insistiu em também entrar no navio. Assim, embarquei no navio ao lado com meu fiel companheiro Ferradura, que mesmo que não fosse o cavalo mais obediente, ainda assim, era meu melhor amigo.

Isso não vai prestar, nem fazer sentido algum.

Quando o navio estava a certa distância, Adara teve uma visão do que seria o feliz para sempre a que ela estava destinada. Para não perder a majestade, seu pai a obrigaria se casar com alguns daqueles príncipes desencantados. Ela decidiu deixar tudo para trás. Antes que pulasse no oceano o rei do Reino Encantado disse a princesa:

- Se embarcar com eles, deixará de ser uma princesa e se tornará uma pirata e não há nada que possa fazer por você.

- É, acho que posso me acostumar com isso.

Essa não era uma frase de efeito perfeita, mas, é o que Adara tinha para falar nesse momento. Ao finalmente ela se aproximar do navio, conseguimos colocá-la a bordo. Ao puxá-la para dentro, acidentalmente a princesa caiu sobre mim e me beijou.

Completamente desconcertada a princesa, agora, Capitã Adara nos lideraria em direção ao oceano, rumo ao desconhecido.

Um final perfeito para um mundo imperfeito.

27. Mai 2019 13:20:10 0 Bericht Einbetten 1

Kommentiere etwas

Post!
Bisher keine Kommentare. Sei der Erste, der etwas sagt!
~